Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe ucraniana

rabiscado pela Gaffe, em 11.10.13
.

O bombeiro é ucraniano.

Tem cerca de 1.90 m e corpo de nadador olímpico. Usa o cabelo cortado rente e um sorriso largo e gentil. Veste overall azul (fato-de-macaco para os amigo), enfiado numas botas pretas de atacadores, colete almofadado, enorme, vermelho vivo com reflectores de prata e boina presa num ombro. Veio verificar o sistema de alarme de incêndio.

- Onde fica o cabineta da sinhôra? – Pergunta e mostra uma fiada de dentes brancos e perfeitos. O cabineta da Gaffe é mesmo ali e o seu último desejo, a sua derradeira ambição, passou a ser ouvir todos os esclarecimentos acerca de alarmes, de mangueiras e de incêndios sejam eles onde forem, desde que sejam fornecidos pela boca daquele perfeito exemplar de masculinidade.

Durante cerca de meia hora prestou toda, rigorosamente toda, a atenção a um semideus vestido de bombeiro, absolutamente delicado, educado, amável, simpático, disponível, másculo e (pasme-se!) indiferente à sua atenção, um bocadinho suspeita, ao sotaque escaldante e tonitruante do colosso.

Nada de ilusões: a Gaffe é uma perita, uma autêntica especialista no que diz respeito a reconhecer e a distinguir a indiferença total, acima de qualquer suspeita e sem sombra de pecado, da inocência absoluta e da ingenuidade pura perante as suas atenções desonestas.

O caso do impávido bombeiro pertence, sem a menor hesitação, ao segundo grupo: Pura inocência, aliada a um elevado profissionalismo e irrepreensível educação.

Deste episódio surgem algumas questões importantes:

1 - Os uniformes são realmente elementos de atracção irresistível e é então comprovada a teoria de que a passividade das vítimas se deve, também, ao poder paralisante do uniforme do carrasco?

2 - Haverá latente em nós uma insuspeita necessidade de nos deixarmos dominar, mesmo que de forma sublimada, por elementos claramente identificados por sinais externos e simbólicos de poder ou de força?

3 - A inocência completa, equilibrada e cristalina terá ainda a capacidade de resistir, aniquilar e desarmar os matizes tentadores da sinhôras deste mundo por muito agradáveis e subtis que estes se revelem?

4 - Será que de Leste nos chega também uma noção de dever e profissionalismo muito mais vertical e muito mais inabalável do que a existente aqui até agora?

5 - Será que a Corporação dos Bombeiros lhe empresta por dois ou três dias um uniforme completo, reflectores incluídos, com um número que sirva ao português menos desmedido, mas mesmo assim interessante, que vem consertar o ar condicionado?

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD