Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe ceramista

rabiscado pela Gaffe, em 07.06.16

A cerâmica portuguesa tem pequenas manigâncias que deixam a Gaffe perplexa.

 

Na cozinha antiga, nas paredes de pedra, há anos velhos que existe um prato vidrado, de bordo florido de azul-cobalto, onde sempre se leu:

 

Não fiques com tanta mágoa

Que tu por casar não ficas!
Segue o conselho: bebe água

Na fonte das duas bicas.

 

A Gaffe confessa que sempre considerou a mimosa quadra um bocadinho perversa. Um incitamento à uma loucura bastante condenável na época que deu brilho à redonda insinuação e, simultaneamente, uma belíssima demonstração de abertura e de uma certa lassidão de costumes, sem os preconceitos em vigor.

 

Poderá, em contrapartida, ser de uma inocência filosófica incapaz de penetrar na endurecida marotice desta rapariga destravada, embora a hipótese se torne vaga perante o piscar de olho travesso da velha e sabida cozinheira.

 

Seja como for, a Gaffe nunca compreendeu de modo claro o alcance do conselho azul e pérola e talvez por isso sempre a tenha irritado o duvidoso alvitre.

 

Decidiu portanto remodelar a decoração, cravando na parede o que nos tempos que correm significa basicamente o mesmo.

 

Uma rapariga tem de acompanhar o século em que vive.

cerâmica.jpg

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


4 rabiscos

Imagem de perfil

De M.J. a 07.06.2016 às 12:18

deixa. durante anos li num prato azul os seguintes dizeres:
"cá em casa manda ela, nela mando eu".
e a avó concordava, assentando orgulhosa.

jurei que partiria todos os pratos que me oferecessem com dizeres.
pensando agora bem, um destes que aqui tens até manteria intacto.
Imagem de perfil

De Gaffe a 07.06.2016 às 12:32

"Se és de paz, és bem-vindo
Que amigo não dá luta.
Mas se entras destruindo
A tua mulher é puta"

Juro que estava na minha cave. Deve ter sido alguém que o decidiu esconder ...
Imagem de perfil

De M.J. a 07.06.2016 às 12:39

pronto.
ganhaste!

acho que a avó morreria se tivesse de colocar semelhante palavrão na sua parede da sala.
Imagem de perfil

De Gaffe a 07.06.2016 às 13:29

Verdade.
A minha avó tinha a certeza que estas coisas não existiam.
Nunca olhou para rigorosamente nada que lhe desagradasse. Havia gente que era pura e simplesmente atravessada.

As saudade que ficamos das avó! Deus meu!

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog

Gui