Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe no comboio

rabiscado pela Gaffe, em 20.10.14

5937556-md.jpgLembro-me das pernas cruzadas da minha irmã que retocava o bâton, de caixa de marfim aberta e boca reflectida num espelhinho oval, sentada no banco da gare onde esperávamos o comboio que nos traria de regresso ao Porto.

Era Verão e o sol tocava a bainha do vestido solto e as sombras desenhavam arabescos no granito silencioso da espera. Nada bulia e um bagageiro rançoso encostado ao umbral da porta lambia a seda fresca das esguias pernas da mulher indiferente à canícula, a retocar o bâton de boca projectada num espelho.

 

A mendiga veio devagar sentar-se ao meu lado. Cheirava a urina e a fumeiro. Com olhos injectados, melados, de pálpebras descaídas com mãos gretadas e papudas, pequenas manápulas disformes, fétida boca escaqueirada e uma idade imensa que não era a dela.

 

Eu, no meio das duas, sentia que o universo se mostrava. A linha tinha-me no centro. No início e no fim, os dois opostos.

 

- Sofro da cabeça. Tenho tantas dores medonhas que quase me arrancam os olhos. – Explicou-me de repente.

 

Olhei para a minha irmã que permanecia indiferente. Pareceu-me um insecto esguio e fino. O gesto inesperado de humedecer o indicador e de o levar à sobrancelha esquerda para nela retocar um erro que tombara, acentuou a sensação de frágil e quebradiço insecto maléfico.

 

Sofro da cabeça. São dores que até me arrancam os olhos. - Voltava a outra.

 

A minha irmã tem um mesquinho olhar sobre os do fim. Não os sente, não pode a eles ser exposta, não se responsabiliza. A dor alheia não deve ser mostrada crua, em ferida aberta. Pagava ao Estado uma fortuna para que ele cuidasse da protecção dos fracos.

 

- Também ouço vozes e de noite, na minha casa, vejo pessoas a estrelejar. – Continuou a mendiga de olhos injectados e palavra ensopada e pantanosa.

 

O comboio acabou por chegar e dentro, sentada, a minha irmã dispersa abriu revistas.

Da janela olhei, até perder de vista, a outra que ouvia vozes e via na noite gente com estrelas.

 

Lembro-me que foi nesse instante que a minha irmã envelheceu.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD