Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe e o perfume do poder

rabiscado pela Gaffe, em 05.08.14

Nunca me tinha deitado no chão a olhar as nuvens, até a minha prima me ter puxado pelo braço e me obrigado a deitar ao lado dela.  


- Quero que me leves à loja do Nuno Gama.  

 

Não quero. A minha prima encarna o mais tenebroso dos pesadelos das meninas que atendem, num misto de fascínio e pavor, as mais caóticas exigências da minha prima. Por onde ela passa, tsunamis e vários terramotos assolam a terra!  

 

- Bem sei que o Nuno Gama transforma as mulheres em carretas de cangalheiro, mas gosto do modo como ele veste os homens.  
Proponho a companhia da minha irmã, mais contida e ordenada.  

 

- Não! A tua irmã cheira a homem.  

 

Não entendo.  

 

- Há duas formas de usar o poder. Os homens só o agarram porque lhes é entregue. As mulheres seduzem o poder a cada passo. Não o possuem sem o seduzir primeiro e sabem que o perdem se esquecerem a capacidade essencial de o enfeitiçar. A tua irmã apenas  o usa porque lho deram. Como um um amuleto posto ao pescoço para a proteger.


A erva tinge os olhos da mulher deitada e a camisa branca de punhos altos e colarinho entretelado. Brinca com o laço do cinto das calças e mira atenta o verniz recente, vermelho sanguinário, nos quadrados pequenos das unhas dos pés e as minúsculas bolas de algodão que lhe separam os dedos. O cabelo espalhado sobre a terra, com ondas largas e caracóis soltos e amplos, insolentes. O sol que vagamente lhe magoa a pele, faz florir na face as sardas liliputianas. Os lábios brilham carnudos, petulantes, e abre-se na relva o fulgor de Agosto.

 
- És assustadora!


Inclina-se. O cotovelo manchado, fincado no verde. Giza os meus olhos com um sorriso.

 
- Não! Eu também cheiro a homem, mas pelas razões certas.

 

Não há nuvens no céu.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe a ver navios

rabiscado pela Gaffe, em 05.08.14

O Creoula é um velho bacalhoeiro que já com a sua missão cumprida e pronto para gozar a reforma, foi adoptado pela Marinha Portuguesa e transformado num belíssima embarcação para treino de civis.

Foram assinados protocolos com Instituições de ensino, nomeadamente as universidades portuguesa e espanhola, permitindo que estudantes realizem cursos de Verão com duração variável.

O Creoula, com um priminho a bordo, está atracado desde ontem na Ribeira do Porto.

Um cenário agradabilíssimo, repleto de sol e de sabor a férias. Vale a pena entrar no Creoula e namoriscar com os garbosos marinheiros tisnados e marotos.

Ainda vão a tempo de o ver zarpar, hoje ao fim da manhã!

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)





  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD