Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe czarina

rabiscado pela Gaffe, em 10.06.16

Clement-Chabernaud-Vogue Hommes International.jpgA Gaffe, como seria de esperar, é demasiado exigente com a beleza masculina. A exterior, que a outra, outras paragens requer.

Aguarda, nos rostos e nos corpos dos homens, histórias que a levem e que a pasmem. Espera por cenários e por palcos, por cortinas e fossos de teatro, por soluços de palavras ou de risos, por ofuscantes brilhos ou por baços e tristonhos traços de tragédia.

Belíssimo é o homem que lhe desperta histórias, que lhe oferece de forma impoluta e clara e inocente, pássaros de ópera ou de burlesco, que a leva para dentro de outro espaço apenas por olhar, ou por andar, ou por mover os dedos, por sorrir ou por trazer nos olhos personagens de densos argumentos de romance.

 

Tomemos o homem de quem tem saudades como exemplo.

 

É demasiado alto e tem olhos de chuva e anoitecer, de acidulado negro, como quando o frio queima a cor de árvores secas. Tem mãos morenas e demasiado grandes, boca desenhada por compassos e tem no corpo o ondular dos tigres.

Há quem se atreva e diga que talvez este homem seja bonito apenas!

Mas arrasta com ele histórias russas. Paisagens de czares a lançarem no chão nevado as capas de veludo e zibelina e cúpulas de bronze e luas de oiro puro. Faz lembrar as noites de São Petersburgo, quando oficiais do império russo retinham as carruagens geladas às portas dos palácios e silvavam tiros e punhais de regicídios. O resguardado, o que está oculto, erguendo a lenda de príncipes das estepes sem memória.

É avassalador. Belíssimo!

 

A beleza masculina conta sempre histórias. A da mulher pode bem ser muda. 

 

No entanto, A Gaffe não desdenha os que lhe recordam figuras de cordel. Basta que os fios que os prendem tenham nós que, cegos, se cruzem e baralhem nos seus dedos.

 

Na foto - Clement Chabernaud

 photo man_zps989a72a6.png


3 rabiscos

Imagem de perfil

De Corvo a 10.06.2016 às 17:32

hum! Algo me diz que bem lá no fundo, a Belle Demoiselle não só não desdenha os que lhe recordam figuras de cordel, como os prefere aos outros com olhos de chuva num ocaso de um dia tristonho e ensombrado pela fria chuva.
Tirando o avassalador problema dos olhos, nada obsta que não possam ter a boca desenhada por um compasso Kern de altíssima precisão, e os outros pelo modesto compasso Molim para iniciados
Imagem de perfil

De Gaffe a 10.06.2016 às 18:12

Não, meu querido.
Escolho sem hesitar os que não têm cordéis.
:)
Imagem de perfil

De Corvo a 10.06.2016 às 18:26

Ah, pois; outra precipitação escusada.

"Tomemos o homem de quem tem saudades como exemplo."

A ver se a menina começa a simplificar um pouco mais a sua escrita. Lembre-se que erudição não é coisa que abunde e não é justo uma pessoa apanhar um esgotamento cerebral para a decifrar.

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog

Gui