Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe e Eusébio

rabiscado pela Gaffe, em 06.01.14

Uma coisa me consola, Eusébio. É que não fui eu quem cobriu você de adjectivos, de apodos, de cognomes mais ou menos imaginosos. Não fui eu quem disse que você era a pantera, o príncipe, o bota de oiro, o relâmpago negro, o coice para a frente, o astropata. Também não fui eu quem disse que o seu nome era Eusébio. Dar o Eu a Eusébio, que pretensão! Derive, derive e vire, vire e atire sem parança, Eusébio, seu genial tragalhadanças!

Alexandre O'Neill

 

 photo man_zps989a72a6.png





  Pesquisar no Blog

Gui