Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de Maria José Vilaça

rabiscado pela Gaffe, em 14.11.16

Mitch Griffiths.jpg

A Gaffe fica perplexa quando descobre que existe uma associação de psicólogos católicos em Portugal. Esta pobre rapariga inculta desconhecia que a aura luminosa da religiosidade pode impregnar e alterar as atitudes e os comportamentos que se desejam exclusivamente científicos - e em consequência com acções e reacções comuns aos que os praticam, sejam eles muçulmanos, judeus, cristãos ou seguidores de Trump - ao ponto de ser possível associar os que por ela, aura, são tocados.

 

Depois descobriu Maria José Vilaça e corou de vergonha. Existe realmente a possibilidade de determinada atitude científica ser contaminada por conceitos que nada devem à ciência. Maria José Vilaça é a prova viva e o salmo encarnado de como um encanecido conceito judaico-cristão pode esbardalhar uma postura que se exige de rigor científico, mesmo quando este toque é sublimado e subliminar.    

 

Sobre a eventual reacção materna à descoberta da homossexualidade de um filho, a senhora declara, depois de ser trucidada nas redes sociais, à laia de explicação:

 

Eu aceito o meu filho, amo-o se calhar até mais, porque sei que ele vive de uma forma que eu sei que não é natural e que o faz sofrer (…)

(…) É como ter um filho toxicodependente, não vou dizer que é bom.

 

Científica ou mista, ou até nem por isso, ou mais ou menos, a Gaffe é obrigada a concordar com a assertividade da querida Maria.

Sofre-se imenso com o facto de não se ser natural. Sofre-se horrores quando se descobre que o Senhor Deus Pai é muito macho e não reservou alínea nos seus Tratados Naturais para a bandalheira colorida de moçoilos que desfilam com penas espetados no rabo e o Demo saberá que mais, cravado no mesmo sítio. Sofre-se quando se reconhece a impossibilidade de se ser feliz contrariando a natureza que se direccionou desde os tempos de Adão para a harmonia que consagra Eva como único sexo a desejar pelo moçoilo da parra. Deus sabia o que fazia e para evitar comportamentos pouco ortodoxos que provocam imensa infelicidade não esbardalhou no Paraíso o Manel Piçarra - um rapaz de muito boas famílias, mas que tem causado um cansaço de padecimentos à mãe por andar a sofrer desmesuradamente ao lado do amante lindo de se morrer de dor.    

 

É evidente para a Gaffe que se deve ser natural. Simples. Respeitador. Verdadeiros com nós mesmos. O nós mesmos da Casa dos Segredos. Sermos nós mesmos, tipo naturais é sempre mais saudável e sempre abençoado pelos psicólogos da Associação da Maria José Vilaça. A dor lancinante provocada pelo facto de não sermos nós mesmos do tipo natural espera o consultório desta querida que com certeza corrigirá o erro que é contrariar o Paraíso, pondo fim ao tormento do antinatural.

 

A senhora não é homofóbica. É intelectualmente a favor do natural. Convém não confundir.

 

A Gaffe aplaude a abnegação, a sagacidade, a argúcia, a ciência e a limpeza de raciocínio que sem sintomas de intoxicação aclara solidária esta questão tão dolorosa para as mães dos desnaturados e dos transviados que estão tão longe de entrar no Paraíso como um camelo pelo cu de uma agulha - imagem muito apropriada, como se constata.  

 

Maria José Vilaça é psicóloga.

Deus nos proteja dos psicólogos que se drogam com Ele.  

 

Imagem - Mitch Griffiths

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


16 rabiscos

Imagem de perfil

De Cecília a 14.11.2016 às 12:34

parece que a associação falhou uma reunião

https://youtu.be/bS_ablLRIAA



Imagem de perfil

De Gaffe a 14.11.2016 às 12:58

Tão BOM, tão bom tão bom!
:)))))
Foi exactamente a esta reunião que a Vilaça faltou!
Imagem de perfil

De Quarentona a 14.11.2016 às 12:38

Ámen, Gaffe, ámen :)))
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.11.2016 às 13:02

Ai!
Que mulheres aborrecidas estas!
O verniz ligeiro da pretensa formação académica invocado como elemento credibilizador, acaba por vincar ainda mais a palermice do preconceito sublimado.
Sem imagem de perfil

De Paulo Vasco Pereira a 14.11.2016 às 20:43

Deliciosamente bem escrito, com a devida ironia.
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.11.2016 às 21:33

Oh, merci!
Ainda bem quese divertiu.
:)
Imagem de perfil

De Maria vai com todos a 14.11.2016 às 20:57

Eu queria era saber mais sobre essa associação de Psicólogos Católicos...
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.11.2016 às 21:31

Provavelmente é a startup...
;)

Credibiliza tanto como a Associação de Psicólogos Seguidores de Belzebu.

Uma "pantominice". Uma ciência, nomeadamente a que lida directamente com um paciente, não tem credo.
Imagem de perfil

De Maria vai com todos a 14.11.2016 às 21:55

Vade retro... ela tem ar de CEO de startup!
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.11.2016 às 23:20

Mas nao são todos muito jovens, os CEO das startups?!

A propósito, a explicação não foi das mais esclarecedoras ...
Imagem de perfil

De Maria vai com todos a 15.11.2016 às 07:28

Faz perguntas que é mais fácil ;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.11.2016 às 09:43

Seria interessante saber exactamente o que elas fazem - com ilustrações...

E porque raio é que as grandes empresas "investem milhões" nessas coisas?!

Que consumição!
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 15.11.2016 às 19:29

Quintino Aires.
Maria José Vilaça .

Para estas duas nódoas , uma solução :
Skip.

Se não resultar, lixívia. Da extra forte que eu com a limpeza não brinco.
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.11.2016 às 20:21

Para ser sincera, acho milhares de vezes pior o Quintino Aires.
O senhor é medíocre.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 16.11.2016 às 21:03

Não conheço a senhora, ando afastada das notícias e do FB
O Quintino, irrita-me e faz-me nojo aquela saliva nos cantos da boca.
Deve dar uns beijos melosos. "Cá nojo!"
Faz-me lembrar uma amiga que quando encontrava um colega de curso e ele a cumprimentava com um beijo na face, discretamente, e depois quando ele se afastava, limpava-a com um lenço do nojo que tinha de sentir a face húmida daquele beijo.
E eu ria-me.
Imagem de perfil

De Gaffe a 16.11.2016 às 21:44

Tudo o que vejo no Quintino Aires me provoca aversão. Não me estou a referir apenas aos aspectos físicos.

Comentar post