Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de Maria José Portugal Portugal olé olé

rabiscado pela Gaffe, em 14.07.16

 

IMJPP2.png

II

MJPP.png

 

Está um calor de ananases. As altas temperaturas derretem o meu já parco sentido de humor.

Por isso, Maria José Portugal Portugal, não vou fazer de si um berlinde de plástico que se atira ao gato empatando o tédio vendo-o a brincar.

 

Quero conversar consigo. Obedeça e sente-se.

 

O que escrevo aqui, resulta do imenso respeito que sinto sobretudo pela MJ e pela Filipa. Conheço mal ou nada as restantes pessoas a quem roubou os ossos para construir o seu esqueleto. Não me dirijo a si por minha causa.

 

Quero contar-lhe duas histórias que unidas permitem compreender esta minha falha.

 

A primeira é a de um aristocrata francês, Ajudante de Campo de Napoleão, que acompanhou um general quando numa das Invasões os franceses pelo Douro entraram.

O jovem aristocrata apaixonou-se. Quedou-se a ver uma mulher no rio. Casou com ela. Nasceu uma filha. Uma única filha. Morreu, tinha a criança quatro anos.

Duas mulheres sozinhas numa terra antiga avessa a surtos extemporâneos de feminismos impensáveis, tornam-se depressa párias e malditas.

A criança desta história cresceu a ouvir da mãe sussurrar o que lentamente se foi entranhando como a raiz de uma vinha.

Se a lama te tocar no sapato, descalça-o. Pousa o pé na terra enlodada, mas não sintas. Se não sentires aprendes a pairar.

A história continua, mas jamais a entenderá.

 

A outra história é mais recente.

Há alguns anos uma mulher acusou-me de tenebrosas conspirações e medonhas cabalas. Foi maçadora a insistência com que esgravatava o chão à procura de grãos de palavras minhas ou de migalhas de atenção que lhe dessem uma ilusão de pertença a qualquer coisa. A mulher continua ainda hoje a demanda demente.

Confesso que de quando em vez a leio.

A última vez que o fiz encontrei uma pretensa caricatura minha. Abjecta, nauseante, mal escrita e - valha-me Deus - mais uma vez mal pontuada.

 

Não tem fim esta segunda história, mas ajuda-me a entender que para além de me plagiar, a Maria José Portugal Portugal toca-me no sapato também de uma outra forma.

 

Eu também finjo.

 

Confesso-lhe que, perante o seu plágio, fingi indignação. Admito que mimei revolta e nojo. Assumo que menti quando me propus transformar o seu batom num supositório que administraria com prazer - antes de perceber, que fique claro, que é exactamente o que faz há muito tempo. Tem de trocar a marca do cosmético.

 

Fingi, Maria José Portugal Portugal. Fingi como fingi repulsa perante a caricatura que de mim fizeram.

 

Não senti nada.

Não foi indiferença, acredite. A indiferença é bem menos do que aquilo que acontece. Foi o Não Sentir. O mesmo medonho Não Sentir que a rapariga do Douro antigo aprendeu da mãe.

 

Percorri o seu álbum de fotografias - o único pedaço de si que penso real e a que tive acesso - pela mesma razão que me leva a voltar a ler a outra mulher. Para ver se sinto. Para ver se sinto seja o que for.

 

Não senti.

Não sinto.

Nada.

Apenas o vácuo, suponho que parecido com aquele que surgiria se apagasse da sua página do facebook o que plagiou. O seu retrato.

 

Acredite, Maria José Portugal Portugal, que este Não Sentir napoleonicamente actual que induzem nos outros é uma das mais justificadas razões para o suicídio.

 

Acabei. Levante-se e saia.

 

I - aqui

IIaqui

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


42 rabiscos

Imagem de perfil

De Cecília a 14.07.2016 às 11:47

por vários motivos, talvez desajustados, sempre vejo quem se suicida como alguém que, julgando tal ser possível e num pedacinho de instante, quer parar de sofrer; raramente se suicida alguém que faz sofrer/estorva os outros.

há que pairar. sempre.

Cecília
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 11:50

Minha querida Cecília,
Volte a ler o primeiro parágrafo, por favor. Diz assim:
"As altas temperaturas derretem o meu já parco sentido de humor."

Pairemos portanto.
Imagem de perfil

De Cecília a 14.07.2016 às 12:08

cara Gaffe, se eu quisesse "olhar" para coisas fáceis jamais visitaria as suas avenidas. sei bem ao que venho (ao contrário das marias que apenas pretendem encher a mácea). precisei de ser leal aos suicidas; as nossas memórias nem sempre, ao pressentirem o risco de serem enlameadas, sabem pairar. espero que compreenda.


Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 12:27

Peço-lhe desculpa. Sou tão intempestiva.

(... O que é "mácea"?)
Imagem de perfil

De Cecília a 14.07.2016 às 13:45

pia ou gamela dos porcos ;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 13:52

Ah!
Pensei que se referia à página do FB da visada.
;)
Imagem de perfil

De Corvo a 14.07.2016 às 12:17

Pois olhe que não se nota.
O...parco? Sentido de humor derretido pelas altas temperaturas.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 12:28

Neste momento, meu caro, sinto-me bastante carrancuda.
:)
Imagem de perfil

De Corvo a 14.07.2016 às 13:05

Asseguro-lhe o encanto incólume.
:)
Sem imagem de perfil

De Be a 14.07.2016 às 12:43

A revolta nunca me permitiria escrever com esta educação e inteligência.
Nunca conseguiria não sentir nada se fosse usurpada da forma que tantas pessoas foram, algumas em registos demasiado íntimos.
Faço-te uma vénia.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 13:19

Oh!
Mas não fui grandemente surripiada, se compararmos com a vergonha com que tanta gente foi ali roubada.
Embora plagiar qualquer pedacinho minúsculo consubstancie crime, não nos podemos esquecer que vi o álbum de fotos da plagiadora.
Explica quase tudo.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 14.07.2016 às 14:56


O que se passa neste mundo da blogosfera, Gaffe?!
"Quem é essa senhora Maria José Portugal Portugal" que tem a sua página do FB indisponível?
Agora entendi alguns dos seus posts.
Nunca, jamais conseguiria escrever um post como estes, com tanta elegância e educação.
Apetece-me dizer uma grande palavrão a essa senhoa, mas este é o seu canto, não, não o faço, porque a respeito.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 15:13

Está vedada desde ontem.
Suponho que não vai apagar nada do que plagiou. A página ficaria em branco.
Tão triste.
Imagem de perfil

De Filipa a 14.07.2016 às 16:41

Olha, eu cá não digo nada que mal abro a boca já estou a ofender.
O que tinha a dizer já disse.
Siga para bingo que já tenho outra doida à perna.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 16:48

O HORROR!

Tu não és a Filipa! Tu és o manicómio e o meu estilo e a minha vida não se coadunam com jardins mal tratados, coletes mal cosidos e sem griffe e corredores escuros com seringas usadas pelo chão...

(Tens seringas?... Tranquilizantes? ... hum? ... hum?... Queres um charro?... hum?)
Imagem de perfil

De Filipa a 14.07.2016 às 16:51

CHARRO???
Isto já não vai lá com charros!!!

Vinde a mim doidas dum cabrão.
Vinde que estou de braços abertos para vos amparar a todas.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 16:59

Do tipo "Deixai vir a mim as criancinhas"?!?

AH! Não, Filipa!
Outra adaptação de uma citação da Bíblia e juro que apareço em cima de uma oliveira.

Sem cuequitas.
Imagem de perfil

De Corvo a 14.07.2016 às 19:46

Deixai vir a mim as criancinhas!
Abençoados os pobres de espírito pois deles serão o reino dos Céus!
Em que olival, Gaffe? Em que Olival?
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 19:56

O Ronaldo é rei de Portugal. Convém contenção.

A oliveira que refiro é aquela que está onde o sol andou às voltas e onde se fundou um Império à custa de um trabalhito infantil.

Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 17:02

Perdi o meu último comentário!
Se continuas a responder isto fica surreal.

Tenta comentar um visível, caso sintas essa necessidade (que sentes, eu sei).
Imagem de perfil

De Filipa a 14.07.2016 às 17:03

Qué isso de comentar um visível??
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 18:32

Apaguei um comentário MEU! Um comentário que eu tinha feito sem reparar que já tinhas respondido. Apaga logo o encadear da comversa, mas tu consegues ver e responder, são contabilizados, mas não aparecem.
Dei conta disto numa conversa com a neurótica. Ficamos as duas pasmadas (... não foi boa escolha) quando percebemos que falávamos apenas as duas e aem ninguém poder ler.

Só se voltares a um comentário visível é que o rimo da conversa se torna normal e público.

Que consumição!
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 18:33

* conversa
Imagem de perfil

De Filipa a 14.07.2016 às 18:34

Sei lá fazer isso.
Pasmada é liiiiiiiindo!!!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 18:37

Mas muito mariazinha.
Imagem de perfil

De Filipa a 14.07.2016 às 17:18

OS MEUS COMENTÁRIOS??????

NUNCA MAIS CÁ VENHO, QUE AFRONTA!
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 18:35

Ai!
Depois eu é que sou a ranhosa toda pilocas e frágil.
Por amor da Senhora de Fátima mais os drunfados dos catraios
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 18:38

Sou recatada.
Imagem de perfil

De Fleuma a 14.07.2016 às 18:19

" Quero conversar consigo. Obedeça e sente-se."

" Acabei. Levante-se e saia."

Sinceramente?
Ainda não consegui parar de rir!



Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 18:35

Resultou.
:)
Imagem de perfil

De M.J. a 14.07.2016 às 19:01

O que eu sei é que começo a ficar um bocadito farta de brincar isto. Qualquer dia em vez de brincar à macaca pego na pedra e mando-a aos cornos de alguém.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 19:13

Oh! MJ, eu não tive culpa.
:(
Imagem de perfil

De M.J. a 14.07.2016 às 19:15

foi um comentário aparvalhado mas ainda estava de volta de outro incêndio e escaparam-se-me os dedos.
desculpa.
li o que escrevi e até parece que te acuso.

deus!
começo a precisar de ler só coisas de gatinhos, unicórnios a vomitar arco-iris e cãezinhos a lamber-se uns aos outros.
sabes algum sítio desses?
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 19:18

O Parlamento europeu?
Imagem de perfil

De M.J. a 14.07.2016 às 19:19

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.07.2016 às 19:22

:))))
Tão bom ouvir outra vez as tuas gargalhadas!
Imagem de perfil

De Quarentona a 14.07.2016 às 23:25

Se soubesses as vezes que já me deu vontade de te roubar os escritos, corrias comigo à vassourada :P
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.07.2016 às 00:07

:)
São teus, se me disseres que os queres antes de os levares.
Imagem de perfil

De Quarentona a 15.07.2016 às 00:22

Claro que sim! Sabes bem que não o faria de outra maneira :)))) Mas serviriam apenas para guardá-los só para mim ou para passá-los a quem amo, como as jóias mais preciosas da família ;))))
De todo modo, agradeço-te imensamente a oferta :))))
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.07.2016 às 09:23

:)

Estás a precisar de um header novo...
Um dia faço-te uma proposta, aceitas?

Comentar post



foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD