Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe de Rui M. Pêgo

rabiscado pela Gaffe, em 15.06.16

Dick.jpg

A Gaffe está preocupadíssima com as declarações de Rui Maria Pêgo que com certeza o levarão à prisão.

 

Esta rapariga ainda tem presente o choque que foi ver os arguidos da Casa Pia - nunca tendo admitido os crimes de que foram acusados, - condenados a penas horrorosas, e depara-se com esta revelação absolutamente arrepiante.

Rui Maria, num emotivo depoimento relacionado com o acto bárbaro de um bipolar, diz - e a Gaffe vai transcrever porque não consegue escrevê-lo com palavras suas:

 

Coincide gostar de meninos.

 

Uma questão se coloca, logo após um Valium:

Qual é a coincidência entre a perigosíssima revelação do catraio e o massacre causado pelo psicopata?

É bem verdade que Malato escapou ao atentado de Paris porque a tinha visitado na véspera e já lá não gargalhava. É certo que Catarina Furtado não faleceu logo ali, porque teve a sorte de estar a centenas de Kms do local. É exacto que Rita Pereira não explodiu, porque se encontrava algures a preparar a forma de mostrar o rabo e a Gaffe, em pessoa, não morreu no local, apenas porque estava a cozer um polvo no Douro. São coincidências estranhas, mas palpáveis apesar de tudo. Agora gostar de meninos só pode coincidir - e mesmo assim ao longe, porque estas coisas causam imenso medo - com as buscas da PJ aos computadores suspeitos de pedofilia.

 

Rui Maria, querido, o menino devia chamar os bois pelo nome e não recorrer aos vitelinhos. O menino gosta é de homens e embora seja um facto que leva a Gaffe a trocadilhos foleiros - o menino é gay e eu cagay - fazer coincidir esta pequenina privacidade com o massacre psicopata no Pulse é ligeiramente imbecil, não é, meu amor?

 

Vá, Rui Maria, porte-se como um homem.

 photo man_zps989a72a6.png


12 rabiscos

Imagem de perfil

De M.J. a 15.06.2016 às 10:48

muito melhor dito que o que eu queria dizer e não fui capaz!
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.06.2016 às 10:51

Tolices.
A tua agora e a dele aqui "átrazado".
:)*
Sem imagem de perfil

De DuvCertezas a 15.06.2016 às 11:38

O facto de ter assumido naquele texto não me fez espécie, apesar do assunto ser muito sério e grave, uma vez que o tema central foi o atentado em si; aquela revelação (com muito pouco de surpresa) fazia sentido no seguimento do texto. Julgo que a comunicação social ignorou o assunto do texto e apenas se focou nesse pormenor com títulos do género "RMP assume homossexualidade" em vez de "RMP revoltado com atentado".

Já o facto de ter usado o termo "meninos" sim, péssima escolha, eu entendo, não queria dizer homens, sendo meninos mais fofinho e menos agressivo, mas não.. não... não... muito preferível parecer ninfomaníaco do que envolver meninos nestes assuntos.

De certeza que é cozer um polvo e não "coser" um polvo... just kidding ;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.06.2016 às 12:10

Talvez fosse mais interessante para a "comunicação social" referir RMP é homossexual do RMP está revoltado com o massacre. Francamente, as duas "informações" não valem um pirolito. Quem quer saber da "revolta" e da orientação sexual do rapazinho?!

É mesmo "cozer", apesar de nunca usar na prática estes dois verbos.
:)
Imagem de perfil

De Filipa a 15.06.2016 às 14:40

Escreve sobre o mesmo, ainda que noutra perspectiva.

Soou-me a oportunismo. Ai e tal, deixa-me cá apanhar a boleia e fico já despachado.

O texto teria o mesmo brilhantismo e o mesmo alcance sem essa infeliz frase.

Não deixo de lhe achar a maior das graças, achei simplesmente que esteve menos bem. Odeio que me enfiem as opções olhos adentro. Eu simplesmente não quero saber da vida íntima dos outros.

(afinal foi daqui que veio a 1245758930303 edição de um post de merda que vi na latrina dos posts de merda que tenho à entrada do meu blog. Carai, eu dou parte do meu ordenado para o estado tratar desta gente e deixam isto solto, porquê???)
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.06.2016 às 14:47

Francamente, penso que foi apenas uma infantilidade do rapaz.

(Não entendi a última parte do teu comentário, mas vou já averiguar.)
Imagem de perfil

De Filipa a 15.06.2016 às 14:48

Escrevi*
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 15.06.2016 às 21:22

Ao rapaz não lhe chega ter uma mãe e um pai mediáticos e duas irmãs com anorexia.
Estava a sentir-se "inferior "e vai daí resolveu também dar nas vistas para que também reparassem nele , ora essa!
A pergunta que se impõe é :
Ok, és gay e ??????????????
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.06.2016 às 21:34

Eu entendo as razões apontadas para este - e para os outros, - "coming out" mediático. Chego mesmo a atender o momento emocional em que é feito. Mas o que me irrita um bocadinho é a colagem instantânea que foi feita à mais tenebrosa e bárbara homofobia, sem se perceber 1º se não foi tão somente um acto isolado de um psicopata, de um homem com gravíssimos distúrbios mentais, que age completamente dominado pela doença.
É estranho ver esta hipótese subtilmente afastada, ou abordada por alto, pela comunicação social.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 15.06.2016 às 23:37

Abordam-na por alto porque não é "vendável" .
O cão que morde o homem vende pouco mas se o homem morde o cão, aí sim .
As notícias que vemos não são as que queremos ver mas sim as que nos obrigam a ver. E isso minha amiga, deixa-me mesmo ______(preencher com o adjetivo adequado).
Imagem de perfil

De Gaffe a 16.06.2016 às 00:04

Acontece o mesmo com as imagens que nos mostram. Dizem-nos o que pensar se não as olharmos de forma crítica.

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui