Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe pecadora

rabiscado pela Gaffe, em 12.12.12

A Gaffe foi uma rapariga educada dentro dos parâmetros judaico-cristãos.
Lá em casa, diria a tia, cumpriam-se, honravam-se, celebravam-se, homenageavam-se e respeitavam-se todas as peripécias que o pároco e a catequista de serviço nos impunham como condição para nos enfiarmos no buraco de uma agulha. Só não rezávamos antes das refeições, porque a minha santa avó era (ainda é, graças ao Senhor) uma excelente cozinheira.

Esta doutrina vagamente sufocante, foi quebrada por mim no dealbar da adolescência, que me transformou a alma numa personagem possuída pelo demo, capaz de causar inveja à miúda do Exorcista, não se apagando contudo a minha capacidade de partilha.

Não sou a querida Jonet, mas estou longe de ser uma cabra avarenta.

É exactamente por manter estoicamente este espírito de comunhão que, por vezes, fico com os nervos descompostos e capaz de apunhalar os que se alapam no único PC resguardado dos olhares severos e cumpridores dos polícias de serviço que, à paisana, lambem determinadas regiões anatómicas, que me coíbo de referir, do topo das hierarquias.

O PC está posicionado de modo a não ser visto o que se passa no monitor e, para alcançar o pecado, há que atravessar um gabinete inteiro, fornecendo ao infractor a possibilidade de, num click, fazer aparecer o New York Times em todo o seu esplendor, substituindo as páginas dos blogs, facebook e afins, que se vão alimentando neste recanto perverso.

Como se torna evidente, é um PC concorrido.

Não sendo de ninguém, é da Gaffe e de mais três ou quatro bandidos, mariolas, preguiçosos, desavergonhados, biltres, infames, facínoras e descarados que, em lugar de afincado trabalho em prol da comunidade, vão escrevinhando futilidades em páginas absolutamente tontas.

Uma indecência.

Uma incivilidade.

Um escândalo, sobretudo quando, sedentários, embora camelos, prolongam o desértico infinito, e me obrigam a desrespeitar as santas normas do catolicismo, mentindo com todos os dentes, levando-os ao último piso do edifício onde nunca foram chamados ou ao arquivo onde ninguém ficou fechado aos gritos, só para ocupar o que é quase meu, ou mesmo meu e só meu, por qualquer graça divina.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe e as descobertas

rabiscado pela Gaffe, em 12.12.12

Descobri que quando insistimos em dizer sempre o que pensamos, ficamos com cada vez menos oportunidades de o fazer.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD