Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe e um Natal publicitário

rabiscado pela Gaffe, em 19.12.13
.

Lembro-me de ter visto, era eu muito, muito pequenina, um anúncio publicitário que fez definitivamente do Volvo o meu carro favorito.

A imagem mostrava o poderoso animal, cinza metalizado, extraordinariamente bem iluminado, com as cinco portas abertas. Aproximavam-se dele dezenas de bebés, apenas de fralda, a gatinhar. Invadiam-no em poucos segundos. Volante, bancos, mala, capot, o interior e o exterior do portento ficavam completamente povoados de bebés que brincavam, riam, exploravam, tocavam e dormiam sem qualquer constrangimento ou receio enquanto o slogan se fazia ler:

Como o primeiro colo.

Esta irrepreensível imagem publicitária, aliada a um slogan inteligentíssimo, funcionou quase de imediato, atingindo o objectivo de modo certeiro. O Volvo é ainda o carro que quero que me dê colo.

Creio que a publicidade é uma das mais exigentes, difíceis e complexas formas de comunicação. Implica, entre centenas de outras qualidades, estudo, conhecimento, inteligência, criatividade, poder de síntese muitas vezes aliado a uma polissemia cuidadosa, capacidade de captar e operar no inconsciente do público sem o violentar e de criar ou recriar imaginários que terão como finalidade o almejado despertar do desejo de consumo ou mesmo apelar a causas mais dignificantes.     

Quando cumpre todas estas condições, é digna de figurar na nossa memória, ainda que na mais superficial. Quando não o faz, normalmente dispara sobre o próprio pé. 

O Natal é sem dúvida uma das épocas a que as marcas dedicam grande e criativa atenção. Algumas produzem imagens interessantíssimas, originais, inteligentes e dignas de menção.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD