Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe balança os sapatos

rabiscado pela Gaffe, em 11.11.15

mens-shoes-cap-toe-double-monk-medallion.jpg

As razões, se encadeadas, que transformam uma rapariga que se preza, razoável e ajuizada, numa psicopata assassina capaz de apunhalar quem interfere na colecção de sapatos que não se cansa de aumentar, tornariam a Muralha da China numa pequena construção em Lego.

Parte da culpa desta deliciosa anomalia está relacionada com o facto de terem sido os sapatos femininos usados como instrumentos de domínio e de controlo pelos rapazes, sobretudo os medievais e os renascentistas, que tomavam como signo de beleza as plataformas de madeira, gigantescas, apensas à sola dos tamancos disformes das donzelas. Nenhuma das moçoilas em questão conseguia calcorrear as ruelas e vielas tortuosas sem a ajuda de matronas sinistras a soldo do patrão e o sério risco de se partir a anca numa correria esconsa para os braços de um amante, boicotava qualquer deseja de trair.

Como é evidente, as mulheres decidiram agarrar com ambas as mãos os instrumentos de controlo masculino que traziam nos pés e transformaram o que seria opressor num poderoso método de sedução, capaz de fazer mover montanhas sem que fosse necessário dar um passo.

Nesta alteração de poder acabaram por depender da teia que urdiram e, deleitosamente viciadas, voluptuosamente jogadoras, deixaram-se fascinar pelos fios que teceram.

Esta fascinação feminina é estendida, embora com menos visibilidade, aos sapatos do outro sexo.

 

As mulheres gostam de sapatos masculinos com quase o mesmo entusiasmo que dedicam aos seus.

 

Reconhecendo o facto, rapazes, nunca é demais saber que mais vale aparecer descalço do que mal seguro e se nesta operação de indiscutível charme e sedução, o moçoilo bem calçado e pueril balançar os pés, a eficácia do acto duplica a olhos vistos. Raramente uma mulher consegue resistir a uns sapatos perfeitos com um quase infantil patifezinho dentro.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


18 rabiscos

Imagem de perfil

De Varufakis a 11.11.2015 às 08:57

Anda por aí uma moda que eu desteto, que é a de usar as calças de arregaçadas, ou com elástico, como se fosse para andar de bicicleta!
O Sapato de sola é um património da humanidade, deve ser respeitado e no meu ver deve estar sempre acompanhado de uma meia preta.
Acho que fica ridículo quando é usado sem meias ( para além de ser desconfortável)
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.11.2015 às 14:42

Ah!
Depende tanto do rapagão e da imagem que o completa! Depende tanto!
Imagem de perfil

De Psicogata a 11.11.2015 às 09:59

Verdade, gosto quase tanto de sapatos masculinos como dos femininos, adoro ver um homem bem calçado.
Não são raras as vezes que compro calçado para o MQT porque me apaixono por um par, mesmo que saiba que ele só os usará em raras ocasiões.
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.11.2015 às 14:40

Alguns são tão sedutores!
Apesar de tudo, sou ainda mais doida por carteiras.
:)
Imagem de perfil

De Psicogata a 11.11.2015 às 14:46

Eu entre sapatos e carteiras... hummmm acho que não consigo dizer por quais sou mais doida.
Pior é que aos sapatos e às carteiras tenho de juntar todos os outros acessórios, lenços, luvas, chapéus, brincos, anéis, colocares...
E o pior é que depois não uso quase nada porque saio sempre a correr de casa e não há tempo para conjugações.
Nem falo da minha obsessão por casacos, a única peça de roupa que gosto realmente de comprar.
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.11.2015 às 15:18

Perco-me pelas carteiras.
Os meus colares e os brincos são bastante limitados, por razões que não vale a pena trazer aqui.
Mas gosto muito de acessórios.
Imagem de perfil

De Psicogata a 11.11.2015 às 16:01

Eu não me importava de gostar menos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.11.2015 às 16:16

:)
Junta-te ao meu grupo...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 11.11.2015 às 18:37

Se há coisa que mais gosto de ver num homem é um sapato perfeito impecável e se for um sacaninha, ou patifezinho (sempre estivemos de acordo quanto a isto), ui!
. Como tal sou fã, adoro, e tenho.
Sei que sou baixa, mas de vez em quando esqueço-me disso e sinto-me bem quando os calço ( de longe mais femininos que os malditos sapatos e botas com plataforma...que aleijadas e inestéticas ficam nos pés das moçoilas!).
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.11.2015 às 19:31

Um segredo:

Eu gosto de calçar sapatos - picotados - de homem...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 12.11.2015 às 00:13


E deve ficar com um estilo fantástico (imagino-a).
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.11.2015 às 10:16

Não fico mal, não senhora!
:)))
Imagem de perfil

De Fernando Lopes a 11.11.2015 às 19:34

Já que estamos na onda de «calçado opressor» não se esqueça da milenar tradição chinesa de enfaixar os pés das mulheres, um modo não muito subtil de não lhes permitir locomoção fácil, restringindo-lhes os movimentos e consequentemente a vida social.
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.11.2015 às 20:14

Sim. É verdade. Mas existe também um pressuposto altamente "erótico", a roçar o doentio, nesse enfaixar.

Um dia conto-lhe uma história chinesa maravilhosa que ouvi o meu avô contar. Fala de uma menina que queria procurar a Alegria, mas não conseguia percorrer os caminhos íngremes onde a poderia encontrar, com os pés ligados.
Imagem de perfil

De Fernando Lopes a 11.11.2015 às 21:14

Essa história promete. E as versões dos avôs são sempre deliciosas. Fico à espera que cumpra a promessa.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 12.11.2015 às 23:17


Histórias de avós são tão doces e eles/elas, tinham jeito especial de as contar.
Imagem de perfil

De Gaffe a 13.11.2015 às 10:02

Toda a minha infância teve histórias encantadas e contadas pelo meu avô.

Comentar post






  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD