Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe com saudades do futuro

rabiscado pela Gaffe, em 25.06.12

(Jil Sander – Homem - Outono/Inverno 2012-13)

Devo assumir, perante a chuva de especialistas que se me deparam em cada canto e esquina da vida e dos blogs, que sou completamente leiga em assuntos relativos aos que tenho a ousadia de abordar. Não consigo sequer distinguir uns sapatos Oxford ou Blucher de uns Monk Strap e para nomear uma característica específica de determinada peça tenho, não raras vezes, de recorrer ao Google, para não parecer completamente tonta.

Sou uma rapariga de província, minimal e simplória, que decidiu, a talho de foice, enfiar o nariz em seara alheia.

No entanto, nunca foi meu objectivo marcar com firmeza o pequeníssimo universo dos comentadores altamente qualificados nesta área. O meu primeiro e único propósito é registar o que me agrada, independentemente da actualidade do que é assinalado.

Por esta razão, refiro com agrado os chamados paper bagging que, embora não sendo novidade, me deixaram tonta de tanto os desejar.

Originários da ANVE, pequena marca que nasceu a partir de curtos esboços de Anne e Kerstin, as Clutch Saco de Papel, espalham-se pelos quatro cantos do planeta e, como parece óbvio, inspiram-se nos desenhos dos sacos e no modo como cada pessoa pega neles. Seguros na mão, escondidos e apertados com força por baixo do braço, enrolados ou com uma dobra, estas pequenas maravilhas de pele, manufacturadas, são originais reproduções dos velhíssimos sacos de papel que nos cansamos de ver seguros pelas empregadas lá de casa e conseguem conquistar por completo uma rapariga provinciana que se lembra com saudade da padaria do Sr. Antunes, perto de Chaves onde nasceu, e que agora encontra nas ruas de Paris uma versão sofisticada, cosmopolita e fashionable, do modo certo onde o pão quente, estaladiço e incomparavelmente saboroso, era levado à mesa improvisada dos lanches sorrateiros de uma infância.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe tripla

rabiscado pela Gaffe, em 25.06.12

Como diria a minha santa avó, não há duas sem três

Completo a trilogia David Gandy referindo uma das peças que mais deliciosas do guarda-roupa masculino. A American Apparel henley (tunisina para os amigos), usualmente de manga comprida, aparece aqui tornando visível a volumosa musculatura (e algo incomodativa, tenho de admitir) do rapaz que nos provoca arrepios constantes.

Para além de confortável é uma coadjuvante perfeita quando os meninos decidem passar horas seguidas nos ginásios, suando o soalho e os instrumentos.

Como é evidente, a peça, aliada nestes casos das calças cómodas largas e frescas de algodão fino, que permitem uma movimentação ampla exigida ao atleta, não deve servir para um passeio de fim de tarde num tenebroso e apinhado Centro Comercial. Não deve servir para divagar em lado nenhum, abrindo-se uma excepção relacionada com a calçada junto à praia, entre as brumas e os canaviais.

É decididamente uma peça exclusivamente masculina, usurpada, esporadicamente e com reconhecido mérito, apenas por Angelina Jolie, quando a pequena andava aos saltos, disparando obuses, arremessando granadas e desancando os maléficos trastes que ameaçavam a segurança do planeta. Se não conseguirmos uma aproximação, ainda que ligeira, a Lara Croft, deixemos para os nossos rapazes a tarefa de inundarem o algodão egípcio de suor e sangue.

Fiquemo-nos pela discreta vontade de, no fim de todos os esforços, podermos desabotoar calmamente a carcela do decote.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:





  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD