Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe furada

rabiscado pela Gaffe, em 10.11.16

É bom saber que já o Levítico (19:28) proibia a tatuagem e a perfuração dos corpos, mas é também curioso verificar, por exemplo, que em 2000 A.C. os sacerdotes núbios apareciam preenchidos por escarificações, ou que os acólitos do culto de Cibele, na Roma Antiga, se tatuavam lindamente e que mesmo hoje os Mokos, Maoris, não se esquecem de rasurar na perfeição e furar com eficácia as suas carrancas e afins, domínios ligeiramente assustadores.

 

O Levítico, como se constata, não foi levado muito a sério.

 

Alterar o corpo, perfurando-o ou tatuando-o, não é caso para fazer tombar as armas e os brasões que desta forma se assinalam.

 

Lembro-me que senti uma paixão arrasadora, nova e noviça numa Faculdade que pesava de tão conservadora, por um rapaz que me conquistou a vida e mais alguns trocados de somenos importância, porque o vi, como um deus a passear pela brisa da tarde, de argola gigantesca presa na orelha. Brilhava o aro de ouro e brilhavam os meus olhos de menina e moça, levada tão cedo de casa de meus pais.

 

O fascinante objecto deixou de exercer o seu poder de enfeitiçar, quando vi o portador aos lúbricos beijos com o meu primo - afastado, demos Graças, - que não usava brinco e era míope. Continuei a adorar o priminho, mas deixei pelo caminho a dor que mal se sente.

 

Portanto, meus queridos, saibam que não somos, de forma nenhuma, contra piercings e afins - os aros nas orelhas deste deslumbre devem ter nome específico, - mas neste preciso caso sugerimos moderação.

 

Uma rapariga, ao contrário do que parece ser dito corrente, não aprecia grandemente um homem demasiado tatuado. Perde-se sempre a decifrar o olho do dragão ou a analisar a cauda do tigre. Torna-se confuso, e até embaraçoso, vermo-nos abraçadas e beijadas por uma multidão de desenhos, muitos deles a olhar, ameaçadores e fixos, para nós. Depois, meus caros, já não vão para novos. É confrangedor ver uma sereia encarquilhada.

 

Aplica-se a mesma recomendação em relação aos piercings. Se não forem, ainda que vagamente parecidos - não peço milagres - com o rapazinho perfurado que vos mostro, evitem as argolinhas nos lábios que nos sugerem, maldosamente, que podemos ficar com o bâton preso - desagradável se o estivermos a usar, - ou que estamos na presença de um fã de uma série de vampiros de qualidade logicamente suspeita.

 

No meu caso, perdoo o uso das argolas. Fiquei sempre a pensar, depois da visão catastrófica do meu primeiro amor pendurado na boca do meu primo, se não seria má ideia prender-lhe, ao aro, as correntes de ferro de Alcatraz.

Só para o consolar.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


26 rabiscos

Imagem de perfil

De Cecília a 10.11.2016 às 12:30

sim, que usem - se isso os completa de alguma forma - mas sem agir muito


que.... fotografia!

Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 13:05

A verdade é que gosto bastante de homens tatuados, desde que as tatuagens estejam perfeitas.
Furados dispenso, embora já tenha tido a minha dose.
Toda a mulher que se preza teve já um homem que saiu furado.
Imagem de perfil

De Cecília a 10.11.2016 às 13:50

de certa forma saem quase todos, até que aparece o que nos fura por completo a consciência.
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 14:53

Com alguns, um pensito rápido resolve
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.11.2016 às 14:03

Lindo rapaz! Olhos que seduzem qualquer mulher.
Mas não consigo suportar os piercings a não ser nas orelhas e se possível argolas pequenas e discretas.
Boca, nariz, sobrancelhas, e outros lugares menos expostos, fazem-me fugir a vista e não consigo olhar o rapaz.
Há anos, no Algarve, um casal jovem, estrangeiro, expunham.se aos olhares indiscretos não só pelas carícias que trocavam, mas porque ele tinha o corpo cheio de piercings inclusive nos mamilos.
Provavelmente teria na ponta da dita...
Faz-me cá uma confusão!
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 14:06

Eu gosto de ver uma bela argola muito à pirata.
:)

Na ponta da dita chama-se "Prince Albert"... coitada da monarquia.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 10.11.2016 às 23:16

"Na ponta da dita chama-se "Prince Albert"... coitada da monarquia."

