Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe incorrecta

rabiscado pela Gaffe, em 24.04.17

bbb.jpg

 

- Tu não tens absolutamente nenhuma consciência social, nem vestígios da política!

 

A bala foi disparada pela boca armada em idiota de uma versão masculina da Ana Drago, mais volumosa, mais carnal e bem mais alta.

Discutia-se com resoluto calor a decisão de se erguer de novo uma outra guerra para parar uma guerra em trânsito e insurgia-se o povo, nas reunidas mesas do pequeno-almoço, contra o domínio pardo dos Senhores da Morte, matilha de Richelieu nos reposteiros do poder.

 

Embora tenha soado a mofo, muito portas-que-Abril-abriu, muito CGTP Intersindical, muito período azul de Picasso, o chavão disparado contra a Gaffe encontrou eco nos meandros e nos corredores da sua alma.

 

A Gaffe não tem Consciência Social.

 

Trinta segundos depois do início do debate tinha já deixado de ouvir e desviado a sua atenção para os peitorais do garboso interlocutor que, na sua frente, se adivinhavam na alvura da camisa e tinha dado início a especulações de carácter muito pouco político.

 

Concede. A indiferença da Gaffe é escandalosa.    

       

Norte e Sul, Israel e Palestina, Cristão e Muçulmano, África e América Latina, Putin e Trump, Le Pen e Macron, Ghandi e os Impérios, hemisférios tortos, subvertidos climas, extinções previstas, catástrofes erguidas no terror da cinza, furacões e ondas de miséria abjecta, canhões e cogumelos venenosos, sarampo e malária, Amazónia em ferida, favelas e cabanas transalpinas e mesmo as mais perigosas das antenas de telemóveis ou de senhores de fato, são coisas de somenos para ela. Não pensa nelas. Não lhe dilaceram o dormir.

 

Culpada! Refugo da humanidade em chaga! Pária! Escória!

 

Humilde e indiferente insecto renegado, oriental bichinho, apanha o lixo breve que à sua entrada tomba, limpa o umbral da sua dócil porta e vagarosamente cuida das roseiras.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


16 rabiscos

Sem imagem de perfil

De PR a 24.04.2017 às 11:08

Tu costumas plantar roseiras no meio da guerra.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.04.2017 às 11:35

Tão bonito!!!

Já tentei, mas deixei de acreditar em jardins suspensos.
Sem imagem de perfil

De PR a 24.04.2017 às 11:45

Há um velho chinês que diz que se varrêssemos apenas o lixo à nossa porta, toda a rua ficaria limpa.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.04.2017 às 12:18

Aderi a essa filosofia.
:)))
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 24.04.2017 às 13:20


A humildade é um dom que muito poucos têm.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.04.2017 às 13:35

E que me falta.
:)
Não é humildade, é mais desistência.
Sem imagem de perfil

De Cidália Ferreira a 24.04.2017 às 14:06

Mais um maravilhoso e reflectivo texto!!


Beijo e uma excelente semana.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.04.2017 às 14:11

Não sei se valerá muito a pena reflectir sobre ele.
:)
Mas obrigada mesmo assim.
Imagem de perfil

De Francisco Freima a 24.04.2017 às 14:29

Que todo o «refugo da humanidade em chaga» escrevesse assim. Seria sinal de que as razões para não gostar de política seriam mais ditadas pelo espírito do que pela ignorância.

A Gaffe não merecia tamanho interlocutor, eu bem sei a dificuldade que tenho para suportar sectários desse calibre :)
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.04.2017 às 14:45

São interlocutores que me deixam exausta. Percebo tarde e más horas que nunca adiantará discutir com eles uma brevíssima ideia que possa eventualmente abalar-lhes as convicções ou, no máximo, despertar-lhes a curiosidade intelectual.

Acabo a desistir, convencida da probabilidade de ser eu a enfatuada e tola.
Imagem de perfil

De Corvo a 24.04.2017 às 17:34

Ganda Gaffe!
Salvaram-se os peitorais, onde mais uma vez se prova que bem exploradinho de toda a porcaria se tira algum proveito.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.04.2017 às 18:09

Há peitorais que são autênticas tábuas de salvação.
;)
Imagem de perfil

De Kalila a 24.04.2017 às 21:01

Como sempre, o texto é magnífico.
A imagem tem piada mas inadequa-se porque a senhora do crochet nem deve saber ler o que tem nas costas. O que desvirtualiza o crochet da Gaffe, assim grossomodo, porque o seu crochet não só lê em todas as direções, linguas, credos e crenças como também arrenda maravilhosamente o mundo internautico sem precisar de agulha nem linha. (Isto não é metáfora, a sua escrita é renda preciosa, daquela tingida com chá, de lindos floreados feitos de linha fina).
Bom feriado, amiga.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.04.2017 às 21:25

:)
Tão bonito de ler! Fico tão orgulhosa!

Mas repare que há senhoras destas que são muitíssimo mais ... "traquinas" do que aquilo que julgamos e temos como certo.
Provavelmente foi a senhora que riscou a parede.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 25.04.2017 às 00:02

Se Deus quiser havemos de ser dessas velhas que pintam paredes e dizem muitas asneiras. Bem...as asneiras podes deixar comigo. Eu trato disso.
;)



Imagem de perfil

De Gaffe a 25.04.2017 às 00:10

E eu pinto as asneiras na parede.

Comentar post



foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD