Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe proletária

rabiscado pela Gaffe, em 05.06.17

 

124.jpg

 

É mais do que certo que o povo é mal pago. A tradição vem de longe, neste país à beira-mar plantado e bem regado, e a evidência do facto tem história comprovada, sempre acompanhada por uma espécie de subvalorização do trabalho - quer por parte do que o executa, quer por parte de quem o quantifica para o recompensar.

 

Transcrição da factura que um mestre-de-obras apresentou em 1853 pela reparação que fez na Capela do Bom Jesus de Braga*

(Arquivo da Torre do Tombo)

 

Por corrigir os 10 Mandamentos, embelezar o Sumo-sacerdote e mudar-lhe as fitas

170 reis

1 galo novo para S. Pedro e pintar-lhe a crista

95 reis

Dourar e pôr penas novas na asa esquerda do Anjo da Guarda

90 reis

Lavar o criado do Sumo-sacerdote e pintar-lhe as suissas

160 reis

Tirar as nódoas ao filho de Tobias

95 reis

Uns brincos novos para a filha de Abraão

245 reis

Avivar as chamas do Inferno, pôr um rabo ao Diabo e fazer vários concertos aos condenados

245 reis

Fazer um Menino ao colo de Nossa Senhora

210 reis

Renovar o Céu, arranjar as estrelas e lavar a lua

130 reis

Retocar o Purgatório e pôr-lhe almas novas

355 reis

Compor o fato e cabeleira de Herodes

55 reis

Meter uma pedra na funda de David, engrossar a cabeleira no Saúl e alargar as pernas ao Tobias

95 reis

Adornar a Arca de Noé, compor a barriga ao Filho Pródigo e limpar a orelha esquerda de S. Tinoco

135 reis

Pregar uma estrela que caiu ao pé do coro

25 reis

Umas botas novas para S. Miguel e limpar-lhe a espada

255 reis

Limpar as unhas e pôr uns cornos ao Diabo

 185 reis

TOTAL

2.545 reis

 

Para tão largas e santas tarefas, tão curta a recompensa!

 

*ortografia da origem

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


14 rabiscos

Imagem de perfil

De Kalila a 05.06.2017 às 13:31

O trabalho que me parece mais interessante que é o "pregar a estrela" é afinal o mais baratinho. Tudo depende se a "pregação" é ao pé do coro, se foi lá que a estrela caiu ou se é "pregação" oral de alguma divindade estrelada. Já neste tempo havia "mestres" em dúbias interpretações, se calhar até os que não eram de obras. Quanto às estrelas do coro de cima, se for para escolher, prefiro o lado esquerdo depois de uma escovadela.
:)))))
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.06.2017 às 13:54

:))
E nem sequer conheciam a Madonna.
Imagem de perfil

De Corvo a 05.06.2017 às 13:44

Olá, Gaffe.
Por acaso já conhecia, mas nunca é demais ressuscitar pérolas de grandeza empírica como essa.
Todas são fabulosas mas há três, e uma principalmente, que me deixa perplexo sobre o quão minúsculos somos neste mundo. Por ordem.
Fazer um filho ao colo de Nossa Senhora.
Concertos aos condenados do Inferno, e pôr os cornos ao Diabo.
A menina não merece só um selo, a menina merece a Filatelia toda.
:)))
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.06.2017 às 13:53

:)
Maravilhoso é "Renovar o Céu, arranjar as estrelas e lavar a lua". Que tarefas!

Selo?! O que se inventa por aqui!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.06.2017 às 14:19

Ahahahahah!
Conheço, com certeza, este rol de arranjos dos tão conceituados , mesmo de hoje, mestre-de-obras.
Mas esta até tem o seu quê de malandro:

"Meter uma pedra na funda de David, engrossar a cabeleira no Saúl e alargar as pernas ao Tobias"

Uma óptima tarde.

Imagem de perfil

De Gaffe a 05.06.2017 às 14:37

Repare que já existia cirurgia estética:
"compor a barriga ao Filho Pródigo".
;)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.06.2017 às 17:10

E que cirurgias faziam naquele tempo!
Eu gostei de : meter, engrossar e alargar.
Se bem que faria aqui uma troca de verbos.


Imagem de perfil

De Gaffe a 05.06.2017 às 23:55

Até tenho medo de responder!
:)))
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 06.06.2017 às 10:20

Bom dia, Gaffe.

Não precisa responder ( risos).
Imagem de perfil

De Gaffe a 06.06.2017 às 11:09

Bom dia, minha querida!
:)*
Sem imagem de perfil

De Pedro Wasari a 05.06.2017 às 17:48

Foi por terem lavado a Lua, que descobriram água na dita. Alguém se esqueceu de um balde por lá. Desleixo, é o que é!
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.06.2017 às 23:54

Já não se fazem limpezas como outrora, mas acredite que o balde lá deixado pode perfeitamente ser premiado numa exposição qualquer de "arte" moderna. Não seria o primeiro balde esquecido a ser considerado obra-de-arte.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 05.06.2017 às 23:35

..."Retocar o Purgatório e pôr-lhe almas novas-355 reis"...


Conheço duas raparigas espertas que farão esse serviço muito bem. E de borla!

;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.06.2017 às 23:48

De borla.
Se bem que não sou de retoques. Comigo é redecorar por completo.
:)))))
As almas podemos trazer do Inferno. Chegam quentinhas.
Como vês, já percebi quem são as duas espertas...

Comentar post



foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD