Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe irmanada

rabiscado pela Gaffe, em 10.03.16

Barcelona.jpg

O meu irmão aninhou-se em mim. Pousou a cabeça no meu colo e, baixinho, desfiou a mais fantástica das teorias:


- Ela nasceu sem alma. Não é grave. Podia ser pior. Podia ter nascido com lábio leporino ou com problemas de visão. Pertence a uma “elite de monstros” que não se consegue projectar nos outros. Não reconhece a vítima e, em consequência, não assume nunca esse papel. Não se consegue rever na dor que provoca. Não sente nunca as vítimas que faz. É um papel que não decora. Esta incapacidade produz assassinos em série, violadores, carrascos, torturadores e, no melhor dos casos, mulheres como ela. Predadoras que esperam. É das que ficam sempre e inevitavelmente com o que os outros querem. Pertence à "elite" dos que nasceram sem alma e dentro dessa "elite" ela ronda e espera, mesmo sem o saber, o momento exacto em que a presa vem desprotegida. Tem o poder todo, porque simplesmente está mais perto dele. Só por isso.
As elites são sempre canalhas. -
 Termina e beija-me a boca, incestuosamente.

 

Nunca imaginei que alguém fosse capaz de descrever tão bem a minha irmã.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


22 rabiscos

Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 10.03.2016 às 11:59

Epá...eu não tenho irmãos mas... ter uma irmã assim também "não obrigada"!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.03.2016 às 12:13

Apesar de tudo, é uma mulher extraordinária, talentosa, inacreditável e rara. Tenho imenso orgulho nela. Foi preparada para ser exactamente como é. É impossível não a admirar.
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 10.03.2016 às 12:16

Ok... é daquele tipo de mulheres que ou se ama ou se odeia...é isso?
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.03.2016 às 12:18

:)
Seria, se a maninha desse importância a esses "pormenores".
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 10.03.2016 às 12:23

As pessoas com personalidades fortes normalmente não se importam muito com aquilo que os outros pensam!
Há quem considere um defeito... eu considero uma grande virtude!
E estou lentamente a tentar seguir esse caminho "os outros que se lixem"
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.03.2016 às 13:11

Ah! Mas ela dá importância àquilo que os outros pensam, desde que o que pensem seja comandado pelo raciocínio, pela razão pura e dura.
:)
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 10.03.2016 às 13:24

Por tanto é uma pessoa com os pés bem assentes na terra!

Imagem de perfil

De Gaffe a 10.03.2016 às 14:13

Sim. Isso sim. Nunca os retira do chão.
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 10.03.2016 às 15:09

Quem me dera ter essa capacidade!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.03.2016 às 15:57

Muito treino, minha querida, muito treino.
;)
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 10.03.2016 às 16:16

Tenho que me aprumar nisso!
Ás vezes sinto que me falta garra para mandar os pés à parede... mas ando a treinar!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.03.2016 às 12:57


Um retrato de irmãos muito bonito, Gaffe.
"Podia ter nascido com lábio leporino..."
Eu nasci com lábio leporino e do palato. Podia ser pior.
Mas acredito que a sua irmã é, com certeza, uma grande mulher, com classe e invejada por muitas outras mulheres.
Quanto à imagem, não poderia ser melhor.
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.03.2016 às 13:10

Neste momento, o lábio leporino e/ou fenda palatina são problemas de muitíssimo fácil resolução. Suponho que já corrigiu esse percalço. Não é, de todo, um "bico-de-obra" cirúrgico.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.03.2016 às 14:27


Fui operada em bebé, ainda tenho uma pequena deficiência na fala mas nada que não me impedisse de crescer e ser uma pessoa normal.
Aos 23 anos, por opção, fui submetida a três cirurgias plásticas e já nos 30tas, ao palato e nariz.
O problema estava em os alguns professores, no tempo de estudante, mas superei.
Há muitos anos que não dou importância as estas imperfeições. São tão naturais!
Só não me submeto a cirurgias de correcção de rugas. Não!
E gosto muito de mim.
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.03.2016 às 16:03

Não posso, como é evidente, pronunciar-me acerca do "problema". Desconheço-o por completo, mas tantas cirurgias para uma correcção que não é complicada, afigura um caso mais difícil do que me pareceu no início. Ainda bem que tudo corre bem agora.
:)
Podia ser pior! Há quem diga que não poder ter filhos, isso sim, é uma tragédia.
;)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.03.2016 às 18:32

Nos anos 50 já se fazia a cirurgia reconstrutiva.
Nos 70, quando voltei à reconstrução lábio-nasal muito havia evoluído.
Nos 80, fiz a reconstrução do palato e septo nasal.
Nos 90, nova cirurgia do septo nasal .
Depois, satisfeita com o que já tinha feito,mas cansada de tantas cirurgias, parei.
Conheço pessoas com casos semelhantes que não tiveram possibilidade económica, ou não quiseram, ou não tiveram coragem para melhorar.
Eu lutei por isso.



Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.03.2016 às 14:33


Não reparei que não tinha escrito fenda palatina, ou fissura, como chamam agora.
Nunca foi bico-de-obra para mim, foi, sim, para alguns adultos.
Felizmente, os complexos que tinha em criança desapareceram na adolescência.

Imagem de perfil

De M.J. a 10.03.2016 às 14:10

assisto - com a admiração - de que nem todos conseguem vislumbrar o que as tuas palavras gritam.
há pessoas que não se descrevem.
e há almas que nunca as entenderão.
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.03.2016 às 14:14

:)
Deus meu! Eu nem entendo a minha!
Sem imagem de perfil

De Goretti Nunes a 10.03.2016 às 20:18

Olá,
Estou neste momento a elaborar a minha dissertação de mestrado em Sociologia: Exclusões e Políticas Sociais na Universidade da Beira Interior, Covilhã, em torno da análise das questões da obesidade, do corpo e da imagem corporal. Para isso, e como opção metodológica decidi criar um blog (http://investigacaoubigoretti.blogs.sapo.pt/) propositadamente para a minha investigação. Neste blog, pessoas entre os 15 e os 30 anos podem anonimamente escrever um texto livre partilhando a sua experiência em relação aos temas que são propostos.

Desta forma, queria solicitar a sua participação (http://investigacaoubigoretti.blogs.sapo.pt/), e acrescentar que toda a gente pode dar o seu testemunho (independentemente do peso e altura), porque o importante são as opiniões das pessoas em relação aos temas, as suas perceções e como vêm o seu corpo.

Seria muito importante, visto que a participação das pessoas é imprescindível para a minha investigação, sem a qual esta não será realizável.


Agradeço desde já.

Cumprimentos,

Goretti Nunes
Sem imagem de perfil

De Catia a 13.03.2016 às 14:45

Gostei. Porque são sempre poucos os que nos conhecem...
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.03.2016 às 09:27

Normalmente, não há ninguém.
:)

Comentar post



foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD