Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe proletária

rabiscado pela Gaffe, em 05.06.17

 

124.jpg

 

É mais do que certo que o povo é mal pago. A tradição vem de longe, neste país à beira-mar plantado e bem regado, e a evidência do facto tem história comprovada, sempre acompanhada por uma espécie de subvalorização do trabalho - quer por parte do que o executa, quer por parte de quem o quantifica para o recompensar.

 

Transcrição da factura que um mestre-de-obras apresentou em 1853 pela reparação que fez na Capela do Bom Jesus de Braga*

(Arquivo da Torre do Tombo)

 

Por corrigir os 10 Mandamentos, embelezar o Sumo-sacerdote e mudar-lhe as fitas

170 reis

1 galo novo para S. Pedro e pintar-lhe a crista

95 reis

Dourar e pôr penas novas na asa esquerda do Anjo da Guarda

90 reis

Lavar o criado do Sumo-sacerdote e pintar-lhe as suissas

160 reis

Tirar as nódoas ao filho de Tobias

95 reis

Uns brincos novos para a filha de Abraão

245 reis

Avivar as chamas do Inferno, pôr um rabo ao Diabo e fazer vários concertos aos condenados

245 reis

Fazer um Menino ao colo de Nossa Senhora

210 reis

Renovar o Céu, arranjar as estrelas e lavar a lua

130 reis

Retocar o Purgatório e pôr-lhe almas novas

355 reis

Compor o fato e cabeleira de Herodes

55 reis

Meter uma pedra na funda de David, engrossar a cabeleira no Saúl e alargar as pernas ao Tobias

95 reis

Adornar a Arca de Noé, compor a barriga ao Filho Pródigo e limpar a orelha esquerda de S. Tinoco

135 reis

Pregar uma estrela que caiu ao pé do coro

25 reis

Umas botas novas para S. Miguel e limpar-lhe a espada

255 reis

Limpar as unhas e pôr uns cornos ao Diabo

 185 reis

TOTAL

2.545 reis

 

Para tão largas e santas tarefas, tão curta a recompensa!

 

*ortografia da origem

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


14 rabiscos

Imagem de perfil

De Kalila a 05.06.2017 às 13:31

O trabalho que me parece mais interessante que é o "pregar a estrela" é afinal o mais baratinho. Tudo depende se a "pregação" é ao pé do coro, se foi lá que a estrela caiu ou se é "pregação" oral de alguma divindade estrelada. Já neste tempo havia "mestres" em dúbias interpretações, se calhar até os que não eram de obras. Quanto às estrelas do coro de cima, se for para escolher, prefiro o lado esquerdo depois de uma escovadela.
:)))))
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.06.2017 às 13:54

:))
E nem sequer conheciam a Madonna.

Comentar post



foto do autor








Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD