Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe tatuada

rabiscado pela Gaffe, em 04.02.14

Instaladou-se uma indignação pouco ajuizada a propósito de uma menina que tatuou no braço o nome de um imberbe, candidato foleiro, descartável e temporário, a Peter Pan drunfado.

Confesso que tive de googlar o nome do rapaz. Apareceu-me uma amostra de puto baixinho, de calças pelos joelhos, t-shirt desagradável, piroso, delambido, branquelas, com ar de quem vai vomitar pastilha elástica, em poses idiotas, com uns desgraçados e perigosos ares de rebelde sem causa e sem um pingo de carisma. Mal por mal, seria mais engraçado ter escolhido o espanholito com quem a Carminho faz uns duetos. É mais encorpado e a tatuagem ficava com salero.

A rapariga quer morrer com o nome do moço cravado no braço.

Pois muito bem!

Como o  tempo não perdoa a ninguém, vai encarquilhar e mirrar com o tal Bieber a abanar na asa de morcego em que entretanto se transformou o braço e o Bieber não vai saber nunca que há uma velha portuguesa a badalar-lhe o nome que entretanto já cheira a suor e a mofo.

 

Tatuar seja o que for não é o mais indicado para perpetuar o que quer que seja. Mais vale desenhar uns arabescos passageiros com hena. Umas lavadelas e lá se vai o Bieber pela pia abaixo. Desenhecos com hena são muito mais Natura e qualquer um, se for caso disso, pode ficar com umas fotos bem catitas, para mais tarde recordar e sem amaldiçoar essa mesma tarde.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:





  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD