Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe neo-realista

rabiscado pela Gaffe, em 09.02.17

Mirko Hanák.jpg

João Miguel Tavares não me inspira qualquer tipo de simpatia, mas esse facto não me impede que esteja disponível para o ouvir e ler com respeito e atenção.

Foi exactamente com esta disposição que o apanhei - a propósito da polémica suscitada pela obra de valter hugo mãe esfrangalhada pela pudicícia -, a tentar ser engraçado recortando uma frase do livro A Vida Mágica da Sementinha de Alves Redol, comprovando o que já sabemos, ou seja, que uma frase decepada e arrancada de um contexto, permite ser guiada para onde a nossa sardinha vai assando ou esturricando.

O colunista finaliza a intervenção suplicando que a obra de Alves Redol seja retirada por ofensa ao pudor do programa dos alunos do 5º ano. A pretensa ironia é regada com um sorriso galhofeiro e não passaria por mais se não fosse a adenda que João Miguel Tavares decide colar ao já demonstrado. O jornalista acrescenta que há uma razão, bem mais séria, para o seu rogo. A obra é horrível. Repete horrível já na risota.

 

É improvável que João Miguel Tavares, com filhos que a estão a estudar, não tenha lido a obra em causa, mas é mais do que evidente que o colunista desconhece o que é ensinado no grau de instrução que os petizes frequentam.

 

A obra de Redol que o jornalista condena é a escolha perfeita para a faixa etária eleita para a estudar.

 

Existe no pequeno livro uma miríade de possibilidades de intertextualidade e de interdisciplinaridade. A obra permite uma cumplicidade notável, sobretudo com as Ciências e com a História - havendo mesmo trechos que deviam ser lidos pelos professores destas disciplinas, usando-os depois como impulso para a descoberta e conhecimento do que querem transmitir -,  e as personagens que a povoam estão impregnadas de uma poeira poética com um sabor a paisagem alentejana tantas vezes dorida que permite um encontro com uma realidade menos amena e menos acolchoada.

 

Os pássaros que se espalham nas folhas da obra, os seus pequenos conflitos, as suas emoções, os seus amores, permitem que o pequeno leitor se veja ao espelho e contribui para uma mais suave entrada num estádio que antecede a perturbação da adolescência; a clareza com que é revelado o esplendor da diversidade e a importância que esta deve ter; a permeabilidade da obra a outros dados oriundos da história, da ecologia ou da biologia e a poética que se encarrega de acordar a fantasia e povoar o imaginário das nossas infâncias, fazem da escolha do livro um exemplo maior de séria pedagogia e de João Miguel Tavares, que o considera horrível, - assim, à toa, só porque assim é engraçado -, um rapaz muito propenso a comportar-se como os encarregados de educação que censuraram valter hugo mãe.

 

Ilustração - Mirko Hanák         

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


25 rabiscos

Imagem de perfil

De Cecília a 09.02.2017 às 11:09

que falta fazem a candura e inocência de redol na infância dos dias de hoje.
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 11:24

É "horrível".
E foi comunista.
Imagem de perfil

De Cecília a 09.02.2017 às 11:25

cruzes! credo! parece o nobel lá do alentejo!
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 11:26

:)))
Pois. São tantos os que escondem que pensam assim.
Imagem de perfil

De Cecília a 09.02.2017 às 13:45

e o gui tem razão: é triste um miúdo sem fisga

hoje em dia são-nos quase todos
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 14:06

Talvez por termos sido nós a perdê-las.
Imagem de perfil

De Cecília a 09.02.2017 às 14:11

restam as ligas
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 14:21

Que as noivas usam se forem azuis.
:)
Imagem de perfil

De Quarentona a 09.02.2017 às 15:09

Também assisti a essa pérola. Esse é um dos livros que o meu pequeno vai ter que ler este período, 1º serei eu a lê-lo para depois poder confirmar que ele de facto o leu. Confesso envergonhadamente que sendo eu uma gaja das literaturas estava longe de imaginar que obras são abordadas no 2º ciclo e surpreendeu-me deveras que o autor inaugural do mundo da Literatura fosse Virgínia Wolf que eu aprecio tanto, Redol não estará em patamares abaixo, com certeza :))))
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 15:19

Quer se queir, que rse não queira, o senhor tem o estatuto de "opinion maker".
O que disse poderia perfeitamente levar à "revolta das galinhas" - mais uma vez.
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 16:51

* quer se queira, quer se não queira.
Assim é que está certo. Ficou tudo baralhado no meu comentário de resposta.
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 16:54

Não vais acreditar, mas eu só sei o que os pequenitos devem ler porque quero construir o Gui de modo a que se aproxime dos miúdos "a sério" e fiz uma curta pesquisa. De contrário não conheceria nada do programa que aprendem.
Imagem de perfil

De Bruno a 09.02.2017 às 17:13

Muito sinceramente, Gaffe? Não li nenhum dos autores em questão, embora só tenha apanhado o "escândalo" do Valter Hugo Mãe assim por alto e naquelas frases "decepadas e arrancadas do contexto". E se continuamos assim, qualquer dia querem tirar o "Auto Da Barca do Inferno" do ensino escolar, por causa do tolo, não?
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 18:17

Se retirassem Gil Vicente seria mesmo por causa de um tolo.
Deve ler valter hugo mãe. Apesar de não ser um dos meus autores de eleição prefiro-o a J. Luís Peixoto. Falo de ambos apenas porque são da mesmo geração e ... porque sim.

Em relação a Redol não imagina o quanto está a perder.
:)
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 09.02.2017 às 17:38

Adoro estes...comentadores. Principalmente quando têm piada e são giros.
A ' ssoa de quem falas não tem nenhuma dessas características. Felizmente para mim que já não tenho pelos nos dedos dos pés.

;)

P.S - estou de beicinho pelo teu Gui.
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 18:11

Não sei se percebi os teus dedos dos pés...

Olha que o comentador é o rapaz para 1,90m! Um grabde vulto. Francamente não sei porque está no :Governo sombra". Talvez porque o programa se parece cada vez mais com um converseta de fim de tarde entre três amigalhaços. Gosto do Pedro Mexia.

Ainda bem que gostas do Gui. Cheguei a pensar seriamente em "devolve-lo". Agora o rapazito tem mais visitas do que eu!
:)
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 09.02.2017 às 18:39

(o comentário sobre os pelos dos dedos dos pés veio a propósito do teu primeiro post sobre esta...personagem. Dizias tu na altura que o homem até te arrepiava os pelos dos pés. Como agora não os tenho, a mim, o rapaz já não mos arrepia.)
Do governo sombra só gosto do Ricardo . Desconfio que se ele cantasse o pau ao gato de cuecas ia gostar dele na mesma...coisas cá minhas.
;)

" Devolver" o Gui era quase um crime público. Adoro a visão dele sobre as coisas. Por causa dele fiquei a gostar do Firmino também. Os pontos de interrogação são sempre interessantes de explorar...sobretudo os que não têm fisgas.
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 19:06

Devo ter sido um bocadinho estranha com essa dos pêlos nos pés. ..

:)

O raio do miúdo que só apareceu agora já tem mais visitas do que eu!!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 19:11

Pensando melhor, também gostava do Ricardo de cuecas.... e nem precisava de cantar nada.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 09.02.2017 às 19:14

:))))))))))))))

Acho que o Ricardo ia gostar de nós.
Com um bocadinho de sorte lá o encontraremos no inferno.

;)

Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 21:05

Nessa altura estaremos as duas em "trajes menores"...
Imagem de perfil

De Tri a 09.02.2017 às 19:45

Também simpatizo muito pouco com João Miguel Tavares...é uma pena algumas das suas opiniões serem tão levadas a sério ...
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.02.2017 às 21:04

Creio que as opiniões de JMT são propagadas apenas porque o senhor é "televisionável". Não me parece ter grande peso na imprensa escrita.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 09.02.2017 às 22:00

Não costumo ver a TVI mas, de quando em vez, no meu habitual zapping pelos canais, apanho o programa e vejo alguma coisa.
Mexia e RAP, gosto de ouvir. Esse senhor, não me desperta nada.
Quanto ao Gui, gostaria de dizer que prevejo uma grande amizade entre ele e o Firmino, pelo simples facto que este tem um grande amigo, o gato, a sua "única" família.


Imagem de perfil

De Gaffe a 10.02.2017 às 07:41

Gostava do "Governo sombra". Às vezes ainda me divirto, mas a "ganância" de JMT aborrece.

Comentar post






  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD