Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe na Final

rabiscado pela Gaffe, em 10.07.14

Não é segredo que na Copa a minha selecção favorita sempre foi a da Alemanha.

Todos vestido por Hugo Boss, todos belíssimos rapazes, organizados, implacáveis, tenazes, interligados, metódicos e por aí fora, que de adjectivos estão estas avenidas cheias.

Como é evidente, tornar-se-á em triunfo sem que para tal precise de sambar. Nada menos se espera de um grupo unido de super-atletas com uma noção perfeita de coesão e de espírito de equipa primorosa e inteligentemente bem treinada.

 

Agora o que me intrigou significativamente foi a C., quando o Mundial se espalhou na mesa como um dominó de reformados, declarar com alguma solenidade a preferência pelo Brasil na Final do Campeonato, fazendo-o disputar o troféu com a selecção do Mónaco.

 

Bem sei que a C. não é criatura de grandes chutos e que os tacões dos seus Manolo Blahnik dificilmente se confundem com pitões, mas fazer entrar em campo uma equipa derrubada de modo arrasador para enfrentar uma outra que é inventada, é digno de um samba principesco.     

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe com um cartoon

rabiscado pela Gaffe, em 25.06.14

Mundial em língua gestual

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe croata

rabiscado pela Gaffe, em 17.06.14

As redes sociais estão incendiadas com os rabiosques dos jogadores croatas que desfilaram nus nas bordinhas da piscina do hotel onde estacionaram.

Ao contrário de Portugal que tem bem definida e calendarizada a sua época de incêndios (Primavera, Verão, Época de Incêndios, Outono e Inverno) as redes sociais permanecem em constante labareda. Tudo é cavaco para a eterna fogueira. O fanico do Presidente, o erro da produtora de gelados, a Jonet a deslizar pela caridadezita, a Carolina Patrocínio a revelar que as mamadas não lhe deixam muito tempo, Marinho Pinto e o trogloditómetro a tocar extremos, a miúda que quer uma mala enquanto morre de fome um continente, os acidentes de Manuela Moura Guedes, a roda da sorte e dos Volvos facturados e mais que não se diz por cheirar a esturro, deixam um lastro de lava por todo o scroll mais desprevenido.

 

A Gaffe tem de confessar que o esperado cilindrar da selecção portuguesa pela alemã (só não se sabia era por quanto) foi, sem um pingo de patriotismo, esquecido por completo perante a visão de um rabinho perfeito a enfeitar croatamente o rebordo da piscina.

Embora a Gaffe tenha infelizmente vislumbrado apenas um, pela amostra que lhe foi entregue ficou fã, apoiante, aficionada, russa (oxigenada, vá!) de fanatismo e muitíssimo empolgada a imaginar o resto da equipa.

Contudo, a Gaffe não entende a ardência das redes sociais perante um rabinho tão divino.

A Gaffe já viu Ronaldo de cuecas panorâmicas. A Gaffe já viu Roanldo nu (embora com a pilinha tapada pela sempre oportuna Shayk) e já o viu de speedo tão apertado como o soutien da Bárbara Guimarães. A Gaffe já viu Messi enfiado numas cuecas Dolce & Gabanna e pensou ser muitíssimo mais discreto se Messi as tivesse presas nos dentes. A Gaffe já viu Marchisio com as ditas quase transparentes (abençoado rapaz e abençoadas cuecas que o trazem dentro!) e não sofreu nenhuma reacção vagal nem lhe passou pela frente a ideia de lançar fogo às redes sociais (a verdade é que também estava preocupada em apagá-lo noutros sítios).

Ver um rabinho perfeito, a grande área, o meio campo, o canto, o travessão ou linha de fundo de um jogador internacional sem em simultâneo contribuir para a desflorestação do planeta Zuckerberg é portanto uma questão de iluminação e de qualidade do grão e do ruído da fotografia, da grife, da pose e da Irina.

 

A Gaffe admite que está ansiosa por assistir a um jogo em que a selecção croata esteja em campo! Quer ver se consegue reconhecer o resto do rabo que a deixou quase pirómana.   

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe no Mundial

rabiscado pela Gaffe, em 16.06.14

Não há como negar que o futebol possui alguns dos atletas mais atraentes do mundo.

Com corpos musculados, maciços e robustos preenchem os olhos das raparigas espertas que nas próximas cinco semanas não vão escapar à febre que as cerca.

Embora desconhecendo por completo as regras que definem o jogo e se estando francamente a borrifar para os resultados finais, a Gaffe escolhe os três maiores motivos para perder tempo com chuteiras.

 Claudio Marchisio - Itália e Juventus

A imprensa italiana chama-lhe "Il Principino" (O Pequeno Príncipe). Amado pelas mulheres que se rendem aos seus olhos azuis depois de prestarem a maior e a melhor das atenções às cuecas Dolce & Gabbana que o menino anuncia.

 Olivier Giroud - França e Arsenal

Os olhos azul-bebé conseguem milagres! Este francês gosta de esbater os limites de um desporto ligeiramente machista e recentemente apareceu sem camisa na capa da revista gay francesa Tetu. Agradecidos e agradecidas.

 Luis Suárez - Uruguay e Liverpool

Suárez este ano marcou 31 golos para o Liverpool! Um belíssimo animal de perigosidade iminente. Impedido de jogar a semifinal no Campeonato do Mundo de 2010, foi suspenso duas vezes por morder os adversários.  

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:

A Gaffe distraída

rabiscado pela Gaffe, em 13.06.14

Portugal no seu primeiro jogo!

A Gaffe vai assistir a pouco. Estará o tempo todo distraída, com os olhos pregados na equipa alemã. Tudo BONS rapazes.

Gostou bastante do novo equipamento da selecção portuguesa (um dia tinham de acertar), apesar de não favorecer grande coisa o Hélder Postiga. Acentua o ar de hobbit do rapaz. Ficará como sempre espantada com a quantidade de saliva e de muco que os moços conseguem largar para o chão. Depois queixam-se que o campo está encharcado. Mas vai ser a loucura!
A Gaffe descobriu também que andou enganadinha todos estes anos. Uma sondagem daquelas que não valem rigorosamente nada e que por isso são divulgadas e conhecidas por uma multidão, concluiu que o jogador da Copa com mais charme é o Cristiano Ronaldo! A Gaffe a pensar que charme era coisinha que nem à força de picareta e cavando muito o Ronaldo tinha para amostra! O que uma rapariga aprende com o futebol!  A maioria dos votos deve ter sido das austríacas que estão fechados nas caves.


Por falar em austríacas enfiadas em caves, a Gaffe apanhou também como o programinha antigo da Natasha Kampush, chamado Natasha encontra…. Um talk show onde são convidados algumas figuras mediáticas. Viu e chegou a compreender o tipo que engavetou a miúda durante oito anos. O homem podia ser um psicopata, mas tinha visão e tinha consciência perfeita que manter a rapariga numa cave pouparia muita aflição aos telespectadores. O suicídio justifica-se portanto, logo que a rapariga lhe escapou. A moça é pior do que a Judite de Sousa a entrevistar o Aznavour e, como ouvi dizer, a Juditita traumatiza qualquer um quando se põe a fazer perguntas a quem não é político.


Mas a nossa selecção vai jogar Portugal e estão próximos os Santos populares. A Gaffe foi convidada para os festejos. Gosta. É uma rapariga simples, muito dado a folguedos. Desde que não apareça a Mariza a gritar pelo povo da terra dela ou o Represas a choramingar porque quer amar, amar perdidamente, está com o povo, com pimentos, sardinhas, entrecosto e com a selecção, carago!

Se arranjar tintas para pintar a cara e um CD da Mónica Sintra ou da Marlete Suzete, lá vai a Gaffe a abanar a bandeira e ajavardar as sardinhas assadas e a binhaça madura enquanto martela. 

 

Enfim, dizem-lhe que está combinado. 

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor




  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
JIFR-J5MR-Y1XR-YACD