Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe adolescente

rabiscado pela Gaffe, em 01.06.16

Lolita.jpg

Encontrei o meu olhar de anjo inocente e ingénuo que fica muito próximo, quando o vejo reflectido nos espelhos, do mais sacana dos olhares de caça, à porta do Clube Siècle em Paris. 

 

Preocupada, sabendo-o sem carro, a minha tia suplicava que fossemos esperar o reservado esposo e o acompanhássemos a casa são e salvo. O pretexto - se fosse necessário para estas incursões pela noite dentro, - seria o melhor e o mais abnegado.  


Não tínhamos permissão para entrar. Fechavam-nos cá fora. Ficávamos na rua soltas e com frio, à procura de risos e de lume. 
O jogo que encontramos para empatar a espera tinha no corpo aquela sinuosa inocência que roça levemente o que é perverso, mas que se agarra sempre à cândida ingenuidade das meninas. Escondiam-se umas das outras e uma apenas uma, encostado à noite mimava uma Lolita.

 
Esperávamos a saída dos senhores reservados e potentes como grandes e pesados animais de pântano e de charco e, muito aplicadas dentro dos papéis ou do que deles imaginávamos ser o que era o certo, jogávamos a sedução, esperando aquele que nos daria os pontos elevados e que, dizia-se, ser Bispo e muito digno. 


De todas, fui sempre eu, a mais novinha, a vencedora. Das raparigas mais adultas nenhuma chegou a reunir os instantes necessários para tal. Perdiam sempre, presas a uma ineficácia desgraçada e uma inaptidão confrangedora.  


O meu jogo era o do olhar.  


Aprendi a construir a perigosa e insondável inocência de Lolita e os meus olhos decoraram os textos do insidioso abismo da candura, adivinhando o cio paquidérmico. 


Nunca à porta do Siècle eu vislumbrei o Bispo. Com dezasseis anos acertamos de preferência nos acólitos.

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


2 rabiscos

Imagem de perfil

De Corvo a 02.06.2016 às 03:11

Indícios percursores duma evolução pela contemporaneidade reconhecedora do significado do que é a denominação de... uma rapariga esperta.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.06.2016 às 09:25

Oh! Agora sou uma menina muito ajuizada.

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog

Gui