Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe étnica

rabiscado pela Gaffe, em 10.07.13

 

David Agbodji - Missoni (Primavera/Verão 2014)

Rodrigo Somalia - Missoni (Primavera/Verão 2014)

O calor que tem desabado sobre a Gaffe, descasca-lhe o cérebro dando origem a uma espécie pindérica de fuga de opiniões sobre matérias que desconhece de modo constrangedor.

Brisa aqui, brisa acolá, a Gaffe recupera o controlo e, numa reviravolta com uma certa falta de consistência, recupera os sentidos.

Na linha acalorada que se experimenta, esta rapariga esperta lança o seu olhar mais étnico a Missoni e fica encantada com o que lhe depara. A escolha dos modelos é sugestiva e esclarece os espectadores mais lerdos que não entendem que a inspiração chega da Mãe África. Esta preocupação é comovedora e revela o carinho do criador por aqueles que na primeira fila do desfile não distinguem um boi de um gnu e que confundem imensas vezes as riscas daqueles burrinhos giríssimos africanos com as zebras nas estradas e que tropeçam vastas vezes na orografia dos terrenos. 

A proposta étnica permanece em todas as colecções e em todos os anos, sendo transversal a quase todos os criadores. Não é necessariamente uma inspiração com raiz africana, mas convém que a selecção de modelos seja interracial de modo a libertar o espectador, logo no primeiro instante, do esforço que o leva a descodificar o sentido e a fonte daquilo que vê.

Missoni é fantástico! Unindo uma assumida urbanidade a pormenores oriundos de paragens menos urbanas e padrões riscados e tribais, consegue imagens belíssimas de homens com capacidade de fazer sonhar em NY com extensas e tórridas paisagens africanas. 

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD