Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe luminosa

rabiscado pela Gaffe, em 23.05.12

(Chanel - New Perfection Lumière Foundation)

Uma mulher pode estar empapada, embrulhada, incrustada, imbuída, repleta de make-up, mas é absolutamente obrigatório que só ela o saiba e que ela o perceba.

Imperceptível tem de ser a palavra de ordem. Sem espessura, com a textura da base escolhida capaz de se fundir com a nossa pele, fazendo voar imperfeições e manchas, tornando-nos etéreas, transparentes e quase misteriosamente luminosas.

Perfection Lumière, da Chanel, (eu já devia ser patrocinada pela marca!) comporta-se na perfeição, obedecendo a todos estes requisitos.

Está disponível em 23 tons, com diferentes nuances tonais para garantir uma correspondência perfeita com o seu skintone (a palavra é tão profissional que não resisti).

Não provoca a mais leve sombra de pecado e é consistente com as nossas mais ténues exigências. A nº 12, Bege Rosa mistura-se connosco na mais conseguida harmonia e resiste surpreendente sob uma vasta variedade de condições de iluminação.

Trazendo um aroma subtil de damascos, óptimo para ser beijado, toda a gama é aplicada com a base dos dedos, em oposição à tradicional escova, embora, em consequência, o resultado possa parecer menos profissional. A fórmula de Perfection Lumière desliza facilmente, luxuosamente, luxuriantemente e deixa-nos a pele com a textura de um veludo veneziano.

Somos gôndolas que passam arrastando a maciez do entardecer, porque já flutuamos infalíveis, sem retoque algum, durante todo o dia que passa deslumbrante pelo sumptuoso Grand Canal.

 

Nota – e o preço (cerca de 45€) não nos arruína.

 photo man_zps989a72a6.png





  Pesquisar no Blog

Gui