Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe hereje

rabiscado pela Gaffe, em 13.10.16

livros.jpg

Não mexe um músculo, não pestaneja, não boceja e não desata aos pulos musicais. É-lhe absolutamente indiferente, embora não deixe de ser agradável  - somos todas um bocadinho esquizofrénicas quando se trata de galardões, - que o Nobel da Literatura 2016 tenha sido atribuído a Bob Dylan - nomeado já em 2015.

A Gaffe gosta mais de Chico Buarque. 

Poderia ter sido Haruki Murakami, Philip Roth, Ngugi wa Thiong’o, Joyce Carol Oates, ou até mesmo Elena Ferrante via e-mail, que a reacção - ou a ausência dela - teria sido a mesma.

 

A Gaffe folheia o seu livrinho, de autor mais comedido - mas escolhido por ela, - e pensa que o Nobel da Química poderia ter sido atribuído ao Brad Pitt. Afinal, minhas queridas, todas sabemos das reacções que o rapagão provoca em nós.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe de chiffon vermelho

rabiscado pela Gaffe, em 13.10.16
Era Verão e havia vento.

 

A memória alheia introduz-se na minha e é criada uma entidade nova, somatório das duas, pertença minha e do outro que ma deu, mas de que tomo posse, como de um objecto que foi moldado em barro por duas mãos diferentes, mas que é pousado no chão da nossa alma e ali fica, a ver-nos.

 

Havia vento e era Verão.

Ele contou-me.

 

A mulher loira de sorriso brando, vestida de chiffon vermelho, com os pés nus na areia. O vento espalhava a mancha de sangue do vestido, ao sol. De pés nus na areia. Sorria, a mulher com o vestido de sangue que esvoaça. Sorria sempre e havia vento. Cada gesto seu ondulava e o oiro do cabelo tinha de ser preso pelos dedos finos, brancos, com anel, como o lugar onde tenho esta memória.

 

Nunca conheci esta mulher, morta antes de a poder olhar e no entanto, se fechar os olhos, a nitidez com que o meu espanto a encontra é de tal forma clara e branca que a memória que dela tenho é minha sem o ser e multiplica-se noutros cantos e em lugares diferentes, longe do vento de Verão de chiffon vermelho.

 

A mesma mulher num Hotel de charme. Nas portas que rodam, a guiar o filho. De casaco grande. Caxemira, de bolsos gigantes com vento de Inverno. De rosto redondo e olhos que o filho recebeu de herança.

- Como um carrossel, meu rapazinho, as portas giram sempre. São mágicas. Como num carrossel, meu rapazinho, encontras-te contigo se sonhares.

 

Na memória rodopio, mulher que me chega na memória alheia. Na que me pertence porque me foi dada e é branca como um vestido de chiffon vermelho ou como um carrossel de vento a girar num sonho.  

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe oferecida

rabiscado pela Gaffe, em 13.10.16

gruau.jpg

 

A Gaffe desgasta o seu preguiçoso tempo debruçada sobre o Photoshop até que o seu pequeno universo fique anestesiado ou produza uma imagem agradável à vista, mas desenhada sem preocupações.

Durante uma das suas passeatas descontraídas, acabou a lutar com um dos Templates do SAPO. Adaptou-o, manipulou-o, acrescentou-lhe alguns detalhes, retirou outros e ficou com um layout novíssimo que espera agora pelo dono.

 

Decidiu que talvez valesse a pena lançar-vos um desafio.

O layout está pronto, o header - ou o cabeçalho, como queiram - pode perfeitamente ser adaptado ao blog que o recolher e todos os códigos - HTML e CSS - estão ao vosso dispor.

 

Claro que terá de se encaixar da melhor forma possível no blog que o acolhe.

Exactamente por isso, sugiro que os blogs que desejem muito sofrer as sevícias da Gaffe, se apresentem nos comentários a este post. No meio da multidão - que se tem a certeza aparecerá ... ...  - encontraremos por certo um que absorva o layout criado.

 

Minhas queridas e meus queridos, basta que comentem - até dia 14 - este post e descrevam de forma muito sucinta o que realmente trazem espalhado pelo blog que vos pertence. A Gaffe promete que vai ler-vos com muitíssima atenção e escolher aquele que pode fazer o favor de acolher o layout criado.

 

Os voluntários podem começar a aparecer que não dói nada!  

 

Nota - As inscrições estão encerradas. A Gaffe não vai conseguir escolher o mártir! O layout terá obrigatoriamente de o fazer por si.

 

Ilustração - R. Gruau

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)





  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD