Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe do Ano

rabiscado pela Gaffe, em 02.10.18

U.gif

 

A Gaffe alarga a sua permanência no Douro. Há uns socalcos de tarefas a cumprir e é uma maçada não ter confiança nas empregadas que lhe partem imensas coisas, não as envolvendo nas páginas da Vogue. Toda a pessoa de boas famílias sabe que embrulhar copos da Boémia - ou jarretas Ming -, nas páginas do Correio da Manhã resulta sempre caco.

 

A Gaffe não compreende mesmo a existência de gente que ainda não lê o exclusivamente digital. O resto deixa os dedos tão conspurcados! O digital tem a vantagem de só deixar embrutecido o cérebro e nós sabemos que isso é coisa que não se vê ou se disfarça com alguma facilidade escrevendo cuesia num blog ou, em modo anónimo, na caixa de comentários de um outro. Ninguém fica a par da física rugosidade ressabiada do comentador e os dedinhos que teclam podem perfeitamente distar anos-luz do mais incipiente vestígio de pensamento.

 

A Gaffe tem recebido esporadicamente pequenos mimos de alguém que lê imenso coisas em papel de jornal. Há que admitir que não são brilhantes e pecam pelo refrão. Pertencem à mesma criatura – reconhecível pelos erros de sintaxe recorrentes -, e abordam pequenos recantos e mínimas ruelas por onde esta rapariga vai passeando o olhar.

 

São atentos. São comentários que revelam um estado de alerta permanente ao que, ainda que de forma vaga e incerta, vai tocando a fímbria do vestido Valentino que a Gaffe ousou usar neste degredo com imensas silvas e picos e bichos e fungos repugnantes que trepam às árvores e àquelas plantas que dão vinho.  

O último floreado prende-se com a divertida iniciativa da Magda. Os Sapos de Ano.

 

O comentário é digno de figurar na cartilha da imbecilidade iluminada.  

 

A Gaffe é acusada de manipular as nomeações e de se esperar que mais uma vez chegue à bem-disposta e inócua final, pois que parece que está tudo feito para agradar aos mesmos, não sendo referidos os nomes dos traficantes destas influências torpes que eventualmente serão os tais mesmos.

Após vários protestos, o comentário termina com a crítica severa à ausência de categorias importantíssimas que são ignoradas - talvez quem sabe?! - por concluo de um grupo de conspiradores de palas nos olhos e pernas de paus. A Gaffe chega a admitir que a afastamento da categoria CUESIA é escandalosa, mas há que reportar que seria nessa - e na de CULINÁRIA, vá! -, que esta rapariga não teria hipóteses.

 

Há realmente uma admissível e negra sombra de suspeita.

 

A Gaffe anda ligeiramente ocupada a tentar que a criadagem não parta cristais, mas não poderia jamais deixar de confirmar todas as suspeitas.

 

Os Sapo do Ano são organizados pela Mafia com uma mãozinha yakuzada e esta rapariga tem uma participação obscura e obscena nas duas organizações que, como se sabe, são imensamente paritárias. É unha com soja com a madrinha, a Magda, psicopata obsessiva-compulsiva e cuesiofóbica e muito íntima de David Marinho que chefiou em tempos idos o assalto ao arranha-céus e pertence à Opus Dei.

 

Agora, a personagem atrás dos dichotes já pode ir saltitar pelo charco fora.     

 photo man_zps989a72a6.png


29 rabiscos

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 02.10.2018 às 11:37

Tão tão mas tão bom. Só por isto já ganhaste para mim. este texto merecia que o pudesse colocar como favorito várias vezes
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 11:45

Tem a vantagem de divulgar a iniciativa.
:)))

Merecem tanto.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 02.10.2018 às 11:47

Obrigado minha querida. é tão mas tão divertido organizar Os Sapos que nem imaginas eheheheh
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 11:51

Mas desde já deixo o meu protesto. Há categorias que estão e as que não estão. Uma coisa tremenda e uma falta daquilo e assim. Pronto. Não ligo nada, mas faltam. Uma corja!

Vamos mas é embora que isto é tudo trafulhice.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 02.10.2018 às 12:05

ah mas claro que é, com um prémio daqueles, que esperavas?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.10.2018 às 11:54

Comentário apagado.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 12:06

Os Sapos do Ano merecem ser embrulhados pelo apoio de toda a gente.

Não seja mau.
Imagem de perfil

De Corvo a 02.10.2018 às 11:59

Eh eh...
As grandes paixões assolapadas.
Ou o estatuto do amor.

A dama de companhia que por ela* se apaixonou primeiro.

(*) Gaffe.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 12:20

Malhas que o Império tece.
:)
Imagem de perfil

De Quarentona a 02.10.2018 às 12:23

Ahahahahahahahahahah :D
Faço minhas as palavras do caríssimo Corvo :))))
Imagem de perfil

De Corvo a 02.10.2018 às 19:28

Ai o amor, o amor.
É como uma clepsidra.
O coração enche-se na proporção da cabeça que se esvazia.
E como, segundo me é dado a perceber, se fala aqui no vermelho; espero bem que daqui a bocadinho esteja de alma vermelha e coração encarnado. :)
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 23:32

Quando o amor se levanta, não ficamos nós de joelhos?
;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 23:39

Compreendo meu querido a sua insinuação, mas entrego a minha atenção mais terna ao delicioso Bruno de Carvalho.
Achei-o uma divertidíssima comédia.
Imagem de perfil

De Quarentona a 03.10.2018 às 11:12

Agora fiquei aqui na dúvida se isso do vermelho me seria dirigido, caso tenha sido, deixe-me dar-lhe, caro Corvo, os merecidos parabéns. No entanto, não lhe vou mentir e estava mais à espera da 9.ª derrota consecutiva na prova, pronto, portaram-se bem, sim senhor :))))
Agora digo-lhe eu que espero que mais logo também o Corvo esteja envolto numa áurea azul celeste ;)))))
Imagem de perfil

De Corvo a 03.10.2018 às 13:29

Claro que sim, era-lhe dirigido.
Muito obrigado pelos parabéns, que infelizmente não posso aceitar. Não porque não os considere sinceros, mas sim por imerecidos.
Ganharam mas foram uma vergonha. Ganharam porque a componente sorte, sempre presente em tudo que é jogo, decidiu porque de resto, como benfiquista, raramente me senti tão envergonhado.
Bem: azul intenso, azul azulão, talvez nem tanto mas numa tonalidade mais pastel, sem dúvida que estarei, sim senhor!
A melhor sorte para logo.
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.10.2018 às 14:28

Abençoado fair play que por aqui vai!
Imagem de perfil

De Quarentona a 03.10.2018 às 14:52

Claro que sim, Gaffe, o Corvo é um autêntico cavalheiro, apesar de vermelhusco :))))

Caramba, meu caro, ainda é mais duro do que eu... bom seja qual for a tonalidade, que seja azul. Obrigada :))))
Sem imagem de perfil

De Isa a 02.10.2018 às 12:50

Beethoven's Silence, é que o as tuas letras libertam, nesta excelsa descrição de um imbecil ressabiado, viciado em acusações, perseguições e conluios, divinamente ilustrado por um GIF absolutamente imbatível.

Os meus parabéns à Magda, pela iniciativa.

Para ti, Gaffe, o meu abraço, em jeito de homenagem sentida, por teres que lidar com os infelizes. Os que não são o que sabem existir mas lhes é inalcancável, respingando rancor pelos que sabem ser, e o fazem com a mesma leveza e mestria com que um Valentino esvoaça ao sabor dos ventos de qualquer estação.

Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 13:20

:)
Beethoven's Silence é exactamente o modo a adequar a estas lides.
Às vezes, um esvoaçar de um Valentino acaba por se transformar num punhal certeiro. Felizmente é sempre usado sem que disso tenhamos notícia. É instintivo. É natural. Não importa. O Valentino usado cumpre o que lhe é exigido e nada mais.