:))))))))))))))))

Ai caraças...sai uma LINDOR para este lado do ecrã!

Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 23:31

É verdade!
Imagina o que eu sei...
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 10.11.2016 às 23:35

Nunca tive dúvidas!

;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 23:42

Mas é sempre a delícia fazer de conta que sou ensinada!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.11.2016 às 23:31

Ahahahah!
Não sabia, Gaffe.
Aprendo de tudo um pouco, por aqui.

Boa noite.
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 23:39

Aposto que nunca mais olhará a Beth II com os mesmo olhos...
Sem imagem de perfil

De Maria a 10.11.2016 às 14:22

Dos piercings não sou apreciadora, mas tatuagens até gosto, e tenho algumas!

Gosto muito dos seus rabiscos, sou fã! Apesar de raramente comentar.

De onde lhe vem essa imaginação e cultura geral ? Isso é que me impressiona! Adorava conseguir expressar-me assim!

Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 15:12

Gosto bastante de homens tatuados quando as tatuagens são perfeitas e de bom gosto.
Lembro-me que vi um dia numa das praias do meu contentamento um torso completamente tatuado com geometrias lindíssimas e fiquei extasiada a percorrer aqueles labirintos.

Em relação à questão que coloca, respondo como José Luís Peixoto - apesar de não gostar do senhor - "só tenho o mundo inteiro para me inspirar".

:)))
Imagem de perfil

De Cecília a 10.11.2016 às 15:24

e porque não se gosta do JLP?

Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 15:31

Vi-o uma vez. Tem um sorriso muito feio, as perninhas curtas e grossas e más tatuagens.
Mata uma data incrível de personagens em tudo o que escreve e apanhei-o num enorme cartaz à porta da FNAC, de tronco nu, a publicitar um livro seu acabado de lançar. lembrei-me de um talho.

Não gosto do cheiro dos talhos.


Imagem de perfil

De Cecília a 10.11.2016 às 15:38

eu gosto muito de ler José Luís Peixoto; é um dos meus quasimodos preferidos.

divirto-me muito nos mercados de peixe - porque, entre outras coisas, detesto o cheiro da carne-carne, adoro a luta do frio que teima em, mas em vão, baixar a temperatura das vozes das peixeiras e porque admiro a dificuldade que é arrancar coisas ao mar.
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 16:18

E arrancar as escamas ao que é arrancado ao mar?!
Uma canseira que nunca sofrerei.
Imagem de perfil

De Cecília a 10.11.2016 às 16:27

adoro adoro cozinhar.

Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 16:33

Oooooohhhhh!
Eu não sei.
Da última vez que tentei, toda a gente se recusou a comer e a minha cadela vomitou durante três dias.
Imagem de perfil

De Cecília a 10.11.2016 às 17:09

a clarividência de uns e a credulidade de outros

eu cá como os textos da gaffe todinhos, não sobra.

Imagem de perfil

De Gaffe a 10.11.2016 às 17:50

Alguns são indigestos.
;)
Imagem de perfil

De Nes. a 12.11.2016 às 17:32

eu cá não aceito é alargadores na cara, cornichos na testa, ou tinta nos olhos... as tatuagens velhas até acho piada :D
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.11.2016 às 18:42

Alargadores da cara?!
Aceito se for à chapada.
Cornichos, há infelizmente quem os temha sem saber.
Imagem de perfil

De Nes. a 12.11.2016 às 19:20

sim, aqueles q se enfiam nas narinas, ou debaixo do lábio, ou nas bochechas :/
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.11.2016 às 19:42

Com tanta coisa engraçada para se enfiar nas narinas!!!

Comentar post






  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD