Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe intérprete

rabiscado pela Gaffe, em 12.04.17

A Gaffe descobriu há um tempo - tem andado sem ele - que existem cavalheiros pagos regiamente que afirmam dominar a leitura da linguagem corporal das gentes que vão observando, sendo capazes em consequência de interpretar o que realmente as vítimas incautas querem dizer ou fazer. São peritos na ciência dos maneirismos e tiques de todos os que tentam esquivar-se do escrutínio das massas, manipulando o que declaram, esquecendo que são atraiçoados pelo cotovelo mal colocado, pelo erguer da sobrancelha esquerda, pelo cruzar dos braços, ou pelo espreitar o parceiro através do erguer da pupila acima das lentes.

Uns mágicos capazes de afirmar que o sisudo gestor do potentado está a fugir ao fisco, porque olha com placidez as unhas quando nega o facto e - porque arranha os pecadilhos com muita subtileza -, tem escondida uma fortuna nas Caimão.

 

A Gaffe decidiu experimentar este tão interessante universo e concluiu que a verdade é como Deus. Está nos detalhes.

 

Após registos vários em Excel e cálculo estatístico demoníaco, a Gaffe encontra-se apta a fornecer, através da leitura de duas expressões faciais dos rapagões, o modo como desvendar as masculinas asneiras que pretendem ocultar da nossa linha de acção correctiva.

 

I

1a.jpg

 

Partiu a jarra da dinastia Ming que nos ofereceram no aniversário e tentou colá-la com UHU, ou Super Cola 3; escondeu-nos o comando da televisão, porque vai ser transmitido o jogo Benfica-Sporting e sabe que escolhemos sempre a Paula Moura Pinheiro e as séries escandinavas do canal 2; usou todo o nosso creme depilatório nas axilas e deixou-o sem tampinha, tombado ao fundo do armário com o bocadinho que sobrou a manchar a superfície, e espera que acreditemos que foi lapso nosso colocá-lo ali sem estar fechado, ou esbardalhou a cerveja no sofá e sentou ali o gato para que pensemos que a culpa é nossa por não abrimos a porta ao bicho - eu bem dizia que um gato não era boa ideia - para o bicho fazer xixi.  

 

II

2a.jpg

 

Foi descoberto.

E temos sempre razão.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe da Playgirl

rabiscado pela Gaffe, em 12.04.17

Thom Browne.JPG

 É delicioso encontrar numa qualquer esquina da vida - mais espaçosa, dada a dimensão do rapaz - um garboso e prometedor coelhinho friorento.

 

Por muito que soubermos resistir, seremos sempre tentadas a afagar e a mimar a orelhuda e fofinha criatura e, segundo um dito popular pela Gaffe adaptado, quem os nossos mima, a nossa boca adoça.

 

Há portanto sempre a hipótese de levarmos connosco, pelo beicinho mimado, o orelhudo animal.

 

Thom Browne - Outono/Inverno 2017

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD