Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe barrada

rabiscado pela Gaffe, em 14.05.19

monster.gif

Conheci, ao longo desta longa passeata, pelo menos três tipos de comentadores anónimos que se distinguem de forma clara uns dos outros.

 

É evidente que o primeiro grupo não pode ser considerado danoso – muito pelo contrário. É constituído por pessoas que não subscrevem qualquer rede social e que não tutelam qualquer blog, mas que consideram interessante fazer o favor de acompanhar esta rapariga desequilibrada e opinar acerca das tolices que vai escrevinhando, usando um petit nom, ou deixando em branco, por defeito, a sua assinatura. São anónimos de uma amabilidade, gentileza, educação e absoluto bom gosto que - concordando, ou discordando -, contribuem para a elevação do espaço - tarefa a todos os níveis hercúlea.  São acolhidos comme il faut, pois que as suas características, como é bom de ver, não são - nem de longe, nem de perto -, aquelas que são apanágio dos grupos que se seguem.

 

A eventual inconveniência dos dois últimos é directamente proporcional à facilidade com que insultam e cospem para o chão esquecendo que o piso conspurcado não é o meu, é o deles.

 

O segundo bouquet tem como expoente máximo os anónimos que passam por estas avenidas deixando invariavelmente um rasto de baba nauseabundo. Não chegam a ser insultuosos, porque não chegam a ser visíveis. Há que lhes atar ao cachaço um osso qualquer, para que pelo menos o cão brinque com eles. As suas hemorragias verbais não são completamente imundas, não estão na base da degradação moral, não são abominavelmente degeneradas. O raquitismo mental destas criaturas torna-as invisíveis. Não incomodam.

 

O terceiro grupo é de mais difícil trato. É impudente e infame. É um nicho com olhos de um porco que nunca olham para cima; com o focinho de um porco que gosta de esterco; com o cérebro de um porco que só conhece a sua pocilga e com o grunhir de um porco, que só grita quando dói. Estas criaturas abrem a boca de porco, colmilhosa e horrível, e deixam sair tudo o que pode encher de nódoas a roupa lavada.

Não têm forma, não têm cara, arrastam uma estrutura cartilaginosa, sem ossos, inconsequente e viciosa, mal equipada e insegura. Tornam-se protótipos de gente pequena.

São circuncisados mentais e deitaram fora a parte errada.   

 

Foi precisamente por ter sido assediada por um representante desta última tribuneca - que parece saber tudo acerca da minha vida sexual e com ela fantasiar no escuro da toca onde se masturba -, que passei a usar a possibilidade que o Sapo me dá de restringir os comentários, mesmo correndo o risco lamentável de excluir aqueles que me seriam queridos, ou enriquecedores.     

 

É que escreverem que sou uma puta mal cheirosa (...) que tem uma obsessão por pilas (...), é uma terrível mentira.

Toda a gente sabe que uso Narciso Rodriguez!

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


49 rabiscos

Imagem de perfil

De MJP a 14.05.2019 às 11:35

Muitos Parabéns, Gaffe, pela tua brilhante reflexão!!!
(lamento muito a tua "infeliz" experiência!)
Dia Feliz!
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 11:43

:)
Obrigada.

Todas as experiências são interessantes. Depende muito do que fazemos com elas.
Imagem de perfil

De MJP a 14.05.2019 às 11:44

Sem dúvida!
Imagem de perfil

De Maria a 14.05.2019 às 12:09

Excelente definição destes vermes que só são felizes destllando a peçonha de que são feitos. Uns vermes imundos que se escondem no manto negro do anonimato. Uns cobardes.!
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 14:00

Alguns são apenas totós.
Não os podemos ofender, que é mauzinho da nossa parte.
Imagem de perfil

De Maria a 14.05.2019 às 14:02

Só me referia aos que insultam. O 3 grupo.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 14:34

Sim.
o 3.º grupo é nojento.
O 2.º é apenas nulo.

O primeiro merece todo o meu respeito e lamento não o conseguir acolher.
Imagem de perfil

De Maria a 14.05.2019 às 23:08

Execráveis. Irrita-me este tipo de gente , que recorre ao anonimato para ofender.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 23:19

São bastantes.
Não importam. É absolutamente necessário que sejam invisíveis.
Imagem de perfil

De Sarin a 14.05.2019 às 12:19

Compreendo-te.
Moderar anónimos obriga-nos a ler para aprovar ou reprovar. Não admitir comentários anónimos evita-nos sujar os olhos em tal leitura.
Ser a favor da liberdade de expressão não implica aturar imbecis em nossa casa.


E Mademoiselle nunca poderia ter "uma obsessão por pilas"! Sempre que a leio, refere-se aos corpos que têm as pilas e nunca às pilas desatarraxadas...

Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 13:59

Não é liberdade de expressão. É ter a possibilidade de despejar lixo onde se quer. Não é admissível.

Uma pila desatarraxada normalmente é um dildo. Odeio plásticos e pilhas. Sou muito ecológica neste domínio.
Imagem de perfil

De Sarin a 14.05.2019 às 14:06

Exactamente - não lhes retiras a liberdade para acumularem o lixo em suas casas. Na privacidade de suas casas, que na varanda é outro assunto.



Foi o que disse: uma pila tem um corpo agarrado, não anda aos saltinhos pelas avenidas como o coelhinho das pilhas!!!



Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 14:36

Pensando melhor:

Sabes por acaso por onde passa o coelhinho das pilas?! ... ...
... Enfim ... uma pessoa tem de estar bem informada.
Imagem de perfil

De Sarin a 14.05.2019 às 14:48

(Espero, Mademoiselle, que não tenha dito a minha frase rapidamente...)

Pois não sei; mas tenho para mim que uma pessoa que atribui aos outros uma obsessão mal diagnosticada, geralmente quere-o fá-lo para si mesma - projecta, portanto, ainda que abjecta e na sarjeta. À velocidade a que o coelino passa, as pilhas serão muitas... Mas perguntar-lhe está fora de questão!
Talvez a Mia saiba :)
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 14:56

É exactamente o que eu penso. Se bem que em Setúbal - o anónimo de 3.º grau chega de lá, de uma rua com um nome bem bonito - as pessoas costumam ser civilizadas e evitam com sucesso enfiar os próprios anseios - os mais recônditos e os mais inconfessáveis - na vida dos outros.
De Setúbal costumava vir bom vento e óptimo julgamento e não estes tarados.

Não sei quem é a Mia, mas suspeito que não queremos perguntar-lhe coisas destas, não é?
Imagem de perfil

De Sarin a 14.05.2019 às 15:05

Setúbal tem muito de bom, algo de assim-assim e poucas coisas desagradáveis, como certos treinadores do Vitória... serão colegas de escola?!

A Mia fala de coisas interessantes, pilhas e assim - mas sem sarjetas. Se passares no escurinho do meu cinema vê-ze-la com O coiso.


Que se note que as aparentes gralhas são intencionais, 'tá? :))
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 15:42

´tá, mas eu sabia.

Vou espreitar a Mia.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 15:52

Afinal já tinha lido e visitado.

Sabes que sou "avessa" a todas as escritas relacionadas com sexo?!
NUNCA li um texto - mesmo um texto literário - em que o sexo fosse descrito através do que considero boa escrita. Posso estar a ser demasiado exigente, mas escrever sobre sexo, escrever sexo, é dificílimo e creio mesmo que ninguém o consegue fazer de forma bonita. Soa tudo a treta muito íntima e sem qualidade.

Lembro-me, por exemplo, - e faço por esquecer - de uma passagem de Lídia Jorge em que chamava à pila "espingarda de carne". É horrível. É feio e muito pouco digno.
Imagem de perfil

De Sarin a 14.05.2019 às 16:25

Tem a vantagem de divulgar o artesanato, a produção em série e os artigos de luxo, e eu gosto de estar informada.


Falar de sexo não é fácil, e metáforas tornam-se ridículas a partir dos 12 anos.
Prefiro a subtileza que deixa as palavras à imaginação, e com ela a acção das personagens; ou a crueza dos termos técnicos se tecnicamente falando. Fazer sexo com palavras alarga-as até perderem a elasticidade, e palavras sem elasticidade deixam cair o sentido.
Ser "penetrada pelo seu vigoroso membro"? Acodem-me à ideia jovens militantes de uma qualquer jota literalmente embandeirando o emblema... que calafrio!!! Não, sei lá, preferível falar do pulsar das veias que acordam refegos assim nutridos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 16:44

Pois.
Confesso que a literatura de carácter científico me deixa mais tranquila e apta a continuar a ler.

Um membro de uma qualquer Jota partidária nunca, mas nunca, é vigoroso. Vai tentando penetrar.
Imagem de perfil

De Mia a 14.05.2019 às 19:56

Concordo Gaffe, estou aqui a tentar lembrar-me de um livro que possas considerar boa escrita, mas a verdade é mesmo essa, as palavras corretas soam a vulgar e as espingardas ganharam terreno. E não, não sei onde passa o coelhinho das pilas.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 21:23

O que prova que sexo é para fazer, não para descrever.

;)
Imagem de perfil

De Mia a 14.05.2019 às 21:28

é para tudo, fazer, descrever, falar, escrever… ;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 22:03

:)
Depende do contexto.
Nem sempre é oportuna cada uma destas variantes.
Perfil Facebook

De Cândida Telles a 14.05.2019 às 13:27

Adorei a ilustração...
E da análise acutilante ;)
Assinado: Candy...


P.S. É quase um vicio vir aqui.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 13:56

:)
Espero que um vício BOM.
Obrigada.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 14.05.2019 às 15:04

Adorei (como sempre) ler o teu texto!
Muito bem escrito!
Pena haver esse tipo de comentários tão inapropriados no teu blog!
Também uso Narciso Rodriguez
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 15:38

Minha querida,
Ninguém usa Narciso Rodriguez como eu.
;)

Qual a versão que a menina usa?
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 14.05.2019 às 18:19

Eu uso o "Narciso". Amo!!!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 19:19

Ah!
Eu uso outro.
:)

São magníficos.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 14.05.2019 às 19:53

São mesmo magníficos!!!
Beijinhos Gaffe!
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 21:24

Não usaria se assim não sentisse.
:)*
Imagem de perfil

De imsilva a 14.05.2019 às 20:42

Quando me aparecer um inimigo à porta vou a correr chamar-te. Parabéns pelas descrições fantásticas que fizeste. Isso é clareza de espírito.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 21:22

Os inimigos dos meus amigos, meus inimigos são.
;)
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 14.05.2019 às 23:21

Por mais tempo que (por aqui) passe, juro que não consigo perceber a necessidade que alguém tem de ofender quem escreve seja o que for.
Tão mais simples fechar a janela, certo?
Suponho que não o saibam fazer.

Esse tipo de gente faz - me lembrar aqueles tristes que ao passar por um acidente na estrada faz questão de olhar e, se possível, parar para ver tudo com detalhes.
A escória humana naquilo que tem de mais...pequenino.



..."É que escreverem que sou uma puta mal cheirosa (...) que tem uma obsessão por pilas (...), é uma terrível mentira.

Toda a gente sabe que uso Narciso Rodriguez!..."

:))))))))))))))
GE-NI-AL!


Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2019 às 23:33

Ou aquela gente que desata aos gritos à porta dos tribunais. Não sabe bem porquê, mas desanuvia e descontrai. Na confusão, insultam as vítimas, mas o que dali sair é para abater.
:)

(Mas eu uso mesmo Narciso Rodriguez!)
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 15.05.2019 às 00:07

(Eu sei. Gravei na memória da primeira vez que me contaste)
; )
Imagem de perfil

De Pandora a 15.05.2019 às 08:15

"São circunsidados mentais e deitaram fora a parte errada."
Gaffe no seu melhor: com uma puta de uma ironia cáustica que derruba, num sopro, o mais acéfalo dos comentadores. Esses corajosos de um raio, que se escondem atrás de um qualquer dispositivo com acesso à net para largarem a sua diarreia mental e verbal.
Só há uma pergunta (retórica) que deixo no ar: e foi aquele o espermatozóide inteligente que chegou ao óvulo???
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.05.2019 às 10:08

A pergunta é pertinente. vamos deixar que paire.
:)

O desagradável era ter de ler o que escreviam para verificar que os tinha de apagar definitivamente.
É melhor assim.
Imagem de perfil

De Pandora a 15.05.2019 às 10:32

"O desagradável era ter de ler o que escreviam para verificar que os tinha de apagar definitivamente.
É melhor assim."

Há coisas que, efetivamente, não são merecedoras de verem a luz do sol. Que fiquem nas trevas e ardam naquele sítio (que nunca vê o sol) de quem as verbalizou. Não é sequer censura. É respeito, até pelos outros leitores e comentadores que aqui vêm com prazer e comentam em amena tertúlia e troca de ideias.

Permite-me a analogia de merda: quando se vai defecar, puxa-se a água do autoclismo e adeus cagalhoto. That's same shit
Imagem de perfil

De Gaffe a 17.05.2019 às 13:34

Eu não defeco.
Sou como a Rainha de Inglaterra.
... ...
Imagem de perfil

De Corvo a 15.05.2019 às 11:56

Fez bem, Gaffe. Fez muito bem.
Porque é mais que evidente, mesmo para os próprios, que esses comentários insultuosos nunca seriam publicados, mas seriam lidos. "Não publicas mas lês"
Sabe quem são? São aqueles párias que nunca foram ouvidos nem considerados para nada. Aqueles que nas próprias casas têm menos valor do que o cão. Aqueles a quem na rua um cão vadio trata por tu.
Seres rastejantes dos quais todos descendemos, mas que para eles nunca a mutação chegou.
Fez muitíssimo bem. Não podia ter feito melhor.
Imagem de perfil

De Gaffe a 17.05.2019 às 13:35

Felizmente tenho essa possibilidade.
Não ler, é maravilhoso.
:)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 15.05.2019 às 16:24

Há pessoas nojentas, sejam homens ou mulheres, que descarregam as suas frustrações nas casas dos outros, neste caso, nas suas avenidas.
Tinha vergonha de o fazer, e acredite, que por mais que mexam comigo, estas pessoas merecem o nosso desdém.
Adorei , o " uso Narciso Rodriguez, e desculpe o que vou confessar, pois não quero que pense que copio o que os outros dizem, ou usam, ou vestem, mas há cerca de dois anos, falou nesta marca de perfume, que já conhecia mas nuca comprara.
Procurei o que pensei "condizer" comigo, e comprei.
Desde então, perguntam-me que perfumo uso.
E adoro.


Imagem de perfil

De Gaffe a 17.05.2019 às 13:38

É evidente!
Agrada-me que tenha sido eu a sugerir-lhe o perfume.

É um perfume tão definitivo, tão original e tão marcante, não é?
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 17.05.2019 às 22:48

É, Gaffe!
Um bom fim-de-semana.
Imagem de perfil

De Gaffe a 17.05.2019 às 23:35

Obrigada.
O mesmo para si.
:)*
Perfil Facebook

De Alexandre Soares a 17.05.2019 às 23:07

Será que quem usa perfume é porque cheira mal ??
Não não não, é porque não quer ser desagradável ao "mau" ambiente.
Imagem de perfil

De Gaffe a 17.05.2019 às 23:37

Há várias razões para usar perfume, dizem os sábios. Não penso que "cheirar mal" seja uma delas.
:)
O perfume é sempre uma combinação entre a pele e o propriamente dito. Não resulta bem se a pele cheirar mal.
:)

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui