Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de Guillaume

rabiscado pela Gaffe, em 07.05.19

1111.jpg

Revejo as velhas fotos de Paris.


Fotos banais do mais banal dos amantes da cidade, pronto a oferecer-me tudo o que tem, mesmo o mais tolo, mesmo o mais ridículo.


No Palais Royal. Na galeria de arte de luz amarela e estranha. Frente à Torre Eiffel, sorrindo basbaque. Na Rue de Monceau onde por perto pairou Proust.


Neste vale de imagens, a minha distância a verter saudade.


Lembro-me da textura da mesa no Les Deux Magots onde o encontrava, a mesa de Sartre e de Genet, mas é difusa a memória do meu aranhiço que de negro vinha, de azul nos olhos, réstias lapidadas de existencialismo, falar-me de desolação, porque o Inferno era eu, que não o amava.


Encontro finalmente na base da memória e de uma imagem o nome do rapaz: Guillaume.

 

Guillaume!...

 

E subitamente sinto-me sozinha. 

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:




  Pesquisar no Blog

Gui