Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe recomenda

rabiscado pela Gaffe, em 16.06.11

Vá lá, rapazes, sei que não adianta exigir diamantes, mas podem sempre transformar o deserto da vossa imaginação, salpicando-a com pedacinhos da criatividade dos outros, passando por aqui.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe e as duplas

rabiscado pela Gaffe, em 08.06.11

Sejamos ironicamente machistas. Sempre achei que uma mulher com a capacidade de ironizar e de usar o machismo também como um apontamento de humor quotidiano, é suficientemente espirituosa e inteligente para o tratar como ele merece quando é preciso.

Portanto, respondo a um querido, que teve a amabilidade de me enviar um mail bastante simpático, discordando quando me diz que uma divorciada é como uma solteirona de luto. Uma mulher divorciada é uma viúva laica, uma solteirona é uma mulher que disse um “não “ a mais na sua vida.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe de aliança

rabiscado pela Gaffe, em 07.06.11

O casamento é como a morte: poucos chegam a ele bem preparados.

Lembre-se que a cadeia do casamento pode ser tão pesada que são sempre precisas duas pessoas para a carregar. Às vezes três.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe e as altas esferas

rabiscado pela Gaffe, em 06.06.11

Pergunta-me um simpático leitor (obrigada pela quantidade de piropos que culminam o seu mail) como funcionam as famosas esferas do amor.

Esta curiosidade faz-nos entrar no surpreendente Japão antigo que oferecia belas jovens, que iluminavam o templo de Asakusa, a Kwan-Non, Vénus japonesa, que sagrava estas prostitutas a uma ordem religiosa de monjas, as Bikuni e que nos templos xintoístas organizava orgias sexuais que facilmente rivalizavam com as Bacchanalia romanas.

Pensa-se que as primeiras esferas do amor, conhecidas mais tarde como bolas de gueixa, eram ovais, ocas, esculpidas em marfim. Posteriormente o revestimento passou a ser feito de ouro ou prata, com peso reduzido – mercúrio nos seus primórdios – colocado no centro para as fazer rolar, criando sensações de rotação no interior da vagina e no tecido sensível que a rodeia, podendo ser orgástico para a mulher experiente. As esferas podiam ser colocadas na parte inferior da vagina ou directamente atrás do ponto G. No contexto moderno, diz-se que ajudam a apertar e fortalecer os músculos pubococcígeos, bem como a controlar a bexiga e a prevenir a incontinência urinária.

Alguma das utilizadoras de Ben Wa garantiram que, para alcançarem uma sensação mais intensa, uma das esferas devia ser oca e a outra sólida. Ao friccionarem a vagina activavam uma espécie de vibração especial, dando origem a uma insinuante dose de orgasmo. Outras mulheres, no Japão antigo (e posteriormente) também apreciavam o uso das Ben Wa durante a penetração e afirmavam que os homens gostavam de sentir a suavidade das esferas.

Curioso é o modo como o Ocidente sempre sonhou usar outras esferas com finalidade que, embora eventualmente sexual, deixa muitas dúvidas em relação à cumplicidade com que devem ser usadas.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe e o milionário

rabiscado pela Gaffe, em 06.06.11

Como tinha prometido, aqui, dedico-me hoje parte da manhã, ao chamado ponto milionário.

Temos para tal de recuar alguns séculos depois da era chinesa distintiva da franqueza sexual e da lucidez poética, a dinastia Han (206 a.C. – 221d.C.), e facilmente encontraremos no Yufang Bijue (Instruções Secretas da Câmara de Jade), um texto taoísta onde se pode a descrição de uma técnica para o coitus obstructus:

Quando durante o acto sexual, o homem sente que está prestes a ejacular, deve fazer pressão no ponto entre o escroto e o ânus, com rapidez e firmeza, usando os dedos indicador e médio da mão esquerda, ao mesmo tempo que inspira profundamente e cerra os dentes com força várias vezes sem suster a respiração. Então, o sémen será activado, mas ainda não emitido. Regressa à Haste de Jade e entra no cérebro.

A localização exacta desta pressão crucial entre o escroto e o ânus é traduzida como o ponto milionário exactamente porque os mestres taoístas cobravam verbas elevadíssimas para ensinar os pupilos mais ávidos a reconhecer este local interessantíssimo.

O meu NIB está à vossa disposição.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe kamasustrice

rabiscado pela Gaffe, em 03.06.11

Tinha planeado responder a um querido que me classifica o Kamasutra como “um livro revolucionário à época” e dizer-lhe baixinho usando uma das posturas ali enunciadas, que o Kamasutra NÃO foi rigorosamente nada revolucionário nem deu início a qualquer inflamação desse teor ou de outros.

Bastaria apenas para tal informá-lo que foi escrito em sânscrito e, em consequência, destinado a uma elite maçadora, ou que nada nele é sexualmente inovador ou capaz de provocar grandes tsunamis nos terrenos apensos.

No entanto, estou muito maçada e preguiçosa e vou deixar este assunto na mesinha rococó ao lado da minha cama minimalista.

Voltarei ao Kamasutra logo que arranjar posição.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe e a matemática

rabiscado pela Gaffe, em 02.06.11

Um homem que diz que o casamento é um ajuste "meio a meio", não compreende uma de duas coisas: as mulheres ou as fracções.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe e o fastio

rabiscado pela Gaffe, em 02.06.11

Em última análise um homem fastidioso consiste num homem aborrecido, enfadonho, fatigante, incómodo, maçador...

Pois bem, um homem é tudo isto junto se falar sem cessar de si próprio, enquanto nós gostaríamos de ouvir falar apenas sobre nós.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe bélica

rabiscado pela Gaffe, em 01.06.11

Vista-se sempre como deve ser, física e mentalmente. Faça cerimónia, não chegue à vontade. Chegue melhor.

Se isso fizer parar o homem durante um século, à espera, lembre-se que a minha amiga chegará ao cenário de batalha de couraçado, enquanto ele combaterá numa jangada.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe e as dietas

rabiscado pela Gaffe, em 01.06.11

 

 Faça novas amizades. Arranje amigas ainda mais gordas. Vai ver como é bom relativizar o caso.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe e o destaque

rabiscado pela Gaffe, em 01.06.11

 

Sou neste momento destaque do Pedro. Uma gentileza.

Prefiro considerar que sou o destaque de um homem do que destaque de um sapo, apesar de pensar que, se raramente os sapos são príncipes, frequentemente os homens são uns sapos.

Sinto-me, digamos, ruborizada. No antigamente da minha santa avó as raparigas ruborizavam quando ficavam encabuladas, agora ficam encabuladas quando ruborizam. Considerem-me portanto encabulada.

Ser destacada pelo Pedro é como dar uma volta pela sala. Ficamos sempre mais informadas do que aquelas que permanecem sentadas.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe e a amizade

rabiscado pela Gaffe, em 01.06.11

 

A amizade é como um bom café: uma vez frio, não se aquece sem perder bastante do seu sabor primitivo. Se errar é humano é aconselhável arranjar outra desculpa.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)





  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD