Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de Reininho

rabiscado pela Gaffe, em 15.07.14

Tenho o prazer de conhecer Rui Reininho há já alguns anos, talvez por isso seja suspeita quando me levanto e o aplaudo, mesmo perante as atitudes que se reprovam e que Reininho eleva a um patamar de provocação muitas vezes inútil. Gosto de Reininho mesmo condenável.

Reininho é um dos homens mais fascinantes que conheço, porque a sua inteligência está misturada com um humor ousado que tem faltado àquela verdade que nos é atirada pelos dias que passam. É um corajoso patife, um anacrónico enfant terrible que não consegue deixar de nos fazer sonhar com o que poderíamos viver se lhe roubássemos os olhos e que nos desarma sempre, porque o seu spleen quase queirosiano nos chega mesclado de um optimismo que sabe que pode chorar depois.

Rui Reininho sabe manobrar audiências assim como sempre conseguiu manipular a sua imagem. Ultrapassa com facilidade os riscos com que é limitada a normalidade e permite, e autoriza tacitamente, que esta transgressão seja visível, usando-a para apoiar a construção da lenda (ia escrever mito!) em que se quer tornar.   

Reininho é um sacana fabuloso. Delicado como um cavalheiro vitoriano, cínico como um dandy de outras eras, meigo como um ursinho de peluche e incontrolável como a tempestade.

 

Só depois de muita hesitação se pode responsabilizar a RTP por nos ter permitido ver Rui Reininho a trocar as botas pelas perdigotas – ou coisa que o valha. Há sempre a possibilidade de cumplicidades esconsas entre as câmares e o GNR. Também não me convence o tão proclamado desrespeito pelos concorrentes ou pelos espectadores que são processados de forma esbardalhada. Caso nos preocupássemos com tal acabavam todos os concursos.

 

Depois, ter Micael Carreira por perto justifica a bebedeira.

 photo man_zps989a72a6.png


2 rabiscos

Imagem de perfil

De M.J. a 16.07.2014 às 12:05

eu adoro o reininho. e ele fez aquilo que eu faria ao lado daqueles alegados jurados e da catarina furtado: encharcava-me na bebida e saía a meio.
Imagem de perfil

De Gaffe a 16.07.2014 às 12:29

:)))
Eu gosto dos deslizes da Catarina Furtado e do modo como a rapariga os disfarça!
Lembro-me do engano no nome de uma concorrente. A rapariga chamava-se Seid e CF apresentou-a como Sand. A moça corrigir e quase ficou sem olhos! A CF rapou-a do palco quase à estalada. Aposto que lhe arrancou um bocado da nádega primeiro. Tudo a sorrir e com um tom de voz muito esganiçado.

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog

Gui