Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe cardinal

rabiscado pela Gaffe, em 30.01.19

Cardeais

As próximas Jornadas Mundiais da Juventude Católica realizar-se-ão em Portugal, segundo informação que a Gaffe não se importa que não seja fidedigna, porque é cristã.

 

A Gaffe está radiante, pese embora reconheça que esta será a razão usada para disparar a recandidatura de Marcelo à Presidência. Ninguém como ele consegue beijocar a mão do Papa e toda a gente de bem sabe que uma genuflexão é o horror quando mal executada.   

 

A Gaffe adora excentricidades e o Vaticano é uma galáxia no que diz respeito a estes pequenos desvios à rotina sensaborona.

Lamenta, ontem como hoje, que o chefe de Estado amarelo e branco seja uma espécie de pároco bonacheirão, que não se cansa de dizer coisas óptimas de bondosas que a Gaffe diria com facilidade, desde que lhe cedessem o palácio a título vitalício, lhe entregassem uma honra qualquer vagamente renascentista e lhe chamassem Sumo - magríssimo, não aquele japonês de penteado giríssimo, que anda de fio dental todo decorado a empurrar o parceiro de modo um bocadinho teimoso e inútil -, mas admite que as extravagâncias que brotam dos mármores de Carrara - e sabe Deus mais donde - que forram as assoalhadas do Vaticano, são maravilhosas.

 

A Gaffe considera, por exemplo, uma ternura ser uma dúzia e meia de velhinhos a eleger outro velhinho para se alapar no trono de Pedro e usar a tiara papal que - dizem as más línguas -, não faz pendant com o colar e os brincos. A Gaffe julga divinal o velhinho eleito ter competência para repensar as figuras do presépio, escrever encíclicas imensas numa língua defunta, visitar os pobrezinhos sem galochas, emanar coisas em latim dirigidas a milhões de súbditos que as não sabem ler e conseguir ir a casamentos vestido de branco sem afrontar a noiva e quebrar o protocolo.

 

A Gaffe pensa que é um mimo de chic ir de vez em quando à varanda acenar às multidões embevecidas e lamentar tristonho e muito circunspecto aquelas coisas desagradáveis que os mortais sofrem de quando em vez.

 

A Gaffe acha um milagre conseguir fazer desaparecer numa paróquia mais esconsa um companheiro de aventura cardinal que se empolgou em excesso na sacristia, catequisando, com punho hirto e duro como barra de ferro, aquelas coisas mais pequenas que não querem rezar condignamente.     

 

A Gaffe considera obra do Espírito Santo ser-se capaz de governar um banco apenas com esmolas dos tão crentes e transformá-lo sacramente num dos mais poderosos e influentes manipuladores das finanças mundiais – com inclusão das finanças dos mafiosos, dos tios das offshores e de outras ainda mais armadas.   

 

A Gaffe considera um must andar empoleirado numa cabine telefónica com rodas, transparente e à prova de bala, com dezenas de matulões a correr ao lado, para não deixar cair a chamada. 

 

Seja como for, a quantidade de mocetões acalorados - mais este e aquele, o outro e toda a gente … - que vão estar juntinhos nas Jornadas Mundiais da Juventude Católica, augura rezas muito proveitosas, névoas de sacrifícios, despidas penitências e uma ou outra aparição em qualquer gruta mais recôndita.

 

Convém, no entanto, afastar os cardeais das orações, pois que se por perto, uma rapariga corre o risco de ter de fazer jejum.

Há sempre um certo cardinal que só se abstém quando os ventos sopram nas batinas, opas, báculos e mitras, revelando a quantidade de hóstias que foi compilando e papando nas mais escuras capelinhas.

 

Mas em Portugal há sol e quando há sol, há Jornadas, e se há uma Jornada em cada vida, é preciso cantá-la assim despida, pois se Deus nos deu hóstias, foi p’ra as papar, e se um dia se há-de ser pó, cinza e nada, que seja o paraíso uma noitada que se deixa perder para pecar.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


18 rabiscos

Imagem de perfil

De Sarin a 30.01.2019 às 16:06

As mudanças serão sempre internas, e nunca simultâneas, embora Francisco tenha pontapeado várias pedras em simultâneo - digo eu, baptizada com dois meses porque aos três choraria alto até desistirem.

Isso de serem velhinhos a escolher o velhinho, na verdade, pouco difere da nossa democracia, querida Mademoiselle Gaffe, e se duvida espreite o Rasurando ;)


E tem toda a razão sobre genuflexões! Imagine, ver Soares em tal pose!
Imagem de perfil

De Gaffe a 30.01.2019 às 20:08

Li, sim.
Sou muito cuidadosa.
Sei perfeitamente que os velhinhos estão ali uns "prós" outros, mas nos conclaves usam chave.

... ou Eanes ...
Imagem de perfil

De Sarin a 30.01.2019 às 20:12

Peço desculpa, Mlle, mas estou inebriada com o meu novo fato e não quero saber de política por umas horas - ainda para mais pol+ítica á porta fechada, e logo hoje que preciso de cirandar para me exibir... não, hoje não.
Amanhã, minha querida, se não se importa, voltarei ao tema. Amanhã. Hoje, eu "sou mais eu".

E a minha costureira/esteticista/cozinheira/lupa: a Mademoiselle Gaffe. :)******
Imagem de perfil

De Gaffe a 30.01.2019 às 21:05

Minha cara,
O que é cozinheira?!
Isso não acabou com a bimby?!
Imagem de perfil

De Sarin a 30.01.2019 às 21:26

Calculei que iria ser mal-entendida, e nem sabe como lamento :(

Na euforia de coquette em busca de croquette, assim espremida mal me exprimi: falava, minha cara, das senhoras aí de sua casa - e que a Mlle tão bem traz adestradas.

Já a bimby será útil apenas para quem não tem cozinheiro e pessoal de copa.
Imagem de perfil

De Gaffe a 30.01.2019 às 22:01

Ah!
Assustou-me por breves instantes.
Acreditei que me tinha surpreendido a orientar o pessoal menor, pese embora não publique nada embaraçoso no Instagram cá de casa.
Imagem de perfil

De Fleuma a 30.01.2019 às 17:27

Duas pequenas preciosidades no meio de um imenso maná:

"A Gaffe considera um must andar empoleirado numa cabine telefónica com rodas, transparente e à prova de bala, com dezenas de matulões a correr ao lado, para não deixar cair a chamada.", que não me foi possível conter o riso.

E o maravilhoso tesouro que é a imagem onde surge a pequena figura de óculos escuros; uma desarmonia ainda maior no meio do caos!

Não pensei ser possível.


O seu sentido de humor deixa-me perturbado, Gaffe. Porque me apanha desprevenido. O que é sempre genial, por estes lados.
Imagem de perfil

De Gaffe a 30.01.2019 às 20:06

Também reparou no cardeal de óculos escuros?
Fabuloso.
Escolhi a imagem só por causa dele.

Obrigada, Meu maravilhoso Fleuma. É tão difícil surpreendê-lo que fico orgulhosa e parva quando me diz que consegui.
:)
Beijo-o
Imagem de perfil

De Pedro Vorph a 30.01.2019 às 18:47

Este postal tresanda a enxofre. Mas não se preocupe, que pelas terras de Gog e Magog fazem uma cachupa de se lhe tirar o véu...

Mas agora, a sério, que tenho tido a tv desligada. A recanditaura foi posterior à vinda Anunciada do Papa? Não tinha dado a entender o Celo de Sousa que não se recanditaria?
Imagem de perfil

De Gaffe a 30.01.2019 às 20:03

Creio que não passou de um rumor à solta numa TV perto de si, mas com vontade de foguetes.

Como é um rumor muito cristão, deixei que se tornasse hipótese plausível. Sou uma cabra em cima de uma "fake new" e não me importo nada.
Sem imagem de perfil

De Isa a 30.01.2019 às 20:20

Amén, carago!:))

(Sei lá, achei propositado):P

Aposto o que quiserem, em como não é rumor.

É tudo.

Texto, como sempre, sublime.
Imagem de perfil

De Gaffe a 30.01.2019 às 21:04

:)
Amén!
Admito que não sei se é apenas um rumor, mas aposto contigo.
:)
Imagem de perfil

De Sarin a 30.01.2019 às 21:08

Quarto milagre da Fató: Celito, lindo, duas vezes a Belém.


E não foi posterior, foi quase simultâneo

https://ionline.sapo.pt/artigo/643909/marcelo-afirma-ser-grande-a-vontade-de-se-recandidatar-a-presid-ncia?seccao=Portugal_i
Imagem de perfil

De Gaffe a 30.01.2019 às 21:15

Et voilà.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 30.01.2019 às 22:18

O política e a igreja precisam de sangue fresco.
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.01.2019 às 09:43

Clamam os vampiros.
;)
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 30.01.2019 às 23:42

Gosto do "Chico" mas ando demasiado zangada (com F! ) com esses senhores vestidos de vermelho para comentar o que quer que seja que dê tempo de antena a essa corja. Confesso que gostava que a rabanada de vento fosse maior temendo no entanto, descobrir o que mais escondem debaixo das saias.


Quanto ao Marcelo, the show must go on.
Nada que já não se adivinhasse.
Não sei é em quem mais vai ele beijar. Acho que já esgotou o stock.
; )


Imagem de perfil

De Gaffe a 31.01.2019 às 09:44

Não fales em "rabanada". Não convém, "qu'eles alembram-se" ...

Comentar post



foto do autor