Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe psicóloga

rabiscado pela Gaffe, em 03.08.16

TV.gif

 A Gaffe está surpreendida com o linchamento público de Quintino Aires.

 

Irrita imenso perceber que quando uma criatura diz o que pensa com a perspicácia desempoeirada, com a argúcia e objectividade construídas com o saber e com a experiência deste emérito psicólogo, é trucidada por uma matilha de esfomeados.

Perante Quintino Aires somos todos como o Velho do Restelo. Tentamos impedir que as naus abram caminho na lauta ignorância do populacho. Por muito que a barcaça abane, seria de esperar que o farol brilhasse apontando o rumo e proclamando sem teias ou véus os nojos de gentalha que nos enche os jardins dos hospitais quando um dos membros é internado e que nos polui com ossos de frango e cascas de bananas as gardénias em flor e a relva aparada na véspera.

 

Meu querido Quintinito - permita que o trate assim, tem mais salero, - o menino tem toda a razão e se mais houvesse sua seria. A ciganada é propensa a tráfego de droga, a mendicidade, a gatunagem e - livre-nos Deus - bate nas pessoas a troco de algumas migalhas. Não se sabe vestir – o look hippie-choc nunca foi tendência digna de gente de bem, - e lê a sina – pormenor que o menino faz muito melhor e de um modo obviamente profissional quando nos deslumbra com as suas análises a concorrentes com cérebros enfiados no rabo da Teresa Guilherme ou analisa de modo profundíssimo e altamente qualificado casos que o Goucha vai desenterrar nos esgotos da miséria humana e que aparecem documentados num slide e num slogan pregado na lapela da falta de ética.

 

Meu querido Quintinito, a Gaffe lamenta apenas que não tenha unido às características tão bem enunciadas destas gentalhas horrendas, o facto de serem POBRES. São gentes pobres e não adianta referir a chuto de bola o Quaresma, porque ser pobre também é vestir uns calções pretos pelo joelho, uma camisa estampada e justíssima, desenhar palermices no cabelo e chegar a um evento nestes preparos e ainda por cima acompanhado por uma senhora muito apertada, que dobra o joelhinho e levanta o pé quando é fotografada e, miséria, com um cabeleireiro de guetho.

Não tema represálias desta gente perigosíssima. Os ciganos também são muito supersticiosos e dizem que não se aproximam de sapos. Pode portanto ser sincero e continuar a deslumbrar-nos com os seus poderosos comentários.

 

A Gaffe deve no entanto anotar que não simpatizou ao ouvi-lo dizer que fazer sexo com animais aumenta a ligação entre o ser humano e a natureza.

A Gaffe desconhecia que o menino vive numa quinta muito inclinada a místicas comunhões com o Todo Natural e compreende as suas elevações e flexibilidades ecológicas, mas confessa que ficou um bocadinho incomodada tendo em conta que o rapagão que a acompanha é engenheiro agrónomo, vive no Minho - província infestada de bicharada - e tem uma plantação de bois e de vacas. Sabe, para seu descanso, que o rapagão é um cavalheiro e que não se envolveria com nenhuma cabra ou nenhuma vaca sem pelo menos as levar a jantar e a um desconserto e a um concerto do Libarece - ao contrário de imensos ciganos, - mas, como referiu, a celebração das nossas origens é sempre um evento a que raros faltam. Todo o cuidado é pouco. Estamos descansadas a ler a Vogue e PUMBA! somos traídas com uma porca, uma vaca ou uma cabra - não faz ideia como isto é recorrente!  A Gaffe tem apenas de se lembrar que deve afastar de si a Chihuahua que lhe ofereceram. A bichinha é ainda muito jovem e pura e a Gaffe receia que o menino aproveite para tratar, como disse e muito bem, a patologia social que é ser-se virgem, afastando dessa forma prejuízos para a saúde pública.

 

A Gaffe congratula-se ainda por o ouvir a proibir ou a desaconselhar as mamãs a ministrar aos rebentos o que foi prescrito pelos médicos. Haja bom senso! Haja contenção! Afinal basta o Quintino Aires para nos provar que a falta de medicação na infância, é perfeitamente capaz de produzir psicólogos.

 

Querido Quintinito, o menino persista. O menino apareça. O menino continue. O menino comente. Vai ver que se transforma a muito breve prazo numa pequenina espécie de Trump da psicologia.    

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


35 rabiscos

Imagem de perfil

De Mula a 03.08.2016 às 11:47

Acho apenas que o senhor toma umas coisas esquisitas antes dos programas e depois tem desvarios dessa ordem...
É que sejamos sinceros, às vezes o problema não é o que se diz, porque eu posso ir a televisão dizer o que bem me apetecer que não me fica mal - vão apenas olhar para mim como uma pobre coitada - mas as pessoas têm que ter noção que quando se vai à "têbê" defender uma determinada posição por termos uma determinada profissão estamos de certo modo a difundir uma ideia de um coletivo - mesmo quando não o é, efetivamente. É só... um bocadinho perigoso, mas tendo em conta os programas a que ele vai... É mais bacorada menos bacoradas, já ninguém leva a sério...
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 13:10

O problema é que o homenzinho vai na qualidade de psicólogo.
Desprestigia toda a classe e faz com que os psicólogos possam eventualmente ser vistos como charlatães encartados.
Não entendo como a Ordem ainda não lhe retirou a capacidade de se exercer ou mesmo de se demarcar publicamente das suas "análises".

O homem é estranho!
Imagem de perfil

De Mula a 03.08.2016 às 13:20

Aí é que está. Pessoas como estas podem deitar por terra todo o trabalho de anos que Psicólogos - a sério - tiveram para marcarem uma posição na saúde mental em Portugal. São anos a tentarem mostrar que consultar um psicólogo não é só para "maluquinhos" e depois vêm estes caramelos mostrar que os psicólogos são maluquinhos... E isso quebra uma grande corrente de confiança!

Mas o problema não é só ele ser assim, o grande problema ainda é darem-lhe crédito e tempo de antena. Considero que os canais generalistas deveriam de ser obrigados a passar outro tipo de mensagens, e por isso deveriam estar proibidos pessoas assim, programas como casas de putedo e afins... Mas como são privadas, fazem o que querem e bem lhes apetece.
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 13:30

A imagem que fica dos psicólogos é a contrária. Quem tem personalidades disfuncionais ou problemas passíveis de ser acompanhados e tratados por profissionais desta área, não somos nós. São eles.
Por favor, não os consultem, porque são todos Quintino Aires e aquilo é de fugir.
Sexo com animais olahdo como celebração da mãe natureza, ciganos feios, porcos e maus, medicação retirada às crianças que dela dependem, Virgindade como distúrbio social e ameaça à saúde pública...

Quem dá uma chapadão na bocarra do tipo?
Ser uma TV privada a dar-lhe voz é deplorável, mas ainda mais miserável é este silêncio, esta ausência de demarcação e de repúdio da Ordem dos psicólogos
Colocar o homem contra a parede como castiguinho, é patético.

Volta Eduardo Sá, estás perdoado.


Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 03.08.2016 às 11:51

Havia tanto para dizer sobre o Quintino ... mas depois lembro - me daquela bocarra nojenta e desproporcional e perco a vontade.
Bom mas mesmo bom era o Quintino encontrar um cigano que lhe mostrasse "como é "...mas depois lembrei - me que isso não era um castigo mas sim um prémio que aquela...coisa não merece!
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 13:06

Sabes que penei no mesmo?!
Um cigano matulão e musculado não me parece grande castigo, pese embora o "grande"...
Imagem de perfil

De Corvo a 03.08.2016 às 12:54

No programa da TVI pronunciou-se sobre um concorrente que aos 26 anos ainda não iniciara a vida sexual. Aos microfones da Antena 3, aconselhou os ouvintes a recusarem “estas patologias sociais” e afirmou que a virgindade é um problema de "saúde pública". 

Como não especificou a idade para a perda da virgindade, e consequentemente, considerando o interesse de uma boa saúde, deduz-se que quanto mais cedo se mande para as urtigas a virgindade, melhor, Talvez uma horita depois o nascimento.

Na entrevista que deu à revista Happy Woman, afirmou: “Fazer sexo com animais aumenta a ligação entre o ser humano e a natureza. Pelo que está claro que não devemos considerar a zoofilia uma perversão, mais sim uma celebração das nossas origens. No fundo somos todos animais.”

E por que não o distinto doutor celebrar as suas origens indo viver para a pocilga ou estrebaria.
Isso é que era uma aproximação à natureza.
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 13:12

Foi onde me baseei para postar este encantamento.

As gigantescas palermices que diz deviam fazer corar de vergonha o Ordem dos Psicólogos e agir em conformidade.
Não é aceitável que a Ordem assobie para o ar e continue a não se demarcar das bestialidades deste homenzinho.
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 13:34

o último êxito de quintino!!

https://www.youtube.com/watch?v=-7eJFFd2Ln8

agora digam que a psicologia clínica é uma actividade enfadonha!!

ciganos e gringos unidos pelo som, pela música, pela pedagogia, pela terapia quintiniana!!

façamos do mês de augusto, o mês de quintino!!!!!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 13:51

Ah! Meu caro,
Mas já há belos ciganos a dedicar-lhe melodias:

https://www.youtube.com/watch?v=faqiqA1bYt4
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 14:04

jozsef lendvay também lhe dedicou esta versão das czardas.

https://www.youtube.com/watch?v=_WiKOxfQXqM

e não esqueça que wilhelm wundt rejubila por quintino.

:))))
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 15:18

podíamos, porém, ser mais construtivos. criar, aqui mesmo, um croud funding que nos permitisse enviar o quintino para priceton, frequentar a cátedra de bioética de peter singer.
(e se sobejassem alguns fundos, talvez uma pequena plástica que lhe atenuasse os traços "sapónicos")
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 15:24

Traços "sapónicos"?
Hum... Creio que os fundos que sobejam não são necessários.

Porque não usarmos o croud funding para passarmos umas férias longe do homem?
Muito mais luminosa esta hipótese.
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 15:37

ilhas phi phi?
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 15:38

Uma bela escolha.
Suponho que não arriscamos a encontrá-lo por lá.
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 15:50

penso que não. mas como precaução podemos enviar-lhe um boi almíscarado para ele se entreter por cá, uns dias antes de sairmos.

(eu tentei ser construtivo)
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 15:57

Mas não foi construtivo.
Imagine a quantidade de reclamações que receberíamos da Sociedade Protectora dos Animais e do PAN!
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 16:13

esqueçamos então o quadrúpede.

levo uma beretta m9 e estatuto de imunidade absoluta. (just in case)
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 16:17

Uma chapada é capaz de ser mais eficaz. Suspeito que o menino não tem a eficácia de um snipper ...
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 16:31

não me subestime... mas tem razão, seria desproporcional. poderei sempre gerar um pequeno tornado que o leve para o antípoda da tailândia. (algures entre o norte dos eua e o canadá)

está bem assim?
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 16:36

Sim.
Terá apenas de ter cuidado com o efeito borboleta.
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 16:37

não se preocupe. eu telefono ao lorenz.
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 16:50

Na ilha não há rede.
para além de eu não saber quem é o Lorenz ...
o da Arábia era Lawrence. Este varreu-se-me.
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 17:02

telefonar era metáfora. literalmente é telepatia, tanto mais que este lorenz (o da teoria do caos, criador do modelo conhecido como efeito borboleta) já se passou para o outro lado há uns anitos.

(é melhor apagar esta gente toda, as ilhas começam a ficar sobrelotadas)
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 18:19

Ah! O Edward!
Acabei de fazer a figura dos que pensam que Byron era lord.
:D
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 19:32

o george era barão.

let's walk in beauty to phi phi.

(nova versão, em curso, do "she walks in beauty" do dito lord que não era lord)
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 19:58

Peregrinemos pois pela sexta vez por Childe Harold antes de nos tornarmos incompreensíveis.
:)
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 20:22

tão emotiva e romântica! sintra, sem si, é um arrozal chinês.
:)
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 20:34

A Amazônia sem mim é um deserto.
:)))
Sem imagem de perfil

De josef a 03.08.2016 às 22:20

e a menina uma miragem.
(ruiva, claro)
:)
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 23:15

:)
Tão bom!
Tão gentil.
Imagem de perfil

De Cecília a 03.08.2016 às 14:24

devia ser do conhecimento geral que o quinino é venenoso.

mudemos de aires, que eu tenho medo é de gente assim e não dos ciganos.


Imagem de perfil

De Gaffe a 03.08.2016 às 14:49

E no entanto, é a gente assim que se vai dando voz nas "nossas" televisões.
Um terrível lapso.
Não massacro, nem apedrejo, que tem opiniões racistas. Afasto-me e procuro sinalizar o imbecil, mas este tem um público considerável. É assustador vê-lo a fazer passar sem qualquer pudor este tipo de lixo.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 04.08.2016 às 18:03


Que nojo de homem!
Mas nojo me faz, também, quem lhe dá crédito. Por isso, não vejo a TVI.
De quando em vez, no meu zapping antes de desligar a TV, páro, vejo o que se passa naquele horroroso programa que o povinho adora, não mais de 2 minutos. Saio.
Nem os apresentadores deste canal eu suporto.



Imagem de perfil

De Gaffe a 04.08.2016 às 18:32

Lamentavelmente apanho com o programa enquanto almoço.
O homem é um pateta.
O Goucha faz pela vida e a rapariga que o acompanha é uma das mulheres mais deselegantes que eu já vi. Não adianta dizer que tem um sucesso enorme. O sucesso deste calibre não está necessariamente apenso à elegância. Raramente está. A mulher é grosseira e histriónica. Parece que isso dá "pontos" telegénicos.

Comentar post






  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD