Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de quatro

rabiscado pela Gaffe, em 15.02.17

1.102.jpgÉ cansativo a Gaffe ter de repetir o quanto gosta de rapagões com barba.

No entanto, já é novo fazer notar que para ostentar uma pilosidade facial que comove de tão atraente e nos deixa de joelhos e a agradecer aos deuses a possibilidade de enlouquecermos sem qualquer réstia de pudor, urge obedecer a determinadas condições que, contrariadas, nos plantam na frente um troglodita macabro ou, na melhor das hipóteses, o Professor Pinto da Costa.

 

A nuca peluda

Nenhuma barba resiste ao nosso escrutínio quando parece dar a volta ao pescoço. A barba tem se impor, solitária e nobre, anulando a adversidade. Não pode parecer que tem um armazém de pêlos logo atrás da montra.

 

Pêlos nas orelhas

Permitidos aos senhores que ficam muito irritados nas noites de lua cheia e interditos aos restantes que nas noites da dita nos levam a ver o mar ou a jantar em Paris com vista para o Sena. A barba não começa nos pavilhões auriculares. Nada começa aí, a não ser a vontade de nos obedecer.

 

Pêlos no nariz

Uma barba que traz apenso um bigode que se introduz nas asas do nariz, apenas nos lembra a brisa dos Verões mais amenos porque nos faz ficar sempre à espera de ver por ali sair os grilos que ali se escondem.

 

Sobrancelhas Álvaro Cunhal.

Não é de todo aconselhável usar umas idênticas às do Cristiano Ronaldo ou a do travesti do quinto esquerdo, mas é simpático que não as consigam pentear até ao infeliz encontro com os pêlos que enfeitam a nuca.

 

São algumas das mais básicas premissas que um qualquer barbeiro que se preze se encarregará de cumprir.

Ignorá-las é facilitar o coreografo dos desfiles de Carnaval de uma mimosa aldeia portuguesa e inundar de luar o tal homenzinho que se irrita.  

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


10 rabiscos

Imagem de perfil

De Me, myself and I a 15.02.2017 às 11:16

O sr. meu marido também usa barba e gosto imenso de o ver assim...ficam mais sensuais...com um je ne sai quoi de bad boy!
Mas resolveu agora tirar a barba mas ainda não o vi ao vivo a cores sem ela (ele está longe)...mas vai deixar saudades!
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.02.2017 às 13:19

Todos os homens que fazem realmente parte da minha vida, usam barba!
Imagem de perfil

De Quarentona a 15.02.2017 às 12:25

Nem de propósito, há pouco estive com um colega de outra cidade, ele deixou crescer a barba e pareceu-me que o favorecia deveras, até que se aproximou e reparei nos enormes tufos de pelo preto que brotavam nas suas orelhas... achei que deve ter cuidado agora que a primavera se aproxima, não vá algum passarinho achar que são perfeitas para nidificar :D
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.02.2017 às 12:35

Havia um juiz do Supremo que trazia a Amazónia nas orelhas. Nunca o consegui ouvir, tal era a "atracção" que a floresta exercia sobre mim.
Deixou de aparecer ou então desbastou o matagal e passei a ouvir os passarinhos.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 15.02.2017 às 17:44

Subscrevo e divulgo todos os teus conselhos sobre as pilosidades faciais dos homens. Apenas acrescento uma com a qual não consigo simpatizar : a bigodaça.

Achei curioso tu dizeres que todos os homens que importam na tua vida têm barba. Na minha também.
O homem da minha vida (meu pai) tem barba desde sempre.


"Reza a lenda" que durante a guerra colonial a coisa esteve feia para ele. Na altura prometeu que se chegasse "bem" a casa tirava a barba, imagem de marca , talvez como simbologia de um novo ciclo na vida dele, não sei.
Acontece que eu era pequena e a memória que devo ter guardado dele era de um pai... barbudo.
Quando chegou, louco para me abraçar, eu rejeitei - o porque dizia que "aquele pai não era o meu".
Teve de voltar a deixar crescer a barba , processo durante o qual, eu nem sequer olhava para ele.
Quando a coisa começou a ficar composta dei - lhe O abraço que ele merecia e precisava.
Aquela espera deve ter - lhe custado horrores.
Deve ser por isso que usa barba até hoje.

(era uma pequenina já muito maluca, pois era?)

: )
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.02.2017 às 18:20

É verdade! Todos os homens que povoam a minha vida e que realmente são importantes para mim (o meu pai, o meu avô, o meu irmão, o meu melhor amigo - este tem uma barba grande e lindíssima -, o rapagão...) usam barba!
Não acho nada "maluca" a tua atitude. Fazia exactamente o mesmo.
:)))
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 15.02.2017 às 20:15


Gosto e não gosto de barba. Depende do comprimento, do aspecto, da limpeza.
Gosto menos de bigode.
Tive um rapagão que usava bigode. Eu era jovem, gostava dele, nessa altura o bigode não era importante.
Hoje, é. E muito mais esses pêlos nas orelhas, cabelos no cachaço, sobrancelhas à Álvaro Cunhal.
Posso cuspir para o ar, mas hoje obrigava o rapagão cortar os excessos.

Imagem de perfil

De Gaffe a 15.02.2017 às 20:37

Claro que sim.
Gosto muito de barbas grandes, admito. Muito bem tratadas e muitíssimo bem desenhadas.

Ninguém usa só bigode. Está decidido.
:)

Comentar post



foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD