Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe silenciadora

rabiscado pela Gaffe, em 24.09.16

ar..jpg

Não me apetece falar sobre nada. Seria bom que te calasses também.

- Devias falar sobre todas as coisas. Se falares sobre uma tulipa ou sobre um cão, eles tomam o lugar que desocupas na tua boca e consegues sentir o cálice da flor e ouvir os latidos do teu cão. Se te calares, se não falares de tulipas e de cães, ficas sem o tecido das pétalas e amorteces o som dos cães que chamam por ti, dentro da boca.

- Quem te disse todas essas coisas? São patéticas e estou cansada de te ouvir. Cansei-me de metáforas

- Ninguém me disse nada.

- Então não fales.

- Se tu quiseres, não falo.

- Quero.

- Fico aqui sentado. Não digo mais nada.

- Não é verdade quando dizes que se me calar amorteço todos os sentidos. Ninguém amordaça o sentir com o silêncio.

- Eu consigo.

- Então ficas com os latidos dos cães dentro da boca.

- E sem tulipas ou com tulipas a latir na vez dos cães.

 

Às vezes as metáforas são como náufragos. Entra-lhes dentro o mar inteiro. 

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:





  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD