Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe num rebelo

rabiscado pela Gaffe, em 04.09.17

163.jpg

 

É pelos caminhos estreitos e pasmados como frestas que doem como cortes de papel, que eles chegam a acarretar os seus corpos de videiras. Cheiram a suor e a velho, a cestos e a pão de trigo e trazem bagos de uvas nos olhares e mostram nus outros corpos que não vejo nos corpos sujos de terra e sumo de uva. Outros corpos nus enlameados que arrancados dos braços do chão e dos vinhedos, chegam com eles de camisas rasgadas porque suam.

 

É da torção da terra, do retorcer da vinha, do leito que o vinho cava como o rio, que os homens que chegam das frestas pasmadas dos caminhos me estendem os acenos desses corpos sujos, coloridos pela noite dos lagares, esfarrapados como rosas lapidadas, e deixam do fundo da ternura que o meu Douro bêbado de mosto marque devagar a rota dos rebelos nos meus seios.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe de Anabela

rabiscado pela Gaffe, em 04.09.17

abcd.gif

 

Anabela Mota Ribeiro informa, com o seu habitual fastio de Greta Garbo dos chineses, que nesta edição da Feira do Livro do Porto, haverá pela primeira vez as Spoken Words.

A primeira Spoken Words dedicar-se-á à demanda de Saramago para uma melhor compreensão da sua obra.

 

Convém que os bichinhos ouçam com muita atenção, agradeçam e admirem, porque Anabela Mota Ribeiro teve a maçada de descer da estratosfera onde convive com o pensamento abstracto, com os mais complexos conceitos e com as mais eruditas vozes de peso cultural inominável, num tu-cá-tu-lá de capelinha, para comunicar aos gentios, aos terráqueos, aos pobrezinhos e aos mais desfavorecidos, que se realizarão as Spoken Words, pela primeira vez, na Feira do Livro do Porto, e que, pese embora o aborrecimento que lhe causa ter de avisar o populacho, a divulgadora generosamente permite que a ouçamos a fechar vogais num timbre onde o spleen espreita muito chique e com sotaque capaz de humilhar Sua Majestade inglesa.

 

Não sei o que são Spoken Words. Não são debates, pois que existe a palavra para os nomear; não são mesas-redondas, pois que a expressão está viva quando existe o círculo; não são conferências, visto assim se chamarem quando surgem e não são defesas de teses cultíssimas que tudo parece já mui doutorado.

 

Spoken Words provavelmente é apenas uma expressão pacóvia ouvida quando não se consegue disfarçar a parolice e se usa um estrangeirismo giro para substituir o que em português se entende como muito visto, já muito normal e sem nada de novo a esbardalhar.  

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD