Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe do ramalhete

rabiscado pela Gaffe, em 21.02.18

Ramalhete

 

A Gaffe sempre considerou as atitudes dos homens que são considerados românticos a maior perda de tempo do planeta.

 

Não interessam os ramos de flores que lhe oferecem se o portador não provar que as fitas que apertam o ramalhete trazem nas pontas e nas horas um Bentley agarrado - e pode ser à cocaína, pois que dessa forma uma rapariga esperta sabe que jamais ocupará o lugar do morto. 

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:

A Gaffe volta ao faduncho

rabiscado pela Gaffe, em 21.02.18

1.jpg

 

Aqui

os rastos desta dor são como vidro

onde resta o rosto já partido

da terra ou o das águas por findar

Aqui

tudo é previsto ter uma parede

e a cal escalda branca só de sede

na noite de uma casa sem luar

Aqui

é só na minha dor que eu estremeço

apenas nesta seda onde não teço

a madrugada dos lírios por cortar

Aqui

o dia que se verte sobre a asa

magoa esta saudade a voar rasa

no céu de uma raiz quase a chorar

Aqui

será de novo teu o que florir

a  raiz que erguer o que há-de vir

quando o meu chão doer no teu voltar

Aqui

hás-de voltar para ti

fingir que foi de outra o que eu sofri

ao lancetar a ferida que é lembrar

Aqui

eu sou a que faz falta ao teu voltar

o lanho que se esquece de sangrar

na  minha vida ferida só por ti

 

Aqui

hás-de voltar a ti

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:




  Pesquisar no Blog