Um beijo.
Obrigada.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 02.10.2018 às 14:14

Obrigado Isa :)
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.10.2018 às 00:43

E fique a menina a saber que só não a comento porque é impossível sem ter as credenciais que o seu blog me exige e que não são para "merdosos".
:p
Sem imagem de perfil

De Isa a 03.10.2018 às 10:49

:))
Ahhhh... a Sapo (essa bela m@rda)... :P

Beijinho, Pedro!


A menina Gaffe bem sabe que não carece de explicar, não é? É pois.

Pega beijo, minha querida.
Imagem de perfil

De Gaffe a 03.10.2018 às 11:20

Mas às vezes queria muito comentar. Estou a fazer queixinhas.
A culpa não é daqui. És tu! TU tens limitada a capacidade de "estrangeiros" te comentarem. Só contas google+ ... ... sei lá o que isso.
Sem imagem de perfil

De Isa a 03.10.2018 às 11:50

Exmo. Querido Sr. Pedro da Plataforma Sapo:

Faça o favor de esclarecer a Gaffe sobre as dificuldades que a sua "base" cria aos seus utilizadores, no sentido de os mesmos poderem interagir com os seus amigos da concorrência, trocarem ideias e essas coisas, como deve ser num Mundo que se quer unido, fraterno, sem fronteiras e blablabla.

(Não se faça de surdo, cego e mudo, que estou a falar consigo, bem sei que tem imensas preferências, que é extremamente tendencioso e que escolhe, aí todo picuínhas, a quem responder, mas olhe que isso não é nada bonito. Tenho pra mim - agora estou eu a falar, por favor não me interrompa ... ai não era comigo..? ah.. ok.. olhe! Mais me ajuda! - que o menino não é uma pessoa assim muito democrática).:P


Gaffe, sou uma estrangeira na minha própria plataforma. Nunca comentei nada através do Google+, sei que existe, até estou lá, mas a verdade é que nem sei bem para que é que aquilo serve...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 02.10.2018 às 15:15

E eu adoro o vermelho Valentino.
Ó gente mesquinha e má.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 15:23

Oh! Talvez seja pela cor que desatam a marrar!
Imagem de perfil

De Fleuma a 02.10.2018 às 18:26

Sabe a Gaffe, por acaso, que certas criaturas são como casas decrépitas? Trancadas durante anos em sono envelhecido? E engordando como minúsculos vermes?


Por isto, tantas e tantas vezes por isto mesmo, os odores mais sofisticados convivem com aquele cheiro a corrupção e inutilidade das velhas pragas.

São apenas cheiros a podre. Como em qualquer casa abandonada.

Nada a temer. Apenas assoar o nariz.

Já agora, a criatura que saltita ufana, é deliciosa! Pena será que seja tão esguia e até, direi, ágil. Seria mais notável se fosse algo mais rechoncho e sapudo.

Digo eu.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 23:37

Sabe que mesmo essas casas trazem um encanto sinistro e bastante shakespereano que estas criaturas não conseguem adquirir.

O ser que saltita é realmente demasiado ágil, mas as criaturas que simboliza acabam por possuir uma estranha agilidade que lhes caracteriza a imbecilidade. São agilmente imbecis.

Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 02.10.2018 às 22:04

Ahahahahahahahah!
:))))))))))))))))))

Queria ser capaz de deixar um comentário digno do que escreveste mas não sou capaz. Esse gif deu cabo de mim ! E da minha bexiga. E das minhas cuecas. E da minha dignidade.

Penso muitas vezes se não serás CEO da "Lindor"... Só podes.
:)))))))))))))))







(pergunto - me tantas vezes como é que há alguém capaz de se indignar com brincadeiras destas como o Sapos do Ano...Juro que não percebo.)
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.10.2018 às 23:31

Não imaginas a quantidade de gente que, sendo "indiferente" - ai, que não ligo nada - se indigna por isto e por aquilo, porque falta aquilo e está a mais isto.

Uma maçada. Umas chatas.

Comentar post





  Pesquisar no Blog