Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe furibunda

rabiscado pela Gaffe, em 08.07.14
Estou farta!

Mais uma e acaba tudo à estalada, comigo a fazer as malas e a abalar daqui para fora. Tratam as pessoas como trampa! Como se fossem depósitos de lixo, uns baldes onde se pode injectar a porcaria que acontece, desresponsabilizando-se os que escondem os erros que cometem, atirando as culpas para o lingrinhas que estiver mais próximo.
O grande bruto que chefia o meu departamento farta-se de se ausentar, de reunião em reunião, a fazer de conta que é importante e a mostrar que até pode adormecer no meio daquela inutilidade toda sem que lhe digam um pirolito. Farta-se de meter documentos importantes na mala, para analisar depois, e esquece-se deles dias a fio. Nunca os lê, o gorduroso, careca mental e presunçoso duma figa.
Hoje a secretária do homem entrou aqui banhada em lágrimas. Completamente humilhada e arrasada. Acusaram-na de não ter agendado uma reunião e de não ter avisado o dono. A rapariga é duma competência a toda a prova. Jurou a pés juntos nunca ter tido nas mãos qualquer notificação oficial ou oficiosa daquela coisa. Foi insultada aos berros. O imbecil ameaçou despedi-la. Como eu tinha também sido convocada para aquela chatice do mais palhaço que há, o senhor veio ter comigo a cuspir côdeas.

Se sabia, porque não o avisei, devia e podia ter dito qualquer coisa, está farto de incompetentes, vive rodeado de idiotas, etc., etc., etc.


Passei-me! Como não dependo de psicopatas, disse-lhe que lhe partia as pernas se não tirasse imediatamente aquele rabo gordo da minha frente. O grande rabo vai fazer queixinhas ao chefe de serviço, mas já tenho reservado um cavaquinho em brasa para lhe enfiar pelas goelas dentro. Sei de fonte limpa que a convocatória oficial para a reunião foi entregue em mão ao badameco que a deve ter enfiado no meio dos documentos que esconde. A secretária já a encontrou pousada muito discretamente por cima da mesa de trabalho, sem qualquer nota de entrada e assinatura do receptor.
Não é a primeira vez que o canalha faz destas coisas. Ninguém lhe diz nada e o tipo vai comendo e rindo, mas atreve-se a virar os faróis para mim e apanha uma pantufada no meio da testa que vai pensar que sofreu uma lobotomia.

 

Posso ser depois recambiada para a terra, mas pelo menos vou só depois de ter homenageado o Dr. Egas Moniz.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD