Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de estilete

rabiscado pela Gaffe, em 24.04.14

A Gaffe nunca se deu bem com geringonças, maquinetas e gadgets topo de gama.

Lembra-se que no dia em que a sua mãe lhe pediu para ligar a máquina de lavar roupa enquanto se cabeleireirava, aquele monstro se encheu de espuma e nunca mais acabava de centrifugar. E a Gaffe só tinha de carregar num botão!

 

Agora o que a põe doida são aqueles telemóveis que usam um estilete para fazer funcionar o que quer que seja.

São maricas e esbardalham-lhe os nervos. Não entende como é possível espetar o pauzinho naquelas letrinhas minúsculas do visor sem deixar cair um dos caracteres e em vez de pedido escrever outra brisa. Não entendo como é alguém se senta numa esplanadazita, saca do palito e desata a escarafunchar no aparelho sem parecer um mariconço-chic.

 

A Gaffe odeio telemóveis com estilete quase tanto como detesta aqueles apêndices que se colocam nos ouvidos para receber as chamadas. Fazem até com que um rapaz de boas famílias comece a gesticular, feito palonço, no vazio, a palrar de olhos no chão, sem prestar atenção aos semáforos. Apetece tanto atropelar esta gente das tecnologias de ponta de pauzinho!

Depois, o estilete não tem estilo nenhum. A Gaffe considera muito mais fixe embasbacar-se com a força doida com que os adolescentes teclam SMS, a olhar para ela com caras de parvos e dedos frenéticos, sem qualquer hesitação. Haverá muita gente a receber do outro lado mensagens que não entende e a responder da mesma forma, mas que aquilo é de G8, ninguém pode negar.

Depois, quem se interessa, nesta era de ponta fina, em compreender o parceiro? Nenhuma SMS espera ser elevada a mensagem de Mercúrio. Aquilo é um vê-se-te-avias que o rei vai nu e tem o estilete mais que activo.

 

A Gaffe gosta dos fixos.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:





  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD