Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe mensageira

rabiscado pela Gaffe, em 29.12.14

Grant WoodA Gaffe ainda não se focou na mensagem de Natal do Presidente das República por três razões de peso:

- Porque sempre lhe disseram que tocar num osso enquanto a matilha o vai roendo, aumenta as probabilidades de se ser mordido;

- Porque, digam o que disserem e por muito ecuménico que seja, não é de bom-tom misturar festividades, diminuindo as hipóteses de nos vermos com mais do que um presente;  

- Porque o Halloween é um festejo irlandês que se americanizou em demasia.

A verdade é que as mensagens de Natal presidenciais nunca foram momentos cintilantes. Abre-se uma excepção para a doçura e alegria das da família Clinton que incluíam sorrisos, cães, petizes, relva, saltinhos e estrelinhas, mas desde que Clinton insinuou o encetar de relações com Cuba mostrando o charuto, a coisa descambou. Obama aparece sisudo com a cabeça de Michelle a ocupar todo o cenário, como um incauto aventureiro jurássico que não se apercebe que tem mesmo atrás um Tiranossauro Rex.

As mensagens de Natal monárquicas são mais comedidas. A hereditária experiência mostra aos coroados que basta um membro do casal real para imitar a Miss Universo e desejar paz no mundo. Filipe de Espanha e Isabel de Inglaterra, por exemplo, para além dos alfinetes ao peito – cada um no seu género – revelam ter em comum a noção de parcimónia que impede que o cônjuge faça mais uma vez figura de parvo.

A solução encontrada pelos assessores de imagem do Presidente da República portuguesa não é, de todo, satisfatória.

Colar ao lado de Cavaco Silva um poster de má qualidade com a fotografia em tamanho real de Maria Cavaco Silva, não resulta. Compreende-se que o usem quando em cerimónias oficiais a senhora não tem de andar muito ou não exista uma carteirita de cortiça, um porta-chaves, uns sapatitos, uma caneta ou um outro qualquer presentinho no fim da linha, mas não é aceitável quando se tem de ajudar a convencer um povo que o seu presidente não foi criogenado.  

Tornaria tudo incomparavelmente mais dinâmico se se juntassem todos os presidentes num estúdio a entoar We Wish You a Merry Christmas. Seria interessante tentar distinguir os mortos dos vivos e talvez em polifonia passasse despercebido o facto de todos nos cantarem a mesma coisa em todos os natais da nossa história.      

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 rabiscos

Sem imagem de perfil

De Teodoro a 29.12.2014 às 12:05

lololol, "criogenado", lololol. Afinal não foi? que pena!
Sem imagem de perfil

De Teodoro a 29.12.2014 às 12:07

...já agora, o quadro já era suficientemente mau só com a mumia, agora com a Maria ao lado.....meu deus onde vamos parar? SOCORRO!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 29.12.2014 às 17:34

Vamos parar ao mesmo CITIUS de sempre.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 29.12.2014 às 16:56

Criogenado é mesmo o estado dele! eheheheh
Imagem de perfil

De bloga-mos a 29.12.2014 às 17:17

Fui abalroado por uma branca; quem é o presidente da junta? Apenas conheço a Maria vai com os outros. Que desgraça a minha...
Imagem de perfil

De Gaffe a 29.12.2014 às 17:31

Conhecer a Maria vai com os outros é já uma infelicidade. Intui-se que a Maria não vai consigo!
Sem imagem de perfil

De Luísa a 29.12.2014 às 18:34

A origem do Halloween é europeia (irlandesa). Este festejo foi levado para os Estados Unidos pelos emigrantes irlandeses no século XIX e posteriormente "devolvido" à Europa por via da globalização.
Imagem de perfil

De Gaffe a 29.12.2014 às 20:48

Obrigada,Luísa. Não fazia ideia! A minha ignorância é um bicho muito feio e muito grande que precisa de ser escorraçado.
Sem imagem de perfil

De Luísa a 29.12.2014 às 22:46

Ora essa, não tem de quê!:) Estarei à disposição sempre que precisar de ajuda para bater nesse bicho grande e feio lol
Sem imagem de perfil

De Paula a 07.10.2015 às 12:03

Contam-se os dias para a última mensagem (que não vamos ver), em que as palavras serão lugubres e tenebrosas, especialmente por seren as últimas de quem abandona um cargo, sem deixar qualquer saudade a quem o vê/ouve!
Imagem de perfil

De Gaffe a 07.10.2015 às 13:14

Confesso que nunca o consigo ouvir em condições.

Comentar post



foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD