Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe discorda

rabiscado pela Gaffe, em 01.06.12

Depois de alguma discórdia, civilizadíssima, como seria de esperar, com os meus elegantes comentadores, Vic e BC, vejo-me na obrigação de provar que o preto não é tão condenável como fazem parecer.

A primeira prova, sendo demasiado óbvia e irrefutável, fez-me sentir na obrigação de apresentar um reforço.

O preto, meus queridíssimos amigos, não pode ser pecado visto desta forma e, meus caros, é dificílimo contestar a perfeição.

 photo man_zps989a72a6.png


3 rabiscos

Sem imagem de perfil

De BC a 01.06.2012 às 16:14

Cara Gaffe ,
 Longe de ser condenável o preto é muito elegante mas previsível. Pode ser opção ou falta de imaginação. Como é que se diz?.. com o preto não me comprometo.
Experimente visualizar estas duas cenas mas troque o preto por um azul escuro. Não ficará desiludida decerto.

Imagem de perfil

De Gaffe a 01.06.2012 às 16:53

Creio a troca por azul, não me desilude, mas admita que, aqui, o preto é irrepreensível. A previsibilidade está apenas nos nossos olhos.
:)

 
Sem imagem de perfil

De Vic a 01.06.2012 às 19:04

Sinceramente, o 1º exemplo não é ds meus preferidos, aliás a época a que se reporta não foi das melhores no que respeita à moda masculina, e para além do negro, não aprecio a largura da gravata. Isto é, o homem pode dizer-se que está impecável, mas não está ao meu gosto.
Já o 2º caso é diferente. O casaco até me parece mais azul muito escuro que negro. De qualquer modo, está bem mais ao meu gosto.


P.S. - do BC, discordo numa questão e radicalmente: num guarda-roupa de homem nunca podem faltar sapatos pretos e luvas da mesma cor.

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui