Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de bigode

rabiscado pela Gaffe, em 03.02.14

Como em todos os Invernos portugueses, as multidões invernosas de 2013/14 vestiram-se como habitualmente de escuro e as avenidas foram invadidas pelo cinzento, o preto, o castanho terra e o azul nocturno, brevemente salpicados de vermelho.

As promessas de mais cor começam a aparecer nas montras e a metamorfose procura o seu início.

É o germe da alteração que se adivinha e embora vos apeteça ainda, rapazes, os envolvimentos mais seguros que absorvem a luz e o calor exíguos, não podeis recusar a mudança obrigatória.

Este Inverno prolongou a tendência de fazer crescer a barba de forma generosa, enquanto desbravava outras pilosidades mais discretas ou mais íntimas. A aproximação de tempos mais abertos sugere um moderado ataque ao que se deixou crescer durante a permanência do frio de rachar.

Alterar o rosto da estação é uma proposta convincente que não deve ser abandonada sem primeiro experimentar a leveza eficaz da tesoura da frescura.

Perfeito!

Não é aconselhável experimentar esta operação sem o auxílio de mão certeira e sapiente nestas desflorestações e sobretudo, rapazes, quando estais longe de parecer o maravilhoso Christopher Camplin que, em qualquer estado piloso, pica e arranha o desejo de toda a rapariga que se preza.

 

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog