Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe amarela

rabiscado pela Gaffe, em 21.12.18

Ambrósio.jpg

Ambrósio,

Cale-se! Hoje Apetece-me apanhar pancada da polícia.

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


13 rabiscos

Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.12.2018 às 09:40

Há quem não resista a uma boa farda!
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.12.2018 às 09:45

Eu não resisto. Assumo, embora me tenha de explicar melhor a que se refere quando usa o verbo "resistir". Tornou-se de repente bastante dúbio.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.12.2018 às 11:15

O português é uma língua muito traiçoeira.
Imagem de perfil

De Miss X a 21.12.2018 às 10:48

Adorei!
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.12.2018 às 11:42

:)
Cuidado!
Parece que ofende muita gente ...
Imagem de perfil

De Quarentona a 21.12.2018 às 11:06

Minha querida Gaffe, tudo depende do guarda que nos queira espancar... :D
Beijinho muito grande de Boas Festas ;))))
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.12.2018 às 11:40

É essa a minha linha de pensamento armado ...
;)
Imagem de perfil

De júlio farinha a 21.12.2018 às 23:10

É um desejo muito exigente. A polícia de hoje não bate em ninguém!
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.12.2018 às 23:13

:)))
Tão bom!

Podemos não ter tudo, mas temos o direito de exigir o impossível.
Imagem de perfil

De júlio farinha a 21.12.2018 às 23:17

Que fixe, a sério. Muita utopia nasceu e morreu em Maio de 68.
Imagem de perfil

De Gaffe a 22.12.2018 às 00:12

Verdade. Foi em Maio de 68 que nasceram e morreram os slogans mais bonitos.
Nós arrastamos os cadáveres, não é?
Imagem de perfil

De júlio farinha a 22.12.2018 às 00:28

É como diz. O que mais me custa é saber que tantos jovens generosos e bons tenham tão depressa renunciado aos ideais bonitos da sua geração. Coube aos vindouros apanhar os cacos. Cabe-nos a nós inventar, numa base racional, um mundo onde possamos viver melhor. E isso é possível,
Imagem de perfil

De Gaffe a 22.12.2018 às 08:02

Sobrou uma. Lembra-se da fotografia icónica onde está uma rapariga loira, muito bonita, de braço no ar, às cavalitas de um garboso jovem? É um clássico. Conhece com certeza.
É uma aristocrata (sabia-lhe o nome!) que acabou expulsa do clã e que velhíssima continuava a clamar pelo que defendeu.
Nem tudo se perde. Parece que há coisas que nem sequer se transformam.

Comentar post




Por força maior, os V. comentários podem ficar sem resposta imediata. Grata pela Vossa presença.


  Pesquisar no Blog