Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe e aquilo

rabiscado pela Gaffe, em 30.10.13

- És uma querida e chegas-me aquilo?

Espero sem mover um músculo. A informação será com toda a certeza complementada.

- Por favor, isso está mesmo em cima daquela coisa! Mesmo  tão perto!

Noto uma ligeira alteração na voz. Começa a irritar-se porque não lhe chego aquilo que está em cima daquela coisa mesmo aqui tão perto.

Tudo o que tenho e que obedece a estas coordenadas e que pode eventualmente ser incluído no espaço agora recortado pelo indicador da C. que volteia enervado, é um pisa-papéis ridículo de metal pesado.

Porque sou uma querida, levanto-me e entrego-lho, embora nas sombras sinistras dos desejos da minha alma bárbara lho tenha atirado directo a cabeça.

- Deuses! Que tu és como o governo! Queremos uma coisa, dá-nos outra.

Não é verdade. Quando se trata de uma coisa bem descrita e definida, acerto sempre e, como uma querida que sou, não esqueço sequer os ornamentos, atavios e adereços que possam constar presos àquilo

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


Comentar:

CorretorMais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.




Por força maior, os V. comentários podem ficar sem resposta imediata. Grata pela Vossa presença.


  Pesquisar no Blog