Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de soutien

rabiscado pela Gaffe, em 02.05.16

A Gaffe foi comprar lingerie e saiu esbaforida, furiosa, desgrenhada e capaz de estrangular com o fio dental que lhe foi mostrado a menina do sorriso cor-de-rosa que a atendeu e a informou os únicos soutiens que pululavam por ali partiam da copa 38. Encontrar os dignos de tocar nas suas maminhas que cabem perfeitas, como os corações do poema de O’Neill, nas palmas das mãos de um valente rapagão, foi tarefa inglória.  

   

É certo e sabido que uma rapariga com um par de maminhas de proporções avantajadas tem um péssimo gosto em relação a sapatos. Não conseguindo ver os pés em condições as escolhas do calçado não são as mais perfeitas.

As divas dos anos 40 e 50, com os seus soutiens de barbas de baleia espetados e ameaçadores, não contam, porque o corrupio dos aderecistas seleccionava o que as estrelas podiam calçar evitando a pata-choca e os grandes planos do rosto da divina Garbo impediam que percebêssemos as parcas dimensões das suas maminhas ou que soubéssemos que Rainha Cristina ou Ninotchka foram filmados com a belíssima actriz de chinelos de quarto a arrastar, contradizendo o postulado anterior.

 

As maminhas são duas peças essenciais na engrenagem publicitária - são-no noutras engrenagens, mas sejamos controladas. Quem tem maminhas significativas, ou seja, do tamanho de melões de Almeirim cultivados em estufa, aparece em excelente forma física na capa de qualquer revista cor-de-rosa. Quem não as tem é porque não pede, porque, como toda a gente sabe, quem não pede, não mama.

 

Uma rapariga desunha-se por um par das ditas capaz de fazer figura num concurso da TVI apresentado pela Teresa Guilherme ou numa qualquer geringonça da concorrência que normalmente catapulta a dona para outros voos mais chorudos e com mais presenças.

Se a mãe natureza foi madrasta, deus é pai, mesmo que deus tenha nestes casos de vestir uma bata cirúrgica e desatar a rabiscar com um marcador a plana estepe do peito desejoso de montanhas.

É curioso ver a quantidade de raparigas - e uma enormíssima percentagem de homens, alguns nem sempre pelos motivos óbvios - que lutam por um par de maminhas XXL para depois o apertar, esmagar, espartilhar, exibir, esconder, cobrir, atirar à cara dos transeuntes mais desprevenidos, esmagar com soutiens exíguos, desvendar, velar, transformar em aríete, arremessar ao ex que nunca o viu tão agressivo ou fazer passarinhar, bamboleando, pelas ruas da amargura das rivais mais comedidas.

Parece não haver nada tão atraente como duas esferas imensas, parecidas com a famosa bola .NIVEA. das nossas férias vintage, onde se apensa o resto de uma rapariga.

 

Esta ambição mamária descontrolada acaba por fazer esquecer a gravidade. Deixamos de ter a noção de que existe o chão - daí o erro nos sapatos, - e de perceber que o tempo é cúmplice desta força maldita. Vamos envelhecendo com dois mamutes presos ao peito sem entender que a nossa vida sexual vai ficando limitada. Não conseguimos encontrar o paraíso sem ser deitadas num… espírito de missão, porque, se arriscamos outras modalidades, nos cai tudo, tudo nos é puxado para baixo, asfixiando o pobre que sob nós se afoga em dois pesados assuntos pendentes e não adianta recorrer a firmezas oriundas de bisturis, de preenchimentos ou de infiltrações, o peso do resto fará com que fiquemos parecidas com dois abcessos que cresceram numa casca de carvalho encarquilhado.

 

Rapazes, é tempo de reconhecerem que a ecologia mamária é velejadora do Green Peace ou temo que nós, raparigas average, comecemos também a desejar ver inflacionadas as vossas rubricas mais pendentes. 

