Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de noite

rabiscado pela Gaffe, em 19.10.17

561.jpg

A noite é uma árvore lancetada.

É chegado o tempo em que as raízes petrificam de cansadas. A seiva em escultura.

É tempo de tentar ser outra coisa.

 

A noite é outra coisa que não eu?

 

Não há razão para não o ser, mas as razões são o acaso que invade o território sem qualquer pudor. Chegam como se tivessem uma história onde não entramos. Uma história que pode ser contada sem nós. Uma história exclusivamente delas, onde a nossa mudez está na garganta, definitivamente na garganta, e não no lugar onde nós somos.

Eu e noite temos secretos recantos onde a minha voz se ouve claramente. Os olhos da noite rastejam dentro da minha voz. Um pacto em que a noite deixa mortas as palavras corrompidas e eu aceito esse abandono como uma oferta inevitável.

 

É tão tarde e não amanhece.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


8 rabiscos

Imagem de perfil

De Fleuma a 19.10.2017 às 16:55

Pequeno facto absolutamente verdadeiro e que raramente admito, mas há uns anos ( largos ...) fui diagnosticado como sofrendo de uma severa nictofilia. Quando falo de escuridão ou da noite, é por obsessão. É um fascínio doentio e quase, como disse o psiquiatra, orgástico.

Já venci uma pequena etapa e como nictófilo aceitei este transtorno, que por vezes raia o drama. Tem sido uma batalha constante e mesmo após tentativas de recondicionamento mental, terapia de grupo e afins, nem sequer me sinto em recuperação. Creio que 80% de mim é noctívaga e o resto a dormir e a esperar pelo escuro.

O que para muitos é romântica poesia e afagos ternos para mim é absolutamente salvador. E nem sempre tem muita graça.

Perdoe tantas palavras e a confissão, mas este post foi "meu"!

A Gaffe não deixa de me surpreender e revelado isto alguém vai pensar porque não me expulsa destes lados.
Imagem de perfil

De Gaffe a 19.10.2017 às 17:57

Eu suspeitava. Pode não acreditar mas as ruivas são poderosamente instintivas.

Contrariamente a si, sou diurna. A noite é apenas o que acabei de descrever. Uma cúmplice estranha, quase interior, mas muitas vezes muda.

Lembre-se sempre que aqui é seu o que assim concluir.
Sem imagem de perfil

De Cuca, a Pirata a 19.10.2017 às 20:18

Tão bom, mas tão bom...
Imagem de perfil

De Gaffe a 19.10.2017 às 20:43

Nada que possa embarcar nas tuas naus.
Imagem de perfil

De Bruno a 20.10.2017 às 00:58

Ai, Gaffe, Gaffe!

A noite... como sempre me encantou, até que me perdi nos seus encantos. Como sempre a quis, como sempre me chamou, como se dela me parisse.

Obrigado por este texto,
Beijinho
Imagem de perfil

De Gaffe a 20.10.2017 às 10:48

Espero que se esteja a referir à noite, meu querido Bruno...
;)*
Imagem de perfil

De Bruno a 20.10.2017 às 21:11

Sim, sim, é mesmo a noite que me refiro.
Imagem de perfil

De Gaffe a 20.10.2017 às 21:48

Eu sei.
:)*

Comentar post



foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD