Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe no jardim

rabiscado pela Gaffe, em 14.06.19

 

jardim

E na voragem endoidecida do aroma das tílias, na fome dos fetos e das heras, nas rajadas dos teixos que fazem pender as sombras sobre os lagos, abdicam das cores as hortênsias como no fim de um baile uma orquestra se despe e nua de sons expira sozinha.  

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:

A Gaffe abre a época de caça

rabiscado pela Gaffe, em 14.06.19

 

Está a chegar o Verão, meus rapazes, e com ele os sensualíssimos desportos náuticos e, para nós, a abertura oficial da época de caça.

Sejam uns queridos e não usem aquelas coisas larguíssimas, coloridas, floridas, riscadas e repletas de logos, com cordelinho de algodão na cinta e quase a tocar nos tornozelos.

 

Transformem-se nos homens que queremos como bússola. Desgrenhados e barbudos, de blusões de malha azul a ofuscar o mar, sonhadores e solitariamente mentirosos. Sejam flaneurs aquáticos de calções justos no início das coxas e troquem a prancha da piscina por veleiros ou façam com que acreditemos que o conseguem.

 

Quem se importará de vós, depois do Verão?!

 

Sobretudo, meus queridos, arranjem uma luxação num pé! Pode ser mito, estereótipo, léria e ladainha, mas, no fundo de cada rapariga, há sempre uma enfermeira em sentinela, pronta para vos cuidar.

 

No Verão, meus queridos, somos todas tão despreocupadamente inteligentes!

 photo man_zps989a72a6.png




  Pesquisar no Blog