Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe aflautada

rabiscado pela Gaffe, em 24.10.19

MT.jpg

Se a Gaffe avançar pela banalidade e repensar o modo como queremos que uma verdade, ou uma mentira que desejamos que passe por verdade, seja ouvida, verifica que depois de se arregalar os olhos, se esganiça.

É que esganiçamos!

 
A Gaffe propõe que pensem nos momentos em que disseram a alguém no meio duma discussão, mesmo das pequeninas e com um travozito a mentira: 
Juro-te que é verdade. Mas é tudo verdade!

Esganiçaram. Aflautaram. Podem ter sido apenas um bocadinho, mas esganiçaram, mas aflautaram.

A Gaffe aposta que disseram a frase a caminho do falsete ou então aproximaram-se do esganiço. Foi ou não foi?

 
Este modo de dizer uma frase que pode ser dita na voz que deus nos deu, parece que fica mais credível se aflautarmos, mesmo se o sopro na flauta for discreto. Acontece apenas nestes casos. Como se a verdade, ou a mentira que queremos que passe por verdade, se tornasse de pedra e cal se tentássemos imitar o Nuno Guerreiro - esta linha de pensamento acaba por levar a Gaffe a pensar que o Nuno Guerreiro é uma verdadeira santa genuína quando desata a chiar. É de notar que esta é uma conclusão precipitada, consequência do mau discernimento e confusão mental que o homem provoca quando aparece desatado aos guinchos.

 

A Gaffe perdoa o bater pestanas num arregalado olhar azul. Descobriu que a maioria das pessoas portadoras de olhos claros, os esbugalha quando discute, provavelmente porque em criança de tanto ouvir clamar pela beleza dos ditos, considerou que os podia tornar argumento convincente, tentando ofuscar o contraditório, mas esta rapariga não entenderá jamais como Marta Temido foi reconduzida no cargo onde esganiçou uma quantidade tão elevada de vezes que só não perdeu pio porque se agasalhou com as listas de espera que conseguiu tricotar.

 

- Juro que é verdade! - aflauta esta rapariga muito convencida.    

 photo man_zps989a72a6.png


7 rabiscos

Imagem de perfil

De Rui Pereira a 24.10.2019 às 11:55

Minha amiga,
Adoro as suas teorias comportamentais!
São as mãozinhas do Tom, não são? Do Tom & Jerry!
:)))
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.10.2019 às 16:36

:)

Não sei de que mãos as mãozinhas.
Todos os bonecos Disney possuem apenas quatro dedinhos.
Imagem de perfil

De Rui Pereira a 24.10.2019 às 23:01

Já sei, foi o telemóvel. ;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 25.10.2019 às 09:18

Pois ... Não sei.
Mas fixemos o lado positivo. Dá um ar hermético.
:)))
Imagem de perfil

De Sarin a 25.10.2019 às 09:59

A maioria, sim, talvez... mas eu não arregalo. Semicerro - por rir, por chorar, por me chatear e até para aflautar a voz, que quando juro me sai num portento de bandeira... a voz só se me aflauta com doçuras que me enjoam.

Por acaso acho a Temido uma boa escolha - há que acabar o que se começou, depois logo se contam decibéis.
Imagem de perfil

De Gaffe a 25.10.2019 às 10:47

Mas a menina é uma excepção.
A esperança na Temido é disso prova.

A senhora não começou por mutilar as listas de espera e apresentar as ditas como reduzidas através de eficiência, trabalho e eficácia? Afinal, tinham apenas riscado uns tantos pacientes, não foi?!)
Imagem de perfil

De júlio farinha a 28.10.2019 às 00:07

Expressões como bater pestanas são muito engraçadas e eloquentes. Mande mais.

Comentar post