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


17 rabiscos

Imagem de perfil

De Leonardo Rodrigues a 02.05.2016 às 12:46

Ai, Gaffe, de repente fiquei solidário com a causa. As minhas amigas queixam-se que têm mamas pequenas, mal sabem elas que é preciso coragem para tê-las maiores, e continuar a conseguir escolher sapatos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.05.2016 às 13:29

Exactamente!
As suas amigas ignoram a sorte, mas jamais arriscarão uma falha de bom gosto.
Imagem de perfil

De M.J. a 02.05.2016 às 13:40

tenho toda uma demanda de sutiãs este fim de semana.
juro.

resta dizer que faltam menos de duas semanas e ainda não tenho sutiã para o dia.
dava tudo para ter um par de tangerinas em vez de melancias.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.05.2016 às 13:44

Se não fosse politicamente pobre diria que tenho duas laranjas (...onas, vá)
Tu não tens melancias! Escolheste lindamente os teus sapatos.

É dificílimo seleccionar estes pormenores, sobretudo quando adquirem o estatuto de vedetas. Um soutien (digo em francês, porque disfarça o facto de estarmos a falar de miudezas) é sempre o amparo da cerimónia.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.05.2016 às 13:46

Não tem nada a ver (ou tem, mas não convém assumir), mas tu já reparaste no LINDO que é o Leonardo?!
Imagem de perfil

De M.J. a 02.05.2016 às 13:48

reparei sim.
mas não tive mamas suficientes para o dizer, assim, escarrapachado.
sou uma tipa tímida.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.05.2016 às 13:51

Pois, acredito.

É um daqueles rapazes que convém levar quando vamos escolher soutiãs. Podem sempre ajudar-nos a apertar os colchetes e opinar (embora esta palavra possa dar origem a interpretações mais abusivas).
Imagem de perfil

De Corvo a 02.05.2016 às 18:07

Se bem compreendi, a Belle Demoiselle não é proprietária de umas... como é que hei-de dizer isto; exuberâncias do género daquelas que antes de chegar já vai chegando.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.05.2016 às 20:22

Não. Não, meu querido. Sou contida e, como uma rapariga equilibrada, chego ao mesmo tempo.
Imagem de perfil

De Fernando Lopes a 02.05.2016 às 19:07

«I don't understand you american childish worries with bosoms» disse um bife a um amaricano. :)
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.05.2016 às 20:21

:)))
E no entanto movem-se.
Os dois, bifes e amaricanos,
Imagem de perfil

De Fernando Lopes a 02.05.2016 às 20:43

Your, faltou-se-me um r. É a menina que a falar de maminhas me põe a gaguejar por escrito. ;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.05.2016 às 21:28

Não acredito!
O menino não gagueja com esta "temática" duplamente singela.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 03.05.2016 às 18:38


Não tenho ambições mamárias, gosto do que tenho...nem de mais nem de menos.
Mas Gaffe, com esta frase, fez-me regressar à minha adolescência, até porque na altura vestia um fato de banho amarelo e com as maminhas a desabrochadas alguém dizia que parecia a Brigite Bardot.

"Parece não haver nada tão atraente como duas esferas imensas, parecidas com a famosa bola NIVEA das nossas férias vintage..."
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.05.2016 às 20:21

Parecer a BB basta para arrasar todo o areal feminino.
;)
Sem imagem de perfil

De Estúpido Aluga-se a 04.05.2016 às 17:26

Finalmente alguém me entende:
"É certo e sabido que uma rapariga com um par de maminhas de proporções avantajadas tem um péssimo gosto em relação a sapatos. Não conseguindo ver os pés em condições as escolhas do calçado não são as mais perfeitas."
Bravo.
Imagem de perfil

De Gaffe a 04.05.2016 às 17:36

Ah! De vez em quando uma rapariga tem de assumir que concorda com um homem e alugar um, só para experimentar.
;)

Comentar post



foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD