Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe alentejana

rabiscado pela Gaffe, em 08.01.13

Numa traição sem consequências ao meu gentil SAPO, decido hoje escolher um blog alojado fora do alcance do meu querido batráquio.

O beijo, breve e leve pertence a um alentejano, aldeão e rude, que me apetece ouvir, como rapariguinha amainada, com a cabeça pousada no peito deste homem, calada e quieta, amornada e balanceada pelo som do que me lê, com os braços como ninhos a acolher-me, ruiva, no loiro da planície.

Às vezes a Gaffe é tão menina!

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe com saudades

rabiscado pela Gaffe, em 08.01.13

Lembro-me, era eu minúscula, de ver a minha santa avó a tricotar.

Usava agulhas grossas e a lã era Dralon 5, resistente e duradoira.

Matizava, torcia, entrançava e entrelaçava pontos que inventava com os que tinha herdado. Como um maestro de duas batutas, construía melodias mansas e mornas que usávamos durante os Invernos.

Lembro-me que as peças tricotadas mantinham um vago aroma de gardénia, quase nada, quase tudo, e que as cores que povoavam, este perfume e estas peças, eram quase sempre densas, sólidas, luminosas, quentes e imprevistas, como se um pedaço de Verão se tivesse perdido no entretecer da malha.

Se olho agora o que nas ruas encarna o glamour que é o retorno assumido a um tempo tricotado, sei que, se abrir as gavetas da velha arca em mogno liso ao canto do quarto em que foi urdida a minha infância, o vago aroma a gardénia voltará a tremer nas minhas eternas malhas Dralon 5.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)





  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD