Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe nos pulsos

rabiscado pela Gaffe, em 30.07.12

 

Reconheço que não sou grande apreciadora de adereços usados nos pulsos masculinos. Admito algemas, em ocasiões especiais e festivas.

Há, no entanto, a possibilidade de alargar esta limitação quando as pulseiras masculinas são usadas de forma quase desafiadora, contrabalançando com algum arrojo a ousadia discreta e reservada de um conjunto clássico e disposto a fornecer ao dono um aspecto de cavalheiro respeitável.

São detalhes que devem ser pensados com rigor, conta e medida, tendo em consideração que as contas coloridas no punho e os seus volumes devem obedecer à medida do risco que o homem quer correr.

A discreta ousadia de uma burguesia sofisticada permite um ligeiro e perverso boicote ao rigor dos clássicos e não contraria a elegância do conjunto.

Se o homem conseguir usar no pulso uma pulseira aparentemente proveniente de um universo que não é o habitual e costumeiro, que nos traz uma linguagem diversa da que se espera do resto do conjunto, far-nos-á suspeitar que, por baixo do corte impecável do fato Gucci, há a um subtil aroma a Indiana Jones.

O apelo é quase sublimado, mas funciona lindamente.

Basta evitar que os pulsos chocalhem.